Rosenberg garante pagamentos da Arena Corinthians em dia e fala em 'enfrentar' a Odebrecht

43 mil visualizações 153 comentários

Luis Paulo Rosenberg falou sobre a situação da Arena Corinthians nesta quinta-feira

Luis Paulo Rosenberg falou sobre a situação da Arena Corinthians nesta quinta-feira

Rodrigo Vessoni / Meu Timão

O diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, atualizou a situação da Arena Corinthians em coletiva nesta quinta-feira. O dirigente garantiu que o pagamento das parcelas do empréstimo do BNDES estão em dia e ainda afirmou que o Timão vai enfrentar a Odebrecht.

O dirigente garantiu que as parcelas em torno de R$ 5 milhões foram quitadas nos últimos meses - clube ainda paga cerca de R$ 2,3 milhões mensais de manutenção. Vale lembrar que há uma negociação em curso para a diminuição do valor das parcelas à Caixa Econômica Federal, que emprestou o dinheiro.

"Existe uma arena que está absolutamente em dia com seus pagamentos: a Arena Corinthians. A única que o BNDES não financiou por achar de alto risco é a única que está honrando os compromissos. Aí vamos partir para a outra, que é enfrentar a Odebrecht. Estamos resolvendo primeiro o problema com a Caixa e depois vamos para eles. O que é dívida com BNDS e Caixa e outra com a Odebrecht. Uma é com o Governo e outra com o setor privado. Quando você quer saber quanto custa o investimento, você paga o valor à vista dele, senão vira uma zorra", afirmou.

Leia também:
Torcida critica coletiva de presidente e diretores do Corinthians nas redes sociais
Andrés afirma que Corinthians não precisa vender jogadores e projeta reposições
Corinthians admite lentidão por máster e ironiza naming rights: 'Incompetência nossa'

"A Arena para nós se divide em três capítulos: renegociação da dívida, aumento da receita, diminuição das despesas. Quando você fala em renegociação você tem três desafios. A relação entre Corinthians e Caixa quando o Andrés assumiu era quase caótica. O credor desiste que você vai desistir de pagar e vai para o 'pau'. O Andrés foi para a renegociação e isso é muito complicado. É com grande alegria que todos os problemas existentes foram superados. Vivemos em uma fase que todas os problemas foram superados", explicou.

"Tudo é transparente e tudo isso dá uma confiança para o credor. Agora o contrato está atingindo um nível de maturidade maior. Vocês sabem que todas as arenas fora a nossa do lado do credor uma entidade estatal, então quem emprestava o dinheiro estava tranquilo, porque se desse alguma coisa o dinheiro estava no fundo. O que eu quero garantir para vocês é que ao fim dessa negociação, o número de R$ 1 bilhão é o limite", completou Rosenberg.

O Corinthians pegou emprestado do BNDES, via Caixa, cerca de R$ 400 milhões. Há outra dívida com a construtura Odebrecht, no valor de R$ 350 milhões. Essa segunda dívida está sendo contestada pelo clube que, por meio de uma empresa privada, fez uma auditoria que apontou mais de R$ 200 milhões de obras mal feitas ou inexistes em relação ao escopo do estádio (R$ 150 milhões em obras previstas e não feitas, R$ 60 milhões em reparos necessários e mais cerca de R$ 20 milhões como multa pelo atraso na entrega das obras).

Veja mais em: Arena Corinthians, Luis Paulo Rosenberg e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Três trunfos que Corinthians ganha pra finalíssima e os limites da pressão sobre arbitragem | RMT #7

    VÍDEO: Três trunfos que Corinthians ganha pra finalíssima e os limites da pressão sobre arbitragem | RMT #7

    ver detalhes
  • Cássio é o único titular em campo no treino do Corinthians desta quinta-feira

    Corinthians volta aos trabalhos no CT após empate em Dérbi; veja provável time para decisão

    ver detalhes
  • Protesto acontece após divulgação da escala de arbitragem

    Antes de decisão contra o Corinthians, torcedores do Palmeiras vão à FPF protestar por arbitragem

    ver detalhes
  • Cássio recebe a maior nota dos leitores do Meu Timão após Dérbi sem gols

    Cássio 'se salva' e é o melhor do Corinthians em noite de avaliações ruins; meia é o pior

    ver detalhes
  • Está na hora de falarmos do Luan

    [Marco Bello] Está na hora de falarmos do Luan

    ver detalhes
  • Liga Nacional de Futsal tem início de temporada marcada para 21 de agosto

    Corinthians conhece detalhes de retorno da Liga Nacional de Futsal; veja novidades

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de marcelo

    Ranking: 120º

    Marcelo 5547 comentários

    por @batman

    Se tá pagando porque a divida não abaixa só sobe

  • Foto do perfil de Julio

    Ranking: 1692º

    Julio 828 comentários

    por @julio.vieitez

    Falou, falou, elogiou o Andrés e não deu números claros do que foi realmente pago.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Rafael

    Ranking: 192º

    Rafael 4032 comentários

    153º. por @rafablack

    Sabe quando vou acreditar nisso? Quando vocês derem a cara a tapa e mostrarem que estão realmente fazendo alguma coisa, falar tudo mundo fala que está fazendo, mas de fato está? Corinthiano não é otário pra acreditar em qualquer coisa dita

    Corinthians 6x eleito o clube mais valioso da América ai você ve os detalhes, sem NR, sem PM, sem Diretoria e sem dinheiro expliquem isso pra gente

  • Publicidade

  • Foto do perfil de Iuri

    Ranking: 229º

    Iuri 3658 comentários

    152º. por @iuri.candido

    O texto ou a fala ficaram um pouco truncados, creio, mas entendi que as parcelas suspensas e que estariam provisionadas foram quitadas, o que é alguma coisa, pois o credor pensa que você vai soltar um papagaio mesmo.
    A relação nesse nível de contratação é diferente do que se oferece à população em geral, onde o credor só quer renegociar quando você realmente solta o papagaio. Enquanto você está pagando o banco não quer nem ouvir a sua voz.
    Eu só tenho fé no Rosemberg, pois ele tem uma trajetória e um prestígio profissional criados fora do clube, diferente do que sei sobre os demais.

  • Foto do perfil de Rubens

    Ranking: 577º

    Rubens 1926 comentários

    151º. por @rubens.novaes

    Se tem parcelas pagas, porque não apresentam os recibos pagos? "Ontem, ganhei sozinho o prêmio da Mega-Sena"; alguém acreditaria em mim sem ter como provar? Eles tentam contornar a situação e só pioram as coisas; o preto no branco é muito mais simples.

  • Foto do perfil de R.

    Ranking: 971º

    R. 1292 comentários

    150º. por @rodnei.cano

    Deveriam fazer uma CPI para investigar não só o nosso estádio, mas sim todos os estádios que foram construídos ou reformados para a Copa. Tenho certeza de que o valor de tudo foi superfaturado.

  • Foto do perfil de Daniel

    Daniel 1 comentário

    149º. por @daniel.young

    É muito engraçado ver torcidas organizadas fazerem protesto como se se preocupassem com o clube de verdade, e os sinalizadores que já nos prejudicaram por várias vezes, todo mundo já esqueceu ou só tem bunda mole, paga pau de organizadas que faz de conta que nada acontece, e aí tá tudo certo, pra cobrar tem que estar em dia pelo menos no comportamento, o que ninguém fala é que toda torcida organizada dessas tem sempre politicagem por de trás, apoiam um candidato ou outro aí querem se fazer de muito preocupados com o time, eu não ganho ingressos para assistir jogos do time, eu pago, e fazer parte de grupos, não faz de ninguém mais corinthiano que os outros, querem melhorar o time e o clube, então apoiem nas arquibancadas, passou disso é tudo politicagem, Vai Corinthians!

  • Foto do perfil de Diego

    Ranking: 2121º

    Diego 677 comentários

    148º. por @diego.jp

    Não acredito em nada que essa diretoria fale

  • Foto do perfil de Julio

    Ranking: 193º

    Julio 4018 comentários

    147º. por @julioblack

    O texto foi mal digitado ou ele não falou nada com nada em alguns momentos? Só eu percebi isso?

  • Foto do perfil de lucas

    Ranking: 910º

    Lucas 1372 comentários

    146º. por @lucas.amorim6

    Particulamente eu acredito no que foi dito e a solução é essa. Tenta tira a odebrecht da jogada. Sei lá se comprovada a falta do comprimento do acordo, coloca na justiça. Já que parece que a Odebrecht não quer acordo. Acho que com a caixa é pagar e pronto.