Pedrinho admite mau momento, mas pondera: 'Se o coletivo não vai bem, o individual também é ruim'

Pedrinho admite mau momento, mas pondera: 'Se o coletivo não vai bem, o individual também é ruim'

1.5 mil visualizações 44 comentários Comunicar erro

Pedrinho concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira

Pedrinho concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira

Foto: Rodrigo Vessoni

Pedrinho é apenas um dos jogadores do Corinthians que caíram de produção nas últimas semanas. De maneira geral, todos os jogadores de linha do Timão estão abaixo do que podem render. Na tarde desta sexta-feira, véspera do jogo contra o Paraná Clube, na Arena, pelo Brasileirão, o camisa 38 falou sobre essa queda de produção.

O meia-atacante não escondeu que vem atuando pior do que deveria, mas ponderou que o coletivo da equipe também está com problemas. Consequentemente, a individualidade dos jogadores também é afetada.

Leia também:
E aí, Globo? Corinthians completará três meses sem jogos na TV aberta aos domingos
Loss esboça Corinthians titular para duelo com Paraná; Jonathas não treina

"Vai muito do elenco... O coletivo às vezes não funciona e o individual também não. O time caiu nos últimos jogos. Eu me cobro muito depois dos jogos, posso ter reduzido os dribles que gosto, mas eu ouço as críticas. Tenho que melhorar tanto individual quanto coletivamente e sei que todos indo bem meu futebol também vai melhorar", afirmou Pedrinho, que completou:

"Vai muito da confiança. Quando as coisas não acontecem coletivamente, o individual cai um pouco. Eu revejo os vídeos quando chego em casa e aquilo que consegui dentro do clube não pode cair. Mas tenho certeza que nosso elenco é muito forte e vai dar a volta por cima", lembrou.

O camisa 38, pela primeira vez desde que subiu à equipe principal do Corinthians, vive um momento de maior turbulência, sendo um dos alvos das cobranças. O meia-atacante não escondeu que a cobrança está sendo forte, principalmente nas redes sociais.

"Acho que a crítica, quando aparece, é igual para todo mundo. Muitas vezes, mais nas redes sociais, onde as pessoas cobram bastante. Tentamos não olhar tanto para a confiança não abaixar. Estou começando agora, já vivi momentos bons e agora é só uma fase que vamos passar juntos. Tento não ver essas coisas, converso com a minha família, que me ajuda mesmo de longe. Eles me ajudam para as coisas acontecerem em campo", afirmou o jogador, que ainda lembrou:

"É a primeira vez que estou nessa situação e sei que jogador sempre terá isso. Tento evoluir, o que o pessoal me fala eu tento absorver. Ninguém quer passar por esse momento negativo, mas o grupo está unido. Tem uma cobrança interna também e queremos sair dessa situação o quanto antes. Nenhum jogador nem torcedor que ver seu time perdendo", finalizou.

Veja mais em: Pedrinho.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez volta da Europa neste domingo, com chegada ao Brasil no dia seguinte

    Presidente do Corinthians já tem data para retorno da Europa; otimismo por reforços na bagagem

    ver detalhes
  • Fiel deve comparecer em ótimo público à Arena neste sábado à noite

    Torcida abraça Corinthians, e Arena deve receber 30 mil em jogo diante do Vasco

    ver detalhes
  • Gustavo está entre os jogadores mais decisivos do país em 2018

    Emprestado pelo Corinthians, Gustavo brilha de novo e chega a 30 gols na temporada 2018

    ver detalhes
  • Richard foi apresentado ao lado de Robinho no Fluminense; ambos vieram do Atibaia-SP

    Contratado de graça pelo Fluminense, Richard pode custar R$ 8 milhões ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes