Danilo Avelar fala sobre desgaste no elenco do Corinthians e diferenças entre Brasil e Europa

Danilo Avelar fala sobre desgaste no elenco do Corinthians e diferenças entre Brasil e Europa

Por Meu Timão

9.9 mil visualizações 52 comentários Comunicar erro

Danilo Avelar já disputou oito jogos pelo Corinthians desde que foi contratado

Danilo Avelar já disputou oito jogos pelo Corinthians desde que foi contratado

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Recém-chegado ao Corinthians, o lateral-esquerdo alvinegro Danilo Avelar foi entrevistado no programa Seleção SporTV, do canal de assinatura SporTV, nesta quinta-feira. O atleta falou da partida diante da Chapecoense pela Copa do Brasil, que terminou com a vitória do Timão por 1 a 0, e sobre outros assuntos, como o desgaste sentido pela equipe, a sequência de jogos e as diferenças entre o futebol do Brasil e da Europa.

Questionado pelos jornalistas se a equipe corinthiana havia sentido desgaste físico na partida contra a Chapecoense, Danilo Avelar revelou que nunca havia tido uma sequência na Europa como o Corinthians vem tendo no calendário brasileiro. Vale lembrar que o Timão tem uma verdadeira maratona de partidas a disputar em agosto.

"Tem desgaste, um jogo atrás do outro, eu particularmente depois de oito anos de Europa nunca tive essa sequência de jogos, lá você joga só no final de semana e tem a semana cheia para recuperar e preparar a equipe. Então, vai pesando, confesso, mas é jogo, vestiu a camisa do Corinthians, você está dentro da Arena, tem que dar o máximo que você consegue", confessou.

Leia também:
Duílio confirma conversas, mas diz não ter pressa por renovação de Romero com o Corinthians
Sem alarde, zagueiro Henrique renova contrato com o Corinthians

Danilo aproveitou para ressaltar a importância de um elenco com opções em meio a tantas competições simultâneas. O lateral constatou que chega um momento em que o atleta não consegue render tanto e, por isso, o Corinthians precisa estar bem servido para manter o nível sempre.

"Eu acho que sim (uma hora a sequência de jogos começa a 'pesar'). Eu acho que por isso que é importante o elenco. Até porque não somos uma máquina, somos humanos. É óbvio que vai chegar um momento que a gente não vai conseguir render 100%. É por isso que tem ter o elenco para te apoiar e manter o nível sempre", destacou.

Danilo Avelar constituiu grande parte da sua carreira na Europa. Atuando no continente entre 2010 a 2018, passando por Ucrânia, Alemanha, Itália e, por último, França, o jogador corinthiano falou sobre as diferenças entre o futebol brasileiro e europeu. De acordo com Avelar, há mais entendimento e respeito tático na Europa, enquanto em solo brasileiro há mais improviso e drible. Em consequência a isso, o lateral disse que é até mais difícil marcar o adversário no Brasil em relação à Europa, justamente pela capacidade de improviso dos atletas brasileiros.

"Eu costumo falar que na Europa você tem mais um respeito tático, é um jogo mais de xadrez, onde todos respeitam as suas posições e todos tentam fazer aquilo que é feito em suas posições. Já aqui no Brasil, tem muito improviso. Então, até para mim que sou um defensor, acaba sendo mais difícil marcar o adversário porque eu não sei mais ou menos o que ele vai fazer. Já na Europa você consegue ter essa leitura e imaginar o que o adversário iria fazer, justamente pelo respeito tático que é maior que aqui", analisou.

Dando fim à sua participação no programa, Danilo valorizou a fase de adaptação que enfrenta no Brasil na questão física. Os muitos jogos e poucos treinos vêm dando a capacidade do lateral-esquerdo para se igualar ao nível dos atletas do país, mais acostumados à essa rotina.

"Eu estou nessa fase de adaptação, de jogos, de parte física, de sequência de treinar pouco e jogar mais. E também em relação a parte pessoal de cada jogador, de confrontar o jogador no pessoal", finalizou.

Veja mais em: Danilo Avelar e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Jair viu Corinthians ser presa fácil na Arena da Baixada e sofrer nova derrota sob seu comando

    Cássio tem grande noite, mas Corinthians perde mais uma com Jair Ventura

    ver detalhes
  • Aberto pela direita, Pedrinho foi pouco efetivo em revés para Atlético-PR

    Cássio, Pedrinho, Jair: as avaliações da derrota do Corinthians na Arena da Baixada

    ver detalhes
  • Em Curitiba, Fiel viu Timão ser presa fácil mais uma vez em 2018

    Diretoria, elenco, Jair: Fiel aponta culpados por 'segundo semestre de rebaixado'

    ver detalhes
  • Com Jair, Corinthians tem oito derrotas em 17 partidas; clube assume chance de ter Carille em 2019

    Jair Ventura se posiciona sobre possível volta de Carille ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes