Pedrinho fala em dificuldade com marcação individual e projeta possível Corinthians com camisa 9

4.7 mil visualizações 48 comentários

No decorrer das partidas ou até mesmo nas escalações titulares, o Corinthians tem alternado bastante seu esquema. Antes com Carille e agora com Loss, a equipe alvinegra tem tentado encaixar uma nova forma de jogar, tendo um camisa 9 de referência no comando do ataque. E a presença de um jogador assim também muda, direta e indiretamente, a função das outras peças da equipe. Para Pedrinho, no entanto, a mudança não é das maiores.

"Muda um pouco, mas não muito. Porque ter um centroavante mais fixo, requer um pouco mais de atenção para mandar as bolas para ele. Mas tendo dois jogadores de qualidade ali no meio, isso também ajuda mais no espaço, então não muda muito. A gente tenta se adequar ao máximo possível, independentemente da posição, com centroavante ou sem", afirmou, em entrevista exclusiva ao Meu Timão, durante evento da Nike.

O meia, ao lado de Maycon, recebeu suas novas chuteiras Mercurial, da parceira do Corinthians, durante o evento fechado.

Meia recebeu suas novas chuteiras em evento de patrocinadora

Meia recebeu suas novas chuteiras em evento de patrocinadora

Divulgação/Nike

Antes mesmo de qualquer alteração no esquema do Corinthians, o que tem mudado é a forma do camisa 38 se portar em campo. Mais visado pelos adversários, o garoto tem encontrado algumas dificuldades com marcações individuais, que o obrigam a dominar de costas para o adversário, impossibilitando as conhecidas jogadas individuais.

Leia também: Roger diz ainda tentar entender estilo de jogo do Corinthians: 'Acabo não tendo chances de gol'

"Isso varia muito de acordo com a circunstância do jogo. Tento fazer o máximo possível os dribles, porque isso desencadeia um pouco a parte defensiva. Mas muitas vezes, o adversário está marcando muito colado e isso me faz dominar a bola de costas", explicou.

"Não é o que eu quero ou que pretendo fazer. Eu estou tentando dominar a bola mais de frente para facilitar um pouco mais, mas a marcação individual acaba atrapalhando um pouco", completou.

Além da dificuldade de drible, os constantes embates físicos também tem reflexos na parte física. Até o momento, Osmar Loss tem sido tão cauteloso quanto Carille com o garoto, que segue sem terminar uma partida como titular pelos 90 minutos.

Veja mais em: Pedrinho e Especiais do Meu Timão.

Veja Mais:

  • Cauê vinha sendo muito pedido pela torcida do Corinthians

    Corinthians confirma duas promessas na lista de relacionados para jogo contra o Internacional

    ver detalhes
  • Ao lado de Alessandro, Roberto Andrade voltou à diretoria do Corinthians em 2021; diretor ironizou proposta por Vital

    Diretor do Corinthians diz que proposta por Vital 'nem devia ter vindo' e explica situação de Walter

    ver detalhes
  • Lateral Fagner não viaja com o Corinthians para Porto Alegre nesta quarta-feira; defensor está fora do duelo contra o Internacional

    Corinthians confirma ausência de Fagner em último compromisso da equipe no Brasileirão 2020

    ver detalhes
  • Luidy foi contratado em janeiro de 2017, assinou contrato de quatro anos, treinou alguns dias no CT e foi emprestado para cinco clubes; atacante nunca atuou pelo Corinthians

    Corinthians é acionado na Justiça por Luidy, atacante que nunca jogou e custou R$ 4 milhões ao clube

    ver detalhes
  • Piton e Xavier foram os mais utilizados pelo Corinthians na temporada

    Corinthians só usou sete nomes da base na temporada e apenas três passaram de dez jogos; veja raio-x

    ver detalhes
  • River no caminho, gordinho brigão e desabafo de Fagner: as tretas do Corinthians na Sul-Americana

    VÍDEO: River no caminho, gordinho brigão e desabafo de Fagner: as tretas do Corinthians na Sul-Americana

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x