Emprestado, Danilo Avelar torce para ser vendido ao Corinthians; clube teria de pagar R$ 6,5 milhões

39 mil visualizações 206 comentários

Por Meu Timão

Danilo Avelar quer ser adquirido em definitivo pelo Corinthians

Danilo Avelar quer ser adquirido em definitivo pelo Corinthians

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Contratado para suprir a ausência de Sidcley, Danilo Avelar desembarcou em Itaquera assim como o ex-dono da lateral esquerda do Corinthians: emprestado. Com contrato até julho de 2019, no entanto, o experiente jogador já sonha com mais tempo no clube. E se o Timão quiser de fato adquirir o jogador, vai ter de arcar com a quantia de 1,5 milhão de euros (R$ 6,5 milhões).

"Não está difícil. Meus empresários conseguiram articular muito bem, com ajuda do presidente (Andrés Sanchez). O Torino entendeu o meu lado, que era momento de voltar, mas também não iam me liberar de mão beijada", destacou o lateral de 29 anos, ao GloboEsporte.com.

"Para vir para cá eu tive de abrir mão de muita coisa, de um futuro contrato, e só quem participou da negociação sabe o risco que eu assumi para vir para cá. Era o que eu queria, quis arriscar, achava que seria algo muito positivo. Acredito que num futuro breve isso pode se concretizar", completou.

Leia também:
Corinthians deve adquirir Thiaguinho em definitivo antes mesmo de estreia oficial, diz portal
Corinthians contrata quase 20 jovens jogadores de olho em novo ciclo vitorioso 2019/2023

A efeito de comparação, o valor é pouco superior aos R$ 6 milhões pagos por Juninho Capixaba, que chegou do Bahia no início da temporada e já foi repassado ao Grêmio, por empréstimo. A quantia ainda é bem menor do que os R$ 13 milhões que o clube teria de pagar pela permanência de Sidcley, negociado pelo Atlético-PR com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

Se o otimismo por um desfecho positivo é grande, a vontade de permanecer no Corinthians parece ainda maior. Já adaptado, dono da posição e elogiado pela torcida, Danilo Avelar frisou sua intenção de seguir traçando seus passos no CT Joaquim Grava. Sobrou até para Romero, que já fez dupla com Guilherme Arana e Sidcley, ambos negociados com o futebol europeu.

"Eu voltei para ficar. Sempre quis retornar para o Brasil, mas também prezei pelo momento certo. Não queria vir por vir ou para ficar rodando aqui. Queria voltar com uma bagagem boa, para mostrar meu futebol e ficar. Esse é meu pensamento", destacou.

"Brincaram aqui no clube que o Romero ajuda os laterais a irem para fora. Aí eu falei: 'Romero, você vai me ajudar aqui. Deixa eu ficar no Coringão quietinho, tranquilo, aqui estou feliz (risos)", concluiu.

Veja mais em: Danilo Avelar e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians foi condenado pela Justiça do Trabalho a indenizar o meia Guilherme que, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2019, ficou sob contrato com o clube.

    Corinthians é condenado pela Justiça do Trabalho a indenizar o meia Guilherme; valor é milionário

    ver detalhes
  • Corinthians teve mais uma tarde de treino de olho no jogo contra a Chapecoense

    Corinthians trabalha posse de bola e marcação pressão em mais um treino de olho na Chapecoense

    ver detalhes
  • O Corinthians estreia no NBB nesta quinta-feira, contra o Pato Basquete, às 19h30, fora de casa

    Guia Meu Timão: tudo sobre a busca do Corinthians por um título inédito no NBB

    ver detalhes
  • Neo Quimica Arena receberá 100% do público pela primeira desde o início da pandemia, há cerca de 19 meses

    Torcedores do Corinthians reclamam de nova pontuação do Fiel Torcedor; veja explicação do clube

    ver detalhes
  • Cris Gambaré, diretora de futebol feminino do Corinthians, e Arthur Elias, técnico da equipe, deram entrevista coletiva nesta quarta-feira

    Arthur Elias comenta situação de corinthianas na Seleção e projeta semifinal contra a Ferroviária

    ver detalhes
  • Presidente do Fortaleza negou interesse do Corinthians por técnico Vojvoda

    Presidente do Fortaleza nega interesse do Corinthians em Vojvoda

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x