Corinthians confirma lavratura de BO e dá detalhes do assalto sofrido na Arena

10 mil visualizações 48 comentários

Por Meu Timão

Arena Corinthians foi palco de uma assalto na madrugada do último domingo

Arena Corinthians foi palco de uma assalto na madrugada do último domingo

Divulgação/Corinthians

O Corinthians confirmou, na tarde desta segunda-feira, por meio de uma nota oficial, a lavratura do boletim de ocorrência, no 9º Distrito Policial (Carandiru), relativo ao assalto que vitimou a concessionária responsável pela administração dos restaurantes da Arena. A ação dos bandidos aconteceu na madruga do último domingo, poucas horas após o jogo entre Timão e Atlético-MG.

Também por meio da nota oficial, o Corinthians deu novos detalhes sobre o assalto. O clube informou que 30 funcionários da AR Fast Food foram rendidos e amarrados por três bandidos. Com utilização de armas de fogo, eles roubaram 30 aparelhos intercomunicadores, 20 celulares e dois relógios. O Meu Timão apurou que cerca de R$ 150 mil também foram levados em dinheiro - os assaltantes agiram no momento em que era feita a contabilidade resultante da movimentação financeira após a partida, que contou com quase 30 mil torcedores.

Ainda conforme registrado junto à polícia, a ação dos bandidos durou cerca de uma hora. O crime foi registrado como de autoria desconhecida.

Confira abaixo a nota oficial divulgada pelo Corinthians

A Arena Corinthians informa que foi lavrado no 9º Distrito Policial (Carandiru) o Boletim de Ocorrência (BO) 2844/2018 que registra o assalto ocorrido na madrugada de domingo, 2 de setembro, em suas dependências. A vítima foi a empresa AR Fast Food do Brasil Ltda, fornecedora de lanches e refrigerantes. De acordo com o registro policial, os proprietários e funcionários da AR foram rendidos por três homens que entraram pelo setor Leste e alcançaram as dependências da empresa no momento em que era feita a contabilidade resultante da movimentação financeira após a partida de futebol entre Corinthians e Atlético Mineiro. Cerca de 30 funcionários foram amarrados com abraçadeiras plásticas sob ameaça de armas de fogo e 30 aparelhos intercomunicadores, 20 celulares e 2 relógios, além de todo dinheiro obtido com o trabalho e o pagamento dos funcionários, que já havia sido entregue, foi levado. A ação durou cerca de uma hora e o crime foi registrado como de autoria desconhecida.

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Bruno Méndez e Lucas Piton durante o último treino do Corinthians antes da final do Paulista

    Corinthians finaliza preparação para decisão do Paulista; veja provável escalação contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Segredo do Corinthians de Tiago Nunes e antecipação da venda de Carlos Augusto | #RMT

    VÍDEO: Segredo do Corinthians de Tiago Nunes e antecipação da venda de Carlos Augusto | #RMT

    ver detalhes
  • Cássio concedeu entrevista coletiva no início da tarde desta sexta-feira no CT Joaquim Grava

    Cássio celebra entrada no seleto grupo dos 10 jogadores que mais atuaram pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Fagner e Ramiro durante a final do Paulistão 2020

    [Publi] Apostadores apontam Palmeiras como favorito, mas Corinthians vai em busca do tetra

    ver detalhes
  • Carlos pode rumar ao futebol italiano nos próximos dias, após o fim do Paulistão

    Portal italiano diz que Monza espera Carlos ainda neste mês para exames; dirigente admite interesse

    ver detalhes
  • Pedrinho publica foto com camisa do Benfica após chegar em Portugal nesta sexta-feira

    Ex-Corinthians, Pedrinho chega em Portugal para se apresentar ao Benfica

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: