Clayson deve ser denunciado pelo STJD por jogar água em torcedores rivais

Clayson deve ser denunciado pelo STJD por jogar água em torcedores rivais

Por Meu Timão

25 mil visualizações 369 comentários Comunicar erro

Clayson pode ser julgado por jogar água em torcedores rivais durante derrota do Timão

Clayson pode ser julgado por jogar água em torcedores rivais durante derrota do Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Clayson corre o risco de ser punido por atitude polêmica na derrota de 2 a 1 do Corinthians diante da Chapecoense, do último domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O meia-atacante jogou água em torcedores da equipe catarinense, quanto estava a caminho do banco de reservas do Timão, e pode ser julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelo ocorrido.

Segundo informação do portal GloboEsporte.com, o caso de Clayson já está sendo analisado na entidade - ainda que não tenha sido relatado na súmula do árbitro Grazianni Maciel Rocha. Felipe Bevilacqua, procurador-geral do STJD, garantiu que o órgão irá "tomar as devidas providências" sobre a atitude do corinthiano e deve se pronunciar nos próximos dias.

Caso seja julgado, Clayson pode ser enquadrado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. São eles: 258-A (Provocar o público durante partida, prova ou equivalente) ou 258 (Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código). Em ambos o meia-atacante teria como pena máxima a suspensão por seis partidas.

Leia também:
Time alternativo do Corinthians tem apenas 25% de aproveitamento no Brasileirão; relembre os jogos
Com esboço inicial de escalação, Corinthians faz primeiro treino antes de decisão em Chapecó

O lance protagonizado por Clayson ocorreu minutos após o gol de empate da Chapecoense, na Arena Condá. O camisa 25 dava lugar a Pedrinho em campo e, no caminho para o banco de reservas, foi provocado por torcedores rivais no alambrado. Ele se irritou, pegou uma garrafa de água e disparou um esguicho, acertando assim uma família de torcedores.

Criticado duramente nas redes sociais pela atitude, o meia-atacante se desculpou após o apito final. "Ele acabou me xingando, mas não justifica. Acabei errando. É pedir desculpas, a gente sai de cabeça quente. Ele me xingou, estava com a família dele, mas uma coisa não justifica outra”, disse na ocasião.

Vale destacar que, no ano passado, Clayson esteve nos holofotes de uma outra polêmica por indisciplina. O jogador acabou punido pelo STJD com um jogo de suspensão após ser acusado de cuspir em Felipe Melo, após a vitória por 3 a 2 do Corinthians em clássico contra o Palmeiras. A partida foi disputada na Arena, em Itaquera, pelo segundo turno do Brasileirão daquela temporada.

Em tempo: o Corinthians volta a enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá, nesta quarta-feira. Desta vez, o confronto será válido pela volta das quartas de final da Copa do Brasil. O Timão venceu o primeiro jogo do mata-mata, em Itaquera, pelo placar de 1 a 0.

Veja mais em: Clayson e STJD.

Veja Mais:

  • Fabricio Oya marcou outra vez pelo Corinthians e ajudou a garantir a vaga na semi

    Com gols de artilheiros, Corinthians despacha Grêmio e vai à semifinal da Copinha

    ver detalhes
  • Roger se despediu dos seus companheiros na tarde desta sexta-feira no CT

    Sem espaço no Corinthians, Roger pede rescisão e é atendido pela diretoria

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel foi anunciado como reforço do Cruzeiro

    Marquinhos Gabriel deixa Corinthians e é anunciado pelo Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro está confirmado por Carille e médicos do Corinthians para a partida deste domingo

    Carille confirma escalação do Corinthians para estreia do Paulistão; Ramiro tem situação atualizada

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes