Corinthians confirma lavratura de BO e dá detalhes do assalto sofrido na Arena

Corinthians confirma lavratura de BO e dá detalhes do assalto sofrido na Arena

Por Meu Timão

10 mil visualizações 54 comentários Comunicar erro

Arena Corinthians foi palco de uma assalto na madrugada do último domingo

Arena Corinthians foi palco de uma assalto na madrugada do último domingo

Divulgação/Corinthians

O Corinthians confirmou, na tarde desta segunda-feira, por meio de uma nota oficial, a lavratura do boletim de ocorrência, no 9º Distrito Policial (Carandiru), relativo ao assalto que vitimou a concessionária responsável pela administração dos restaurantes da Arena. A ação dos bandidos aconteceu na madruga do último domingo, poucas horas após o jogo entre Timão e Atlético-MG.

Também por meio da nota oficial, o Corinthians deu novos detalhes sobre o assalto. O clube informou que 30 funcionários da AR Fast Food foram rendidos e amarrados por três bandidos. Com utilização de armas de fogo, eles roubaram 30 aparelhos intercomunicadores, 20 celulares e dois relógios. O Meu Timão apurou que cerca de R$ 150 mil também foram levados em dinheiro - os assaltantes agiram no momento em que era feita a contabilidade resultante da movimentação financeira após a partida, que contou com quase 30 mil torcedores.

Ainda conforme registrado junto à polícia, a ação dos bandidos durou cerca de uma hora. O crime foi registrado como de autoria desconhecida.

Confira abaixo a nota oficial divulgada pelo Corinthians

A Arena Corinthians informa que foi lavrado no 9º Distrito Policial (Carandiru) o Boletim de Ocorrência (BO) 2844/2018 que registra o assalto ocorrido na madrugada de domingo, 2 de setembro, em suas dependências. A vítima foi a empresa AR Fast Food do Brasil Ltda, fornecedora de lanches e refrigerantes. De acordo com o registro policial, os proprietários e funcionários da AR foram rendidos por três homens que entraram pelo setor Leste e alcançaram as dependências da empresa no momento em que era feita a contabilidade resultante da movimentação financeira após a partida de futebol entre Corinthians e Atlético Mineiro. Cerca de 30 funcionários foram amarrados com abraçadeiras plásticas sob ameaça de armas de fogo e 30 aparelhos intercomunicadores, 20 celulares e 2 relógios, além de todo dinheiro obtido com o trabalho e o pagamento dos funcionários, que já havia sido entregue, foi levado. A ação durou cerca de uma hora e o crime foi registrado como de autoria desconhecida.

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes