Roger vê Corinthians 'guerreiro', pontua desfalques e projeta jogo no Castelão

Roger vê Corinthians 'guerreiro', pontua desfalques e projeta jogo no Castelão

Por Vinícius Souza e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

1.7 mil visualizações 38 comentários Comunicar erro

Roger teve atuação discreta em empate na Arena Corinthians

Roger teve atuação discreta em empate na Arena Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O centroavante Roger viu com bons olhos o empate do Corinthians por 1 a 1 com o Atlético-MG, na noite de sábado, na Arena Corinthians. Para o camisa 9, o desempenho do Timão deve ser considerado positivo em razão da série de desfalques – seis atletas titulares não atuaram, sendo quatro por problemas físicos ou musculares.

“Eu não acho (que o time está sem confiança). Teve muita troca, já falei isso. Hoje (sábado) sem seis jogadores, bastante troca. Treinador não consegue escalar três ou quatro vezes a equipe”, declarou Roger na zona mista da Arena Corinthians.

Leia também: Corinthians explica baixas de titulares e de Sheik contra o Atlético-MG

Na avaliação do jogador, embora o Corinthians tenha finalizado pouco a gol (seis arremates, apenas dois no alvo), não faltou entrega. “Mais confiante, mais alegre, mais leve. Claro que seis jogadores (fora) fazem a diferença, estávamos um pouco mais entrosados. Hoje prevaleceu a luta, o empenho, do jeito que deu, é difícil”, acrescentou o atacante, que também assumiu ter sentido o ritmo de partidas:

“Hoje eu estava um pouco cansado devido à quarta-feira (diante do Colo-Colo) termos nos entregado bastante. Agora é descansar e não lamentar esse resultado. Se conseguirmos um grande resultado no Ceará, esse empate vai ser muito bom”.

O único gol corinthiano foi marcado por Pedrinho, em chute de fora da área. Roger, homem mais ofensivo do Timão frente ao Atlético-MG, procurou abrir espaços para meias e pontas, além de aumentar a presença de área dos donos da casa. Ainda assim, teve atuação discreta – tentou uma única finalização, para fora.

Opção para Loss, o centroavante quer estar em campo na quarta-feira, quando o Corinthians visita o Ceará no Castelão, em Fortaleza, às 20h, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Tudo que aconteceu no jogo que fique no campo, a gente ficou com prejuízo da eliminação, mas essa ideia do jogo de quarta-feira é de hoje: correr, batalhar, lutar, não entregar os pontos. Importante nessa hora é não perder, já que você pega um Atlético com time preparado, descansado e muito bem treinado. Acho que pra quarta-feira, voltando todo mundo, dando opções pro treinador, podemos fazer um grande jogo lá”, finalizou.

Confira os melhores momentos

Veja mais em: Roger e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Com dores no tornozelo, Sornoza foi retirado do treino desta quarta; Timão estreia domingo

    Sornoza sente e vira dúvida no Corinthians para estreia no Paulista; Romero participa de coletivo

    ver detalhes
  • Guilherme Arana está sendo monitorado pelo Corinthians enquanto não define seu destino em 2019

    Andrés Sanchez garante: 'No Brasil, o Arana só joga no Corinthians'

    ver detalhes
  • Janderson é um dos destaques do Corinthians na Copinha-2019

    Com dois desfalques, Corinthians encara time de campanha histórica nas oitavas da Copinha

    ver detalhes
  • Fagner e Arana foram os laterais titulares do Corinthians no heptacampeonato brasileiro

    Fagner projeta possível volta de Arana ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes