Andrés garante Loss até fim de 2019 e cita até Zidane: 'Põe ele no Bragantino'

Andrés garante Loss até fim de 2019 e cita até Zidane: 'Põe ele no Bragantino'

Por Meu Timão

61 mil visualizações 288 comentários Comunicar erro

Loss (à esq.) e Andrés durante entrevista coletiva de apresentação do técnico, no último dia 23, no CT

Loss (à esq.) e Andrés durante entrevista coletiva de apresentação do técnico, no último dia 23, no CT

Foto: Rodrigo Vessoni/Meu Timão

O presidente do Corinthians não pretende trocar de técnico antes de 2020. A intenção de Andrés Sanchez é permanecer com Osmar Loss à frente do Timão pelo menos até dezembro do ano que vem, como revelou no programa No Ar com André Henning, do canal Esporte Interativo - entrevista completa vai ao ar na noite desta sexta-feira.

Questionado se manterá Loss no comando técnico corinthiano independentemente dos resultados conquistados dentro de campo, Andrés foi categórico:

“Não só até o final da temporada como o ano que vem inteirinho também. Aí depois nós vamos ter problemas de novo, ele (Loss) já vai ter empresário, assessor de imprensa secretário... (risos)”, afirmou Andrés, acrescentando ainda que não se tratava de “indireta” ao antecessor Fábio Carille, treinador do Al-Wehda, da Arábia Saudita.

“É normal. Não é (o que aconteceu com) o Carille, é todo mundo, em qualquer profissão. Você chega em um nível que precisa se assessorar. E vai acontecer, falei isso na coletiva com o Loss: ‘Ele está assim agora, mas daqui a pouco tem empresário, tem advogado, tem todo mundo’. É normal”.

Apresentador do programa, André Henning perguntou a Andrés se a parada para a Copa do Mundo poderia aumentar a pressão de conselheiros sobre a diretoria do Corinthians por eventual mudança no cargo de treinador. Sanchez se limitou a dizer: “É só fazer o cheque (da rescisão). Quem vier reclamar, que faça o cheque”, bradou.

Leia também:
Loss contrapõe Rodriguinho, mas admite 'alívio' por vitória e exalta América-MG
Corinthians joga 'pro gasto', vence a primeira com Loss e já mira liderança do Brasileirão

Em tom bem-humorado, o mandatário corinthiano ainda ironizou Zinédine Zidane, recém-tricampeão consecutivo da Liga dos Campeões da Europa pelo Real Madrid, agora sem clube. Segundo ele, se o técnico francês “é bom”, deveria se dar a experiência de dirigir o Bragantino, que disputa a Série C do Brasileirão.

“O Zidane é bom? Com todo o respeito ao Marquinho Chedid (presidente do Bragantino), meu amigo: põe ele no Bragantino, pô! Põe ele no Bragantino! O Pep Guardiola não é bom? Agora, com 2 bilhão (sic) de orçamento por ano, com xeique lá bilionário, eu também sou bom treinador”, completou.

Veja mais em: Andrés Sanchez, Diretoria do Corinthians, Osmar Loss e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Richard foi apresentado ao lado de Robinho no Fluminense; ambos vieram do Atibaia-SP

    Contratado de graça pelo Fluminense, Richard pode custar R$ 8 milhões ao Corinthians

    ver detalhes
  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes