Pedrinho reconhece falta de entrosamento, mas já mira confronto do Corinthians diante do Colo-Colo

Pedrinho reconhece falta de entrosamento, mas já mira confronto do Corinthians diante do Colo-Colo

Por João Pedro Izzo e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

2.3 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Pedrinho durante jogo contra o Atlético-PR, na Arena Corinthians

Pedrinho durante jogo contra o Atlético-PR, na Arena Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O meia-atacante Pedrinho falou na zona mista da Arena Corinthians após o confronto diante do Atlético-PR neste sábado, pelo Brasileirão. O jovem comentou sobre a falta de entrosamento da equipe, valorizou jovens do elenco e já mirou o confronto diante do Colo-Colo nesta quarta-feira, válido pela ida das oitavas de final da Libertadores 2018.

Pedrinho tratou de enaltecer os 'moleques' que entraram como titulares diante do Atlético-PR, visto que o Corinthians terminou o jogo deste sábado com oito jogadores com menos de 23 anos. Sobre o assunto, o meia-atacante disse que os jovens os quais entraram deram conta do recado. Em contrapartida, lamentou o resultado, colocando a falta de entrosamento como fator contribuinte para o empate.

"Nós vínhamos também numa mexida muito boa, os moleques que entraram deram conta do recado. Fica aquele gosto amargo, queríamos vencer, mas sabíamos que faltaria um pouco de entrosamento", comentou a respeito do empate.

Leia também:
Carlos Augusto sobre o primeiro jogo oficial no Corinthians: 'Guardarei essa data para sempre'
Cássio vê atuação aquém de 'jovem Corinthians' como 'normal' e mira Colo-Colo
Thiaguinho sente improvisação e Carlos Augusto opta pelo feijão com arroz; Léo Santos bem no meio

O garoto voltou a falar sobre a falta de entrosamento, citou o fato da estreia de Thiaguinho e Carlos Augusto em jogos oficiais e a dificuldade em jogar com a camisa do Corinthians em um estádio lotado. Pedrinho aproveitou para dizer que a equipe sentiu a falta de intensidade na parte ofensiva, porém, valorizou o ponto conquistado e a difícil sequência de jogos que o Timão vêm enfrentando.

"Acho que o que dificultou mais foi essa falta de entrosamento, último passe para poder concluir mais a gol. Dois jogadores estrearam, muitos jovens. É difícil jogar com essa camisa num estádio lotado. Tem que valorizar. Os moleques entraram, claro que fica aquele gosto amargo, mas vamos trabalhar para voltar a vencer", analisou.

"Osmar Loss é um cara que gosta do time muito intenso, aguerrido. Sentimos que faltou isso um pouco na parte ofensiva. Como ele mesmo falou, tem que enaltecer, viemos de uma sequência muito pesada. O resultado não veio, mas esse um ponto pode fazer diferença lá na frente", concluiu.

Já projetando o duelo contra o Colo-Colo nesta quarta-feira, pela Libertadores, Pedrinho relembrou que os desfalques diante do Atlético-PR - Fagner, Danilo Avelar e Gabriel - devem voltar a estar à disposição do técnico Osmar Loss e, portanto, o entrosamento da equipe tende a melhorar. Em relação à pressão da torcida adversária, Pedrinho se mostrou tranquilo e disse que o Corinthians vai em busca de um grande jogo no estádio Monumental, que tem capacidade para cerca de 47 mil lugares.

"Provavelmente as pessoas que ficaram fora desse jogo vão voltar e o entrosamento, importantíssimo. Se cada jogador der o máximo, significa que coletivamente a gente vai melhorar", ressaltou Pedrinho, que ainda concluiu a respeito da pressão da torcida no estádio do Colo-Colo:

"Eu fico tranquilo quanto a isso. É difícil jogar aqui na Arena também, a torcida que não para de vibrar, torcida ‘chata’, no bom sentido. A gente acaba se acostumando, não é o fator principal. É uma equipe muito boa e vamos trabalhar fazer um grande jogo lá", encerrou.

Veja mais em: Pedrinho, Campeonato Brasileiro, Libertadores da América e Osmar Loss.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes