Triste por queda em jogo especial, Ralf se coloca à disposição para atuar na zaga caso necessário

3.6 mil visualizações 60 comentários

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

Ralf deixou Arena Corinthians feliz por marca, mas triste pela eliminação

Ralf deixou Arena Corinthians feliz por marca, mas triste pela eliminação

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Libertadores é com ele. Embora muitos jogadores sejam relacionados com essa frase, no Corinthians, Ralf é quem mais se encaixa na afirmativa. Nesta quarta-feira, no triunfo alvinegro frente o Colo-Colo, por 2 a 1, o volante completou seu 44º jogo pelo torneio, se isolando como jogador que mais vezes representou o Timão na competição continental.

A alegria pela marca, no entanto, durou pouco. Por conta do gol qualificado, a equipe alvinegra acabou eliminada mesmo com a vitória em Itaquera: "A marca, para mim, é de suma importância. Claro que não foi da forma que eu planejei, sendo desclassificado em casa, diante do nosso torcedor, mas a gente teve um placar adverso no Chile e foi difícil reverter aqui", disse Ralf, na zona mista da Arena.

"Mas agora é juntar o caco, pensar no Atlético Mineiro no sábado. É uma batalha difícil, estamos em uma posição incômoda na tabela e agora é lutar para reverter isso" completou, projetando a sequência da temporada de Osmar Loss e cia.

Leia também:
Léo Santos lamenta gol adversário, destaca aprendizados e critica arbitragem da Libertadores
Andrés Sanchez volta a bancar Loss no Corinthians e detona arbitragem e Conmebol
Só dupla se salva em eliminação do Corinthians; Avelar e Loss são os 'vilões'

No duelo destacado contra os mineiros, vale destacar, Ralf pode ter uma experiência diferente. Com Pedro Henrique e Henrique apresentando possíveis problemas físicos, o camisa 15 pode acabar tendo que atuar como zagueiro - assim como fez na reta final do embate contra os chilenos. Experiente, o atleta já se colocou à disposição do treinador.

"Caso precise, jogo sim. Não é minha função, mas estou aqui para ajudar. Estamos com poucos jogadores na zaga, se precisar, estou à disposição do professor. Se precisar no fim de semana, creio que o professor vai ver o que dá para fazer. Acho que dos que saíram por lesão o mais grave foi do Pedro Henrique, mas espero que não seja nada", concluiu.

Panorama atual

A necessidade de utilizar Ralf na zaga depende da avaliação de Pedro Henrique, que deixou o campo com um entorse no joelho e realizou exames de imagem na tarde desta quinta-feira. - Henrique, que levou pancada nas costas, treinou normalmente. Loss ainda tem como opção a dupla Léo Santos e Marllon, o último atuou poucas vezes com a camisa alvinegra. Além destes, Vilson, outra opção do elenco, ainda vive fase de transição por conta de lesão no joelho.

Veja mais em: Ralf e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Transferência de Davó foi anulada nos tribuinais

    Justiça aponta fraude e contratação de Davó pelo Corinthians pode ser anulada; entenda

    ver detalhes
  • Olha onde foi parar a grana da venda do Pedrinho | Corinthians x Benfica

    VÍDEO: Olha onde foi parar a grana da venda do Pedrinho | Corinthians x Benfica

    ver detalhes
  • Camisa personalizada em homenagem a Neto por conquista do Brasileirão 1990

    Corinthians vende camisas personalizadas de ídolos e do time feminino, veja opções

    ver detalhes
  • Parque São Jorge segue fervendo nos bastidores

    Conselho de Orientação do Corinthians marca acareação para explicações sobre contas de 2019

    ver detalhes
  • Tiago Nunes intensifica trabalhos táticos para volta dos jogos do Paulistão

    Tiago Nunes trabalha saída de bola do Corinthians em atividade tática no CT; veja fotos

    ver detalhes
  • Matheus Matias foi uma das apostas recentes do Corinthians no mercado

    Diretor revela que alertou Andrés Sanchez sobre excesso de contratações no Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: