Antes de retorno ao Corinthians, Tite chorou por não ter sido chamado para Seleção

Antes de retorno ao Corinthians, Tite chorou por não ter sido chamado para Seleção

Por Meu Timão

4.6 mil visualizações 50 comentários Comunicar erro

Tite concedeu entrevista ao The Players Tribune

Tite concedeu entrevista ao The Players Tribune

Foto: Reprodução

A terceira e também vitoriosa passagem de Tite pelo Corinthians poderia não ter acontecido. E para isso bastava a CBF convidar o ídolo alvinegro para o posto de técnico da Seleção Brasileira em julho de 2014, após o fracasso canarinho na Copa do Mundo do Brasil. A escolha da entidade por Dunga como substituto de Luiz Felipe Scolari, no entanto, frustrou os planos do treinador já multicampeão pelo Timão.

Em entrevista concedida ao site The Players Tribune, Tite não somente admitiu que foi pego de surpresa ao ser preterido por Dunga como também disse ter chorado "por uma semana" até arregaçar as mangas e voltar a estudar - estava num ano sabático em 2014, afinal.

"Depois da derrota por 7 a 1, eu realmente acreditei que teria grandes chances de ser o próximo técnico da Seleção Brasileira. Eu achava que poderia ser a minha vez. Quando não fui selecionado para a função, vou ser sincero…. Fiquei frustrado, irritado, muito triste. No entanto, naquele momento, eu pensei na minha mãe. Ela era uma lutadora. Sempre que nossa família lutava, ela trabalhava ainda mais. Ela costurava até que suas mãos ficassem frágeis, de modo que sempre que eu quisesse um refrigerante, o refrigerante aparecia num passe de mágica. O exemplo dela foi minha inspiração", relatou Adenor.

"Por uma semana depois daquela decisão, eu chorei. Depois disso, fui à luta", acrescentou.

Leia também: Corinthians tem ligação com 17 dos 64 membros da delegação do Brasil na Rússia; veja todos

Em meio à frustração por não ter sido, àquela altura, escolhido pela CBF, Tite se juntou aos renomados técnicos Carlo Ancelotti, na época no Real Madrid, e Carlos Bianchi, do Boca Juniors. Após meses de estudo, aceitou a missão de retornar ao Corinthians para a temporada de 2015. O resultado? O hexacampeonato brasileiro do Timão.

"Eu tinha a impressão de que as coisas acontecem por um motivo. Quando não fui chamado para ser o treinador da Seleção Brasileira em 2014, aquilo quebrou meu coração. Mas na verdade, talvez tenha sido a melhor coisa que aconteceu, porque me deu a oportunidade de voltar a estudar e continuar a aprender", sintetizou o hoje comandante da Seleção.

Tite foi hexa pelo Corinthians. Que agora seja pela Seleção!

Tite foi hexa pelo Corinthians. Que agora seja pela Seleção!

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Vale lembrar que Tite deixou o Corinthians em junho de 2016, em meio à saída de Dunga da então decadente Seleção Brasileira. Pelo clube do Parque São Jorge, o treinador acumula títulos do Paulistão (2013), do Brasileirão (2011 e 2015), da Libertadores (2012), do Mundial de Clubes da Fifa (2012) e da Recopa Sul-Americana (2013). É o treinador mais vitorioso da história do Timão e, não à toa, considerado um dos grandes ídolos da agremiação.

Veja mais em: Tite e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jair conta com Romero para surpreender Cruzeiro fora de casa; time viaja à noite

    Jair preserva titulares, e Corinthians não tem treino tático antes de pegar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Livre de incômodo, Douglas deve ser novidade no time titular do Corinthians

    Com retorno de volante, Corinthians relaciona 22 para viagem a Belo Horizonte

    ver detalhes
  • Andrés (à dir.) ao lado do diretor de futebol Duílio Monteiro

    Presidente do Corinthians viaja à Europa em busca de contratações

    ver detalhes
  • Corinthians passou a levar mais torcedores na Arena após diminuição dos valores

    Corinthians diminui valor de ingresso e vê médias de público e renda aumentarem no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes