Trio de ex-jogadores se reúne dez anos depois na comissão técnica e diretoria do Corinthians

Trio de ex-jogadores se reúne dez anos depois na comissão técnica e diretoria do Corinthians

3.4 mil visualizações 23 comentários Comunicar erro

Fabinho (auxiliar), Coelho (auxiliar) e Alessandro (gerente) diante do Mirassol no Paulistão-08

Fabinho (auxiliar), Coelho (auxiliar) e Alessandro (gerente) diante do Mirassol no Paulistão-08

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Três ex-jogadores do Corinthians, que já atuaram de forma simultânea pela equipe, voltaram a conviver no CT Joaquim Grava nas últimas semanas. Trata-se do gerente de futebol Alessandro Nunes (ex-lateral), do auxiliar Fabinho (ex-volante) e do também auxiliar Dyego Coelho (ex-lateral) que, após dez anos, voltaram a trabalhar juntos no clube.

Tudo ocorreu em fevereiro de 2008. Alessandro tinha acabado de chegar para fazer parte do elenco que disputaria a Série B. Fabinho, que já tinha tido uma passagem vitoriosa pelo Timão no início da década, retornaria com a mesma função: ajudar a equipe a sair do calvário. Coelho, por sua vez, fazia o caminho inverso, vivendo seus últimos momentos como jogador do Timão.

Alessandro (à esquerda) e Fabinho (à direita) em conversa com o elenco

Alessandro e Fabinho, cada um em uma ponta, em conversa com o elenco

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Foram apenas quatro jogos do ex-lateral naquela temporada. A coincidência de atuar com Alessandro e Fabinho ocorreu em apenas um deles, diante do Mirassol, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Naquela tarde de sábado, diante de 17.435 pagantes, o placar sequer foi mexido. Coelho e Chicão, outro recém-chegado, chegaram a discutir em campo. Mas nada disso se tornou maior do que a coincidência de, dez anos depois, o trio estar junto novamente em novas funções.

"A coisa mais gostosa do futebol é isso, deixando amigos por onde passa. Tive o prazer de jogar com eles, são duas pessoas maravilhosas. O Alessandro deu todo o respaldo para eu estar aqui hoje, devo isso a ele. Desde 2008 sempre foi assim. O Fabinho da mesma maneira, jogamos juntos, sofremos juntos, estivemos juntos. Enfim, é uma surpresa, a gente nunca espera. Mas, já que aconteceu, temos de retribuir tudo que o Corinthians deu para gente, fazendo um grande trabalho", afirmou Coelho.

Fabinho e Coelho, hoje auxiliares, conversam no CT do Corinthians

Fabinho e Coelho, hoje auxiliares, conversam no CT do Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

"Eu voltei em um período conturbado, com a equipe na Série B. Não foi fácil. Era um processo de montagem de grupo, mas ficou a experiência e carregamos aqueles momentos de dias difíceis. Para mim não foi apenas 2008, eu vivi ano de reformulação de 2004, quando quase caímos no Estadual. É sempre mais fácil compartilhar o que você conviveu. O Alessandro e o Coelho viveram o mesmo e isso ajuda", lembrou Fabinho.

Dez anos depois, o trio está junto outra vez no CT Joaquim Grava!

Alessandro (2008 até agora)

258 jogos | 4 gols
8 títulos como jogador
(Paulista 2009 e 2013; Série B 2008; Copa do Brasil 2009; Brasileirão 2011; Recopa 2013; Libertadores 2012; e Mundial 2012)
3 títulos como gerente (Paulista 2017; Brasileirão 2015 e 2017)

Fabinho (2001/04 e 2008/09)

247 jogos | 17 gols
6 títulos como jogador:
Paulista 2003 e 2009; Liga Rio-São Paulo 2002; Série B 2008; Copa do Brasil 2002 e 2009
1 título como auxiliar: Paulista 2017

Coelho (2003 a 2008)

112 jogos | 15 gols
1 título como jogador:
Brasileiro-05

Fonte dos números e títulos: Almanaque do Timão, de Celso Unzelte

Veja mais em: Alessandro, Dyego Coelho, CT Joaquim Grava e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Corinthians e Palmeiras se enfrentaram pelo jogo de ida da final do Paulista Sub-20

    Oya brilha, Corinthians bate Palmeiras e sai na frente na final do Paulistão Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes