Lateral do Corinthians assume 'parcela de culpa' dos jogadores por má fase no Brasileiro

2.9 mil visualizações 33 comentários

Danilo Avelar falou com os jornalistas na tarde desta terça-feira

Danilo Avelar falou com os jornalistas na tarde desta terça-feira

Rodrigo Vessoni

Danilo Avelar foge das frases feitas, do lugar comum. Com vasto vocabulário e a experiência de quem morou fora do Brasil por quase dez anos, o lateral-esquerdo do Corinthians concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira e falou sobre diversos assuntos

Como não poderia ser diferente, o momento irregular da equipe que, apesar da classificação na Copa do Brasil, não vence há três rodadas no Brasileirão foi um dos assuntos comentados - equipe enfrenta o Fluminense, nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro.

Leia também:
Corinthians tenta reaver R$ 9 milhões gastos em seis anos com policiamento
Loss volta a apostar sem centroavante e define Corinthians que pega Fluminense

E o jogador não repassou a culpa para ninguém. Na sua visão, a maior parte da culpa é de quem entra em campo.

"O treinador, o Cifut, a diretoria, fora de campo eles trabalham, dão o máximo de empenho para a gente render, mas em campo nós que corremos, nós que colocamos em prática. Temos uma grande parcela de culpa, inclusive eu. Podemos fazer melhor, é um grupo unido, humilde, junto com todos podemos sair dessa situação. É um grupo que merece. Sabemos das saídas, das mudanças, da adaptação, mas não serve de desculpa. Estamos no meio do campeonato e só o resultado vai valer", afirmou o camisa 35.

Avelar falou também sobre a pressão sofrida por Osmar Loss, principalmente depois do revés para o Grêmio na Arena Corinthians. Na visão do lateral-esquerdo do Timão, uma situação que já era prevista por se tratar de um dos clubes mais populares do país.

"Em se tratando de Corinthians, claro que num momento como esse (de pressão) vai ter, não é novidade. Não tentamos transmitir essa pressão para campo, não ajuda. Tem de estar tranquilo, cabeça boa, sabendo que tem que ganhar. Pressão tem sim, mas não deixamos tomar conta, ela não vai colaborar em nada", lembrou o camisa 35, que relembrou de sua época de jogador para falar sobre o assunto.

"Um pouco inevitável se manter isolado. Sei mais ou menos o que passa, sou torcedor do Corinthians, sei como são as cosias mesmo antes de jogar aqui. No Corinthians só a vitória basta, então vai ter pressão, a torcida vai cobrar, tem que ser assim, time que quer ser campeão tem de ser cobrado sempre. Nos cabe reverter", finalizou.

Veja mais em: Danilo Avelar e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Cássio foi eleito apenas pela segunda vez entre os melhores do Paulista

    Corinthians tem três representantes, domina defesa e 'divide' seleção do Paulista

    ver detalhes
  • Corinthians viajou em voo fretado durante a Sul-Americana de 2019 e repetirá a logística durante o Brasileirão 2020

    Corinthians opta por fretar avião para viagens do Campeonato Brasileiro; veja os motivos

    ver detalhes
  • Primeiros meses de Tiago Nunes no Corinthians foram intensos

    Agora é Brasileirão! Como foi a temporada do Corinthians até antes da estreia no torneio nacional

    ver detalhes
  • [Mayara Munhoz] Neto, Luan e uma faixa de protesto no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida não poupou críticas a Luan após o vice do Paulistão

    Torcedores do Corinthians cobram Luan com faixa em frente ao CT: 'Tem que ter raça'

    ver detalhes
  • Tiago Nunes comandou os reservas em atividade com bola

    Corinthians se reapresenta ao CT e inicia preparação para disputa do Brasileiro; veja provável time

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: