Aposentado, Sandro Meira Ricci diz se foi pênalti de Gil sobre Ronaldo Fenômeno

8.9 mil visualizações 53 comentários

Por Meu Timão

Tranco de Gil (que defenderia Corinthians anos depois) derrubou R9 em jogo no Pacaembu

Tranco de Gil (que defenderia Corinthians anos depois) derrubou R9 em jogo no Pacaembu

Daniel Augusto Jr/Foto Arena

Árbitro que representou o Brasil na Copa do Mundo da Rússia, Sandro Meira Ricci recordou uma das principais polêmicas de sua carreira: o pênalti cometido pelo zagueiro Gil, então jogador do Cruzeiro, sobre Ronaldo Fenômeno, do Corinthians, no duelo entre as equipes disputado na noite de 13 de novembro de 2010, no Pacaembu, pelo Brasileirão.

Reveja o lance:

Em descontraída entrevista ao canal do YouTube Desimpedidos, Sandro, agora ex-juiz de futebol, confirmou que Ronaldo foi derrubado pelo defensor cruzeirense, embora torcida, jogadores e até o técnico do time de Belo Horizonte tenham reclamado da marcação de forma veemente na época.

“Isso é do torcedor, cara (a bronca da torcida do Cruzeiro). Tem que respeitar. Mas a história não é essa”, iniciou Ricci. “Foi pênalti, foi um tranco por trás, inclusive no outro dia, na Globo, botaram lá todos os comentaristas e todos eles falaram que foi”, relembrou o ex-árbitro.

Marcada a penalidade máxima a favor dos corinthianos, Ronaldo foi para a cobrança e não desperdiçou, marcando o único gol daquela partida – vitória pelo placar mínimo dos donos da casa, que lutavam, assim como os mineiros, pelo título brasileiro.

Para Sandro, o penal sofrido por R9 não foi o único motivo das reclamações do Cruzeiro: “O que aconteceu que foi muito ruim: quatro lances de área pro Cruzeiro em que eu interpretei que nenhum foi pênalti; e no lance de área pro Corinthians, eu interpretei que foi. Então o torcedor não entende isso. ‘Se teve quatro pro meu lado, um tinha que ter sido (pênalti) pelo menos’”, disse.

“Eu fiquei em dúvida, mas até hoje... Eu não gostaria de refazer o jogo da maneira que eu fiz, não em termos de decisão, mas em termos de controle. Achei que poderia ter um pouco mais de controle”.

No fim das contas, o Corinthians terminaria o Campeonato Brasileiro de 2010 na terceira colocação, com 68 pontos. O Fluminense, com 71, foi o campeão, enquanto o Cruzeiro terminou com o vice-campeonato (dois pontos a menos).

Veja mais em: Arbitragem e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Jô durante duelo com Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians sucumbe no segundo tempo e perde de virada para Atlético-MG na estreia do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô marcou o primeiro gol do Corinthians diante o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Jô fica com melhor avaliação em noite de médias baixas no Corinthians; lateral beira o zero

    ver detalhes
  • Tiago Nunes reclamou até de um pênalti que Ruan Oliveira teria sofrido no final do jogo

    Tiago Nunes vê Corinthians desgastado, reclama de pênalti e lamenta chance perdida para fazer 3 a 0

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira comemorou sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Gabriel Pereira comemora estreia pelo time profissional do Corinthians: 'Um sonho de criança'

    ver detalhes
  • Arana e Michel Macedo no duelo entre Corinthians e Atlético Mineiro

    Torcida do Corinthians lamenta derrota no Brasileirão e destaca falta de opções entre os reservas

    ver detalhes
  • Araos anotou o segundo gol do Corinthians contra o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Com gol de Araos, 11 jogadores já marcaram pelo Corinthians na temporada; veja lista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: