Diferença absurda no saldo de gols expõe dois Corinthians na Libertadores: dentro e fora de casa

Diferença absurda no saldo de gols expõe dois Corinthians na Libertadores: dentro e fora de casa

9.9 mil visualizações 80 comentários Comunicar erro

Derrota no Chile e vitória na Arena; rotina do Corinthians em Copa Libertadores

Derrota no Chile e vitória na Arena; rotina do Corinthians em Copa Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians está eliminado da Copa Libertadores 2018. Uma queda que foi confirmada após os dois jogos com o Colo-Colo pelas oitavas de final. Na ida, no Chile, derrota por 1 a 0. Na volta, no Brasil, vitória por 2 a 1.

A eliminação se deu pelo gol qualificado dos visitantes. Mais do que isso: o duelo com o Colo-Colo representa com exatidão o que é o Corinthians no principal torneio sul-americano: mal fora de casa e bem dentro.

Leia também:
Chilenos quebram 180 cadeiras e Corinthians aponta prejuízo de R$ 50 mil na Arena
Gol qualificado derruba Corinthians pelo terceiro ano seguido em torneios da Conmebol
Andrés Sanchez volta a bancar Loss no Corinthians e detona arbitragem e Conmebol

A reportagem do Meu Timão fez o levantamento do retrospecto do Timão na Libertadores nas duas situações: mandante e visitante. E a diferença de postura e, consequentemente de resultados, é impressionante. Representada, principalmente, pelo saldo de gols.

O Corinthians chegou a 120 jogos na Copa Libertadores. Foram 60 na casa dos rivais e 60 como mandante, diante da Fiel, seja no Morumbi, Pacaembu, Arena ou qualquer outro estádio. O saldo como mandante é o de incríveis 97 gols positivos. Já o saldo como visitante é o de sofríveis seis gols negativos.

A diferença é abissal. O Timão, como mandante, fez 144 gols e levou apenas 47. Já como visitante, o clube tem apenas 65 gols a favor e 71 gols contra.

Esses dois saldos de gols dentro e fora de casa (97 x -6) ajudam a entender as últimas eliminações, que foram confirmadas após jogos ruins como visitante e jogos melhores mas insuficientes como mandante. Em 2012, quando foi campeão, o Timão não perdeu em nenhum jogo de ida dos mata-matas.

Que as diretorias e comissões técnicas do Corinthians tenham consciência de que é preciso mudar a postura como visitante na Copa Libertadores. Urgentemente.

Veja mais em: Libertadores da América e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jair conta com Romero para surpreender Cruzeiro fora de casa; time viaja à noite

    Jair preserva titulares, e Corinthians não tem treino tático antes de pegar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Livre de incômodo, Douglas deve ser novidade no time titular do Corinthians

    Com retorno de volante, Corinthians relaciona 22 para viagem a Belo Horizonte

    ver detalhes
  • Andrés (à dir.) ao lado do diretor de futebol Duílio Monteiro

    Presidente do Corinthians viaja à Europa em busca de contratações

    ver detalhes
  • Gabriel pode deixar o Corinthians ao fim da atual temporada

    Gabriel volta a ter saída cogitada para o futebol europeu; agente do volante está na Itália

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes