Empresário de Pedrinho nega propostas, mas faz alerta sobre momento financeiro do Corinthians

65 mil visualizações 187 comentários

Por Meu Timão

Empresário espera que Pedrinho não faça as malas tão cedo para deixar o Corinthians

Empresário espera que Pedrinho não faça as malas tão cedo para deixar o Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Nesta quinta-feira, a notícia de que o Paris Saint Germain estaria disposto a pagar a multa de Pedrinho mexeu com os ânimos da torcida do Corinthians. Apesar da aflição de alguns alvinegros, a situação do garoto já parece mais tranquila com relação a uma possível saída. Segundo seu empresário Will Dantas, o clube francês não fez qualquer tipo de consulta pelo camisa 38.

"Não tem nada. O que aconteceu foi: eu estava descendo para a praia e recebi uma ligação de um jornalista do L'Equipe (jornal francês que noticiou o interesse do PSG) me indagando se tinha chegado algum contato do PSG. Fui bem enfático. Para mim não chegou nada. Giuliano Bertolucci é um parceiro meu, está na Europa e não recebeu nada", explicou, em entrevista ao PodcasTIMÃO.

Em coletiva concedida após o treino da sexta-feira, Pedrinho comentou o possível interesse dos franceses em seu futebol. Querendo se consolidar no Timão, o garoto reforçou o interesse de permanecer no CT Joaquim Grava. E essa não é uma vontade exclusiva do garoto.

Leia também:
Corinthians acerta contratação de Érika, da Seleção Brasileira
Com prováveis mudanças na escalação, Corinthians recebe Atlético-PR na noite deste sábado

"Pensando em uma carreira sólida, eu não acho que seja o momento de sair do Corinthians, independente do clube que vá. Porque não adianta ir para um Real Madrid, Barcelona ou PSG e os caras emprestarem para um clube pequeno. Eu acho que o Pedrinho precisa de mais cancha, jogar mais no Corinthians e se solidificar", opinou o empresário do atleta.

Apesar da vontade de todas as partes de permanecer, um fator pode acabar pesando para uma eventual negociação da joia do Terrão: o momento delicado dos cofres alvinegros. Na visão do agente, o clube dificilmente recusaria alguma proposta no valor da multa - são 50 milhões de euros (cerca de R$ 214 milhões).

"Acho que o Corinthians pensa a mesma coisa que eu (que ele tem que ficar). Mas, como o Corinthians não está atravessando um momento financeiro muito bom, acho que se chegarem a pagar a multa, vai ser vendido. Acho muito difícil recusarem, até pela carreira do menino também", concluiu.

Veja mais em: Pedrinho e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Jô durante duelo com Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians sucumbe no segundo tempo e perde de virada para Atlético-MG na estreia do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô marcou o primeiro gol do Corinthians diante o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Jô fica com melhor avaliação em noite de médias baixas no Corinthians; lateral beira o zero

    ver detalhes
  • Tiago Nunes reclamou até de um pênalti que Ruan Oliveira teria sofrido no final do jogo

    Tiago Nunes vê Corinthians desgastado, reclama de pênalti e lamenta chance perdida para fazer 3 a 0

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira comemorou sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Gabriel Pereira comemora estreia pelo time profissional do Corinthians: 'Um sonho de criança'

    ver detalhes
  • Arana e Michel Macedo no duelo entre Corinthians e Atlético Mineiro

    Torcida do Corinthians lamenta derrota no Brasileirão e destaca falta de opções entre os reservas

    ver detalhes
  • Araos anotou o segundo gol do Corinthians contra o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Com gol de Araos, 11 jogadores já marcaram pelo Corinthians na temporada; veja lista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: