'Salve, salve, Nação Corinthiana!': conheça Chris Lima, mulher que dá voz à Arena

'Salve, salve, Nação Corinthiana!': conheça Chris Lima, mulher que dá voz à Arena

44 mil visualizações 103 comentários Comunicar erro

Chris Lima chegou à Arena Corinthians no fim de 2014, poucos meses após a inauguração

Chris Lima chegou à Arena Corinthians no fim de 2014, poucos meses após a inauguração

Foto: Arquivo pessoal

Ela é responsável por avisar aos mais desavisados o autor do gol do Corinthians na Arena. Também é quem escala o Timão momentos antes de a bola rolar na casa alvinegra e deixa informado o torcedor que ocupa as arquibancadas do estádio em Itaquera. Chris Lima, cantora e locutora profissional, é a voz da Arena Corinthians.

A relação entre Chris e Corinthians é antiga. Teve início muito antes de ela superar 16 vozes masculinas e ser escolhida para trabalhar na Arena, em novembro de 2014 – cerca de seis meses depois da fundação do estádio.

“Sempre fui corinthiana! Minha família toda é corinthiana. Frequentava estádio às vezes e tudo mais”, conta Chris, de 34 anos, em entrevista ao Meu Timão.

Apesar do antigo amor pelo clube, foi na sala de aula que a então torcedora daria início à carreira profissional (e alvinegra). Chris cursava Rádio e TV em uma faculdade de São Paulo quando foi “descoberta” por um professor. “Ele me chamou a atenção: ‘Acho que dá pra você se dedicar um pouco mais aí porque vai sair uma coisa bacana’. E peguei interesse mesmo nessa área”, recorda a hoje locutora.

Formada, ela entrou para a equipe de cobertura da Web Rádio Coringão, onde trabalhou como repórter de campo. Teve a oportunidade de conhecer diversas pessoas ligadas não só ao futebol paulista mas ao próprio Corinthians. Assim, quando veio a Arena...

“Apareceu uma oportunidade de fazer um teste pra locução no estádio. Aí a surpresa, porque no teste que eu fiz, sem pretensão alguma... Uma locutora feminina em um estádio de São Paulo praticamente não tem, né? É mais difícil”, reconhece. “Havia 16 homens e só eu de mulher. Fiz o teste e no final acabou dando certo”.

Mesmo em um universo predominantemente masculino, Chris tirou de letra a missão de se tornar a voz feminina do estádio do Timão. Também porque, embora o machismo ainda precise ser combatido, não encontrou resistência por parte da torcida do clube.

“Resistência diretamente, que eu tenha percebido, não. Foi totalmente ao contrário na verdade. Eu vi gente falando ‘que diferente’, ‘que legal’. Ainda um estádio novo, uma arena nova, com uma proposta diferente... Fui muito bem recebida, não posso dizer que não, diretamente não senti nada. Nas redes sociais, muitos seguidores corinthianos admiram o meu trabalho”, explica a corinthiana.

No bate-papo que você lê a seguir, Chris conta algumas curiosidades acerca de seu trabalho, como a ligação intensa com a Fiel, o sentimento de ansiedade a cada pré-jogo do clube e outros projetos que toca de forma paralela ao posto na Arena.

Leia também:
Corinthianos proporcionam 'novo sorriso' a torcedor que viralizou com camisa improvisada
Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

“Salve, salve, Nação Corinthiana!”

Começo de carreira
Tudo começou na faculdade mesmo, sou formada em Rádio e TV. Antes da faculdade eu já era cantora, sempre cantava com bandas e trabalhava a voz só com o canto. Quando comecei Rádio e TV, percebi na aula de locução que estava me dando bem no negócio. Até que um professor meu na época me chamou a atenção: ‘Acho que dá pra você se dedicar um pouco mais aí porque vai sair uma coisa bacana’. E peguei interesse mesmo nessa área.

Trabalhos como cantora
Agora não mais, dei um tempinho nessa parte. Mas cantei durante muito tempo nos bares em São Paulo MPB, Samba-rock, Black Soul...

Jogos em que não trabalhou
Um ou outro. Às vezes estou em viagem e outra menina me cobre. Mas é bem difícil. Aconteceu uma vez esse ano e outra em 2016.

Dona de produtora
Tenho uma produtora audiovisual, a Chá Produções, com alguns sócios. Na produtora também faço locução. Trabalhamos bastante com vídeos institucionais e tudo mais que uma produtora pode oferecer. Além da Arena, tenho outras funções também como locutora profissional.

Os melhores momentos...
Acho que os momentos bacanas são nos clássicos. Os jogos são mais pegados, a torcida responde. O último mesmo contra o Palmeiras, que ganhamos de 1 a 0. Contra o São Paulo nos pênaltis, gol achado no finzinho... Quando a torcida responde, é muito gratificante. O legal desses clássicos é que, quando a gente ganha, a galera vem na cabine pra vibrar junto. E a gente vibra!

... e os piores momentos
Quando o Corinthians sai derrotado, uma derrota significativa em um jogo importante, aí o trabalho fica mais difícil.

Adrenalina constante
Todos os jogos, principalmente porque estou fazendo o que gosto, no estádio do meu time do coração. Se não tiver, é porque a coisa está estranha (risos). Sempre tem um frio na barriga mesmo antes de começar, antes do ‘salve, Nação corinthiana!’, que é meu bordão de abertura da transmissão. Principalmente nos jogos que são mais especiais para a torcida, o friozinho fica mais ressaltado.

Alô, corinthiano!
Aconselho sempre a não desistir, se você tem isso como meta, como sonho, tem que ir adiante porque uma hora as coisas se encaixam. No meu caso, eu não imaginava que pudesse trabalhar na Web Rádio Coringão, que foi onde iniciei, e consequentemente a oportunidade na Arena, que eu não esperava. Até mesmo o pessoal que trabalha comigo também tinha esse sonho, são torcedores, tiveram a oportunidade de serem escolhidos e trabalharem lá dentro. Então, se você gosta de ir ao estádio, quer se envolver com isso, seja como guia do tour da Arena Corinthians, como orientador, vá em busca, vá atrás, se informe. Não perca a oportunidade, porque trabalhar com o Corinthians na Arena é algo muito gratificante. É muito gostoso.

Veja mais em: Especiais do Meu Timão e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Gustavo Silva foi apresentado oficialmente nesta terça-feira

    Com pedido por mudança de apelido, Corinthians apresenta Gustavo Silva no CT

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez bancou Jair Ventura para a temporada 2019

    Andrés garante Jair Ventura em 2019, mas admite preocupação com situação do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians conquistou o Paulistão-2018 em pleno Allianz Parque

    Corinthians conhece seu grupo no Campeonato Paulista de 2019; mata-mata terá VAR

    ver detalhes
  • Romero tem contrato até metade de 2019 e já discute renovação com o Corinthians

    Sem esquecer Balbuena, Andrés admite conversas em andamento por renovação de Romero

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes