Três motivos para situação contratual de Romero ligar alerta no Corinthians

Três motivos para situação contratual de Romero ligar alerta no Corinthians

52 mil visualizações 258 comentários Comunicar erro

Ángel Romero vive melhor momento desde que chegou ao Corinthians

Ángel Romero vive melhor momento desde que chegou ao Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Torcida e diretoria do Corinthians possuem uma preocupação e tanto em comum de olho no futuro do elenco: a situação contratual do atacante Ángel Romero, protagonista da equipe nesta retomada do calendário nacional pós-Copa do Mundo.

Leia também:
[Lucas Faraldo] O maior estrangeiro do Corinthians de todos os tempos
Romero confirma homenagem e celebra ter ultrapassado Ronaldo em artilharia
Loss exalta personalidade de Romero e admite apreensão por fim da janela

Principalmente após os cinco gols anotados por Romero nos últimos dois jogos, boa parte da Fiel tem se movimentado na internet cobrando agilidade do clube para estender o contrato do atleta com o Corinthians. O Meu Timão lista abaixo três motivos para torcedores (e os próprios dirigentes) ligarem o sinal de alerta em relação às tratativas com o paraguaio.

Em tempo: a reportagem tentou contato com a diretoria do Corinthians em busca de atualização sobre as tratativas com Romero, mas não obteve retorno até o momento.

Prazo de validade

A proximidade do término da validade do contrato vigente de Romero com o Corinthians é sem dúvida a principal preocupação. O atual vínculo tem duração até 14 de julho do ano que vem. Em outras palavras: a partir de 14 de janeiro de 2019, o camisa 11 está livre para assinar pré-contrato com qualquer clube sem compensação financeira ao Timão.

Para efeito de comparação: apenas dois atletas do atual elenco do Corinthians possuem prazos de validade dos contratos inferiores ao de Romero: Vilson e Danilo, ambos até dezembro de 2018. Diferentemente do paraguaio, nenhum dos dois é prioridade no entendimento da diretoria – tampouco devem ter os vínculos estendidos.

Notícias desanimadoras

Muitos torcedores podem não saber, mas o Corinthians já tenta renovar o contrato de Ángel Romero desde o último mês de janeiro, quando Roberto de Andrade ainda era o presidente do clube. As negociações se arrastam desde então (em ritmo bem lento por ambas as partes, importante frisar) e não se chegou ainda nem próximo de um acordo.

Conforme firmado em 2014, pelo então presidente Mário Gobbi, quando Romero foi contratado, é que o Corinthians tem de fazer um pagamento de 3 milhões de dólares (algo próximo de R$ 12 milhões) ao término do contrato caso o atacante siga no clube. A grana tem como destinatário o grupo de empresários encabeçado por Beto Rappa, que pagou tal quantia (R$ 6,6 milhões na cotação da época) para tirar o atacante do Cerro Porteño.

Recentemente, vale destacar, Ángel Romero firmou contrato com a empresa OTB Sports. Assim, os empresários Bruno Paiva, Marcelo Goldfarb e outros são agora os principais responsáveis por administrar a carreira do hoje atleta de 26 anos de idade.

Histórico recente negativo

Os torcedores que já se movimentam (ainda que de forma tímida) nas redes sociais por meio de hashtags como a #RenovaComRomero se baseiam no seguinte argumento para cobrar a diretoria: as últimas negociações de renovação contratual que se tornaram novelas não tiveram final feliz para o Timão. Longe disso, aliás!

Os casos mais emblemáticos no último ano são os dos zagueiros Pablo e Balbuena. O primeiro passou todo o Campeonato Brasileiro de 2017 discutindo "detalhes" contratuais com a diretoria e acabou barrado da festa do título diante da falta de acordo. O segundo chegou a rebater até mesmo uma publicação do Meu Timão em meio às enroladas negociações com o Corinthians, convenceu o clube a estender o vínculo sob condição de uma multa contratual abaixo do valor de mercado e se transferiu ao futebol europeu assim que a janela abriu.

Veja mais em: Romero, Diretoria do Corinthians e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes