Romero espera novos agentes e afirma: 'Meu sonho era Europa, mas eu não conhecia o Corinthians'

Romero espera novos agentes e afirma: 'Meu sonho era Europa, mas eu não conhecia o Corinthians'

81 mil visualizações 302 comentários Comunicar erro

Romero afirmou que não pretende deixar o Corinthians nessa janela

Romero afirmou que não pretende deixar o Corinthians nessa janela

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O empate contra o Santos foi o último jogo de Ángel Romero pelo Corinthians antes da parada da Copa do Mundo. O jogador se apresenta, ao lado de Balbuena, nesta quinta-feira à seleção do Paraguai para um amistoso. Ao contrário de seu companheiro, no entanto, Romero garantiu que essa não foi a sua última partida com a camisa do Timão.

De acordo com o atacante, a chance de uma transferência nesta janela é remota diante da falta de ofertas oficiais. Outro fator fundamental é o fato de que o contrato firmado entre clube e empresários em meados de 2014, na chegada ao Timão, obriga que a diretoria desembolse três milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões) se não for vendido até o fim do contrato - no caso, julho de 2019.

Leia também:
Loss explica substituição de Pedrinho e fala de pressão no Corinthians
Maycon aponta 'vacilo' do Corinthians em empate contra Santos: 'Não está sendo fácil'
Walter lamenta empate, mas vê oscilação da defesa do Corinthians como 'normal'

"Eu volto com certeza, temos que voltar depois da Copa. E continuar com esse campeonato, estou focado no Corinthians. Não tenho proposta para sair e se chega tem que ser boa para o Corinthians e para mim. A gente fica pensando no Corinthians, Balbuena também foca nos jogos. Infelizmente estaremos na seleção, vamos torcer para os companheiros", garantiu o paraguaio, que completou falando sobre a situação do zagueiro.

"Balbuena tem que ser feliz. Decidir com a família, momento dele no Corinthians com a torcida, é uma referencia para o time. É uma decisão privada para ter com a família", completou.

O paraguaio foi ainda mais além ao falar sobre sua permanência no Corinthians. Além de garantir não ter nenhuma sondagem de fora, valorizou (e muito) sua história no Corinthians.

"Na verdade, sempre falei que meu sonho é jogar na Europa, mas eu não tinha conhecido o Corinthians ainda. Tem que ser bom para mim e para o Corinthians. Vai ser uma decisão difícil para mim, mas hoje não tem proposta, sondagem, nada", ressaltou.

Corinthians e Romero têm um acordo para iniciar a renovação do contrato após a parada para a Copa do Mundo. Uma negociação que terá de ser realizada, provavelmente, com seus novos empresários. De acordo com o jogador, faltam apenas detalhes para que sua carreira seja gerida pela OTB Sports, dos empresários Bruno Paiva e Marcelo Goldfarb.

Essa empresa é a mesma que gerencia as carreiras de Guerrero, Zeca e Scarpa, além de outros inúmeros jogadores e treinadores. O peruano deixou o Corinthians para atuar no Flamengo mesmo diante de uma oferta generosa da diretoria alvinegra - cariocas ofereceram mais. O lateral, hoje no Internacional, e o meia-atacante Scarpa, hoje sem clube, tiveram problemas em suas carreiras após tentarem buscar a Justiça sob a orientação da empresa.

Veja mais em: Romero e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Resta apenas o acerto dos jogadores com seus novos clubes para selar o negócio

    Corinthians e Atlético-MG se acertam por troca de atacantes; jogadores aceitam conversar

    ver detalhes
  • Uendel pode acertar retorno para o Corinthians em breve

    Empresário confirma que Corinthians deve acertar retorno de Uendel em janeiro

    ver detalhes
  • Corinthians jogou boa parte da temporada sem estampa no espaço principal do uniforme

    Otimismo do Corinthians com patrocínio contrasta com fracasso inédito desde era Kalunga

    ver detalhes
  • Carille se despediu do Al-Wehda nesta quinta-feira, quando embarca de volta para o Brasil

    Carille se despede do Al-Wehda em rede social e volta a adiantar retorno ao Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes