Roger aponta resultado 'justo' contra Santos, mas ressalta pênalti não marcado para Corinthians

Roger aponta resultado 'justo' contra Santos, mas ressalta pênalti não marcado para Corinthians

Por Rodrigo Vessoni e Thaina Barros, na Arena Corinthians

2.2 mil visualizações 52 comentários Comunicar erro

Roger marcou o gol do Corinthians no empate de 1 a 1 contra o Santos

Roger marcou o gol do Corinthians no empate de 1 a 1 contra o Santos

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Autor do gol do Corinthians no empate de 1 a 1 contra o Santos, desta quarta-feira, Roger apontou um resultado justo pelo futebol apresentado na Arena, em Itaquera. O centroavante discordou de um rival melhor que o Timão e ressaltou um pênalti não marcado para os corinthianos como crucial no duelo, válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro

Roger abriu o placar na Arena Corinthians aos sete minutos do segundo tempo, após um jogo disputado na etapa inicial. Contudo, a equipe da casa viu o rival conquistar o empate com Victor Ferraz, aos 29 minutos. Momentos mais tarde, os corinthianos reclamaram de um pênalti por toque de mão do rival na área, mas o árbitro não sinalizou o lance.

"Talvez eles (Santos) tenham tido uma ou duas chances melhores, mas não concordo. Se tivesse dado pênalti seria 2 a 1 para nós e teríamos que falar outras coisas. Foi um bom jogo, jogo aberto. Acho que os meninos das duas equipes vivem um grande momento. Tanto o Rodrygo quanto o Pedrinho estão muito bem, fico feliz de ver esses meninas indo para cima, driblando. Gostaria de ter vencido, mas acho que foi um jogo parelho e o empate foi justo", disse Roger.

Leia também: Loss beira nota zero e Pedrinho supera Roger e é eleito o craque do Corinthians

De fato, o empate acabou sendo bom para o Timão, que viu a equipe santista desperdiçar muitas chances de garantir a vitória em Itaquera. Jogando com um homem-referência no esquema 4-2-3-1, o Corinthians ainda tem dificuldades para levar a bola até Roger e processo de adaptação da equipe ao novo esquema voltou a ser reforçado pelo jogador.

A dificuldade do Timão em atuar com um "9" já havia sido indicada pelo centroavante após a derrota de 1 a 0 para o Flamengo, no último domingo, onde afirmou que ainda tenta entender o estilo de jogo do clube.

"A gente está se entendendo. Dei uma declaração depois do jogo contra o Flamengo, expliquei a parte tática e técnica, e acabaram interpretando do jeito que quer.[...] Já falei, e vou retornar: o Corinthians passa por um processo de adaptação, o time joga há cinco meses da mesma forma e estamos procurando o melhor jeito de jogar. Isso se faz com o tempo, temos que aproveitar. Hoje eu fui feliz, melhorando acredito que sábado vamos entrosar mais um pouco e colocar a bola para dentro", completou o centroavante.

Veja mais em: Roger, Corinthians x Santos e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Léo Príncipe esteve perto de acertar com Vitória de Setúbal, de Portugal

    Portugueses desistem de empréstimo e adiam saída de Léo Príncipe do Corinthians

    ver detalhes
  • Marcello Deverlan (à esq.) durante treino com profissionais no CT Joaquim Grava

    De contrato renovado, zagueiro da base do Corinthians obtém cidadania portuguesa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar realizou exames na tarde desta terça-feira em São Paulo

    Danilo Avelar é aprovado em exames e já fala como reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians, da capitã Grazi, venceu mais uma no Brasileirão

    Em jogo com viradas e oito gols, Corinthians vence Ferroviária em Araraquara

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes