Torcida do Corinthians protesta na web contra contratação de jogador acusado de agredir mulher

Torcida do Corinthians protesta na web contra contratação de jogador acusado de agredir mulher

51 mil visualizações 529 comentários Comunicar erro

Juninho estava emprestado pelo Sport ao Ceará

Juninho estava emprestado pelo Sport ao Ceará

Fernando Ferreira/Ceará

Torcedores do Corinthians têm movimentado as redes sociais a fim de tentar reverter a contratação do atacante Juninho, de 19 anos, ex-Sport. A razão do boicote virtual está longe de ser mera brincadeira: o jogador é acusado de ter agredido e ameaçado de morte a ex-namorada em outubro do ano passado.

Tão logo o Sport anunciou o empréstimo de Juninho ao Corinthians, milhares de torcedores alvinegros rapidamente se manifestaram de forma contrária à negociação na internet. A hashtag #JuninhoNoCorinthiansNão, no momento desta publicação, é a mais mencionada no Twitter em todo o estado de São Paulo.

O Meu Timão separou algumas mensagens de corinthianos publicadas na rede social e que reforçam o protesto contra a contratação do atacante (leia-as mais abaixo). Muitas delas recordam a luta incessante do clube não só contra o machismo no futebol – horas mais cedo, por exemplo, o Timão havia celebrado os 12 anos da Lei Maria da Penha e divulgado o número de telefone (180) para denúncias de abuso contra mulheres.

HISTÓRICO DE PROBLEMAS

Apesar do talento para o futebol, Juninho coleciona polêmicas fora dos gramados. No começo de 2018, o atacante se reapresentou no Sport cinco quilos acima do peso ideal. Pouco tempo depois, se negou a viajar com a delegação do clube para uma partida contra o Santos-AP, pela Copa do Brasil. O fato irritou o técnico Nelsinho Batista, que externou a situação:

“(...) um jogador desse não pode ficar no Sport. Porque a instituição é maior do que todos nós, se ele não respeita as pessoas, os profissionais que trabalham aqui, ele tem que respeitar a instituição. Por isso que ele está fora do grupo hoje”, bradou o treinador.

Já em 2017, o hoje reforço do Sub-20 corinthiano foi detido após ser acusado de agredir sua ex-namorada. A jovem relatou à polícia uma série de agressões cometidas pelo jogador contra ela, que também teria sido ameaçada com uma faca. Juninho pagaria fiança de R$ 10 mil e seria liberado horas depois.

Indiciado, ele responde em liberdade ao processo por agressão, ameaça e injúria.

Leia algumas mensagens de corinthianos no Twitter

Veja mais em: Mercado da bola, Contratações do Corinthians e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Dupla assinou novo contrato até o fim de 2022

    Cássio e Fagner renovam contratos com o Corinthians por mais uma temporada

    ver detalhes
  • Corinthians tem sete marcas estampadas no uniforme em 2019

    Uniforme do Corinthians já vale quase R$ 80 milhões; saiba os valores das sete marcas

    ver detalhes
  • Gabriel ainda não tinha treinado com bola em 2019

    Com duas novidades em campo, Corinthians se reapresenta após estreia do Paulistão

    ver detalhes
  • Timãozinho segue treinando forte para encarar o Vasco, pela semifinal da Copinha

    Semifinal da Copinha e dois confrontos pelo Paulistão: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes