Corinthians x Grêmio

Pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Corinthians vai vencendo o Grêmio

Acompanhe ao vivo

Rosenberg cita até Cristiano Ronaldo ao projetar 'geração de talentos' do Corinthians

Rosenberg cita até Cristiano Ronaldo ao projetar 'geração de talentos' do Corinthians

Por Meu Timão

5.5 mil visualizações 81 comentários Comunicar erro

Cristiano Ronaldo foi citado por Luis Paulo Rosenberg

Cristiano Ronaldo foi citado por Luis Paulo Rosenberg

Divulgação

Talvez uma das primordiais estratégias do Corinthians para colocar as finanças em ordem seja valorizar cada vez mais os trabalhos de suas categorias de base. Essa é a argumentação do diretor de marketing do clube, Luis Paulo Rosenberg, ao projetar um cenário "azul" para as contas alvinegras nos próximos anos.

Durante participação em evento na Arena Corinthians na última terça-feira, o dirigente citou até mesmo o astro português Cristiano Ronaldo para explicar que hoje é difícil para o Timão contratar grandes nomes no mercado da bola. O cenário de um clube como o Corinthians, localizado num mercado como o brasileiro, pede valorização da "geração de talentos".

"Quando o Corinthians vai poder entrar na disputa pelo Cristiano Ronaldo? A meta é o marketing faturar 1 bilhão de reais por ano. Estamos na metade. Se continuar com bons times, a base revelando craques… Um clube forte de um país emergente tem que ter essa geração de talentos como um complemento importante", afirmou.

Leia também:
Rosenberg explica foto na Mercedes, mas refuta patrocínio ao Corinthians
Corinthians terá patrocínio máster até o fim de 2018, afirma Luís Paulo Rosenberg

"Temos que ter um bom apoio na geração da base, transformando o Corinthians em um time cada vez mais rico, você vai ver com que naturalidade você vai passar de supridor para também consumidor. Quando buscamos o Ronaldo ele já era um jogador em fim de carreira. O Pato, não, já era um cara que pensávamos que poderíamos fazer dinheiro depois. Essa é a estratégia", ainda argumentou, completando assim seu raciocínio.

A lógica de Rosenberg é a de que o Corinthians não tem condições financeiras de trazer anualmente grandes nomes do futebol mundial. As apostas em Ronaldo Fenômeno, no fim de carreira, e em Alexandre Pato, com pretensão (frustrada) de lucrar no futuro, são exemplos pontuais ao longo dos quase 11 anos da atual gestão do clube.

A valorização dos jovens jogadores criados nas categorias de base do próprio Corinthians, além de suprir lacunas deixadas pela falta de contratações, também significa ganho financeiro na hora de vendê-los ao futebol do exterior.

Saudações Corinthianas discutiu vendas de joias e outros atletas do Timão

Veja mais em: Luis Paulo Rosenberg, Ações de marketing e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians luta por vaga nas semifinais da Copinha

    Corinthians enfrenta Grêmio por vaga nas semifinais da Copinha; acompanhe em tempo real

    ver detalhes
  • Roger se despediu dos seus companheiros na tarde desta sexta-feira no CT

    Sem espaço no Corinthians, Roger pede rescisão e é atendido pela diretoria

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel foi anunciado como reforço do Cruzeiro

    Marquinhos Gabriel deixa Corinthians e é anunciado pelo Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro está confirmado por Carille e médicos do Corinthians para a partida deste domingo

    Carille confirma escalação do Corinthians para estreia do Paulistão; Ramiro tem situação atualizada

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes