Romero revela ainda não se ver como ídolo, mas já sabe como quer ser lembrado pela Fiel

3.5 mil visualizações 92 comentários

Por Meu Timão

Romero já soma quatro conquistas com o Corinthians; foi titular em três delas

Romero já soma quatro conquistas com o Corinthians; foi titular em três delas

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Maior artilheiro da Arena, titular nas últimas três conquistas e estrangeiro com mais partidas pelo Corinthians, Romero vai escrevendo seu nome na história alvinegra. Apesar das importantes marcas, o paraguaio, contratado em 2014, não se vê no posto de ídolo do clube.

"Ainda não me vejo como ídolo, mas falo que sou importante para o Corinthians. Sou um jogador que sempre honra a camisa, sempre trabalho para melhorar, trato de estar 100% nos jogos e treinos. Você vai ver que, graças a Deus, eu quase nunca fico no departamento médico. Acho que sou um cara importante, sim, mas ídolo não. Ídolos são os caras que ganharam muitos títulos. Eu já estou há muito tempo, vai fazer quatro anos, mas não me considero ídolo", pontuou, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Leia também: Corinthians destaca golaço de voleio de Romero no treino desta segunda; veja vídeo

Os principais motivos de não se colocar no patamar de ídolo são os títulos e os clássicos. Para o camisa 11, ainda faltam troféus em sua galeria e destaque nas partidas contra os principais rivais alvinegros - até aqui, já soma seis gols em clássicos. Destaque de embates importantes contra o Palmeiras, é um jogo contra o São Paulo que não sai de sua memória.

"Os do Palmeiras ficaram marcados também. Mas, para a minha carreira aqui no Corinthians, aquele jogo contra o São Paulo (6 a 1, em 2015) foi muito importante. Ali percebi que podia fazer mais aqui no clube. Sentia que estava devendo algo para a torcida. Esse jogo me deu uma confiança a mais para continuar nessa caminhada aqui", relembrou.

Mesmo sem se considerar um ídolo, Romero não tem dúvidas de como quer ser lembrado pela torcida do Corinthians. Sempre elogiado por sua entrega, o atleta valoriza o entendimento que tem do que representa o clube alvinegro.

"Primeiro vou ser lembrado como o jogador estrangeiro com mais jogos. Vai ficar essa marca no Corinthians, não tem como esquecer. Sempre que vier um jogador estrangeiro, ele vai querer superar essa marca. E eu acho que vou ser lembrado por ser um jogador que entendeu o que é jogar no Corinthians. Porque tem muitos jogadores em outros clubes que rendem muito, mas vêm aqui e não dão essa continuidade. Não encaixa. É pela história do clube, que é diferente. Você tem que entender o Corinthians para jogar aqui", finalizou.

Veja mais em: Romero.

Veja Mais:

  • Bruno Mazziotti ao lado de Ronaldo; profissional trabalhou diretamente com o Fenômeno antes de assumir o comando do setor em vários clubes

    Fisioterapeuta de Ronaldo volta ao Corinthians como consultor no CT; entenda o caso

    ver detalhes
  • Atacante Giovane teve a permanência encaminhada pelo Corinthians - seu empréstimo termina em dez dias

    Corinthians encaminha permanência de Giovane, que deve viajar para decisão na Bombonera

    ver detalhes
  • João Victor seguirá para o Benfica; clube português investiu 10 milhões de euros no jogador

    João Victor, zagueiro do Corinthians, fecha com clube europeu após reviravolta; veja valores

    ver detalhes
  • Arthur Sousa marcou outra vez pelo Corinthians

    Goleador do Corinthians Sub-20 volta a marcar e time vence o Fluminense na Fazendinha

    ver detalhes
  • Vítor Pereira comandou primeiro treino preparatório para enfrentar o Boca Juniors nesta terça-feira

    Corinthians inicia preparação para enfrentar o Boca Juniors na Libertadores e quinteto faz testes

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Flamengo, no próximo domingo, às 16h, na Neo Química Arena pelo Brasileirão

    Corinthians divulga detalhes da venda de ingressos para duelo contra o Flamengo no Brasileirão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x