Cachito Ramírez fala ao Meu Timão, se declara à Fiel e brinca sobre 'segredo' do gol no Ceará

Cachito Ramírez fala ao Meu Timão, se declara à Fiel e brinca sobre 'segredo' do gol no Ceará

55 mil visualizações 159 comentários Comunicar erro

Cachito Ramirez foi campeão pelo Corinthians do Brasileiro-2011 e da Libertadores-2012

Cachito Ramirez foi campeão pelo Corinthians do Brasileiro-2011 e da Libertadores-2012

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na noite desta quarta-feira, Corinthians e Ceará se enfrentam em Fortaleza pela primeira vez em quase sete anos. O último confronto data de novembro de 2011 e ficou marcado pela vitória suada do Timão com gol único aos 35 minutos do segundo tempo. O autor da façanha quase todos os torcedores lembram: Luis Alberto Ramírez – ou simplesmente Cachito. E sabe quem também se recorda com carinho? O próprio meia peruano, hoje com 33 anos.

Cachito Ramírez, como ficou conhecido em sua passagem pelo Corinthians, concedeu entrevista por telefone ao Meu Timão antes do reencontro entre alvinegros paulista e cearense. O gol anotado no Estádio Presidente Vargas, claro, está entre as principais corinthianas recordações do peruano, que diz ter caído nas graças da Fiel após aquela partida e dá risada ao afirmar que "ninguém reparou" na importância simbólica daquele tento – além de aproximar a equipe do pentacampeonato brasileiro, o triunfo diante do Ceará oficializou a classificação do clube para a histórica edição de 2012 da Libertadores.

Mas nem só daquele gol vive Cachito Ramírez! Jogador do Alianza Lima, do Peru, há três anos, o meia guarda com carinho um pênalti convertido contra o Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista também de 2011. Falando no arquirrival... O ex-corinthiano cita como especial um jogo disputado no Allianz Parque na fase de grupos da Libertadores de 2018.

Ele também afirma com entusiasmo que ainda deseja enfrentar o Corinthians em torneios sul-americanos. Por outro lado, refutou o sonho de voltar ao clube do Parque São Jorge. Veja tudo isso e mais um pouco na entrevista abaixo!

Bate-papo de Cachito Ramírez com o Meu Timão

Quais são suas principais lembranças da passagem pelo Corinthians?

As melhores. Sou muito agradecido ao Corinthians. Minha passagem foi marcada por momentos bons e ruins, mas fico com os bons sempre. Como aquele gol contra o Ceará (no Brasileirão-2011) e o pênalti contra o Palmeiras (no Paulistão-2011). Sair campeão brasileiro... Acho que sou o único peruano que conseguiu um Brasileirão.

Verdade... Nem mesmo o Guerrero conseguiu ser campeão brasileiro por aqui. Aliás, você o ajudou a se adaptar naquele segundo semestre de 2012?

Sim, sempre tento ajudar os companheiros. Ainda mais sendo de minha nacionalidade. Na questão do idioma, ele não entendia muito o português... As ruas também, comigo ele não precisava usar tanto o (aplicativo) Waze.

Mas deixando Guerrero de lado e voltando a falar sobre você: qual foi a importância daquele gol contra o Ceará?

Foi muito legal porque a torcida voltou a lembrar de mim, acreditar que estávamos muito perto de sermos campeões. E até hoje os corinthianos são muito agradecidos a mim por esse gol. Fico feliz por isso, não é fácil cair nas graças daquela torcida apaixonada.

Cachito marcou gol do Corinthians no último jogo em Fortaleza contra o Ceará

Cachito marcou gol da vitória no último jogo em Fortaleza contra Ceará

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

É legal você olhar pra trás e lembrar que um gol seu classificou o Corinthians para a Libertadores de 2012, da qual seria campeão? Qual a sensação ao pensar isso?

Sensação de que ninguém reparou nisso (risos). Mas fico feliz por sair campeão da Libertadores com um time de muita história.

Você nos últimos tempos tem acompanhado o Corinthians?

Sim. Sempre acompanho, fico na torcida sempre. É um clube que gosto muito e vou torcer sempre.

Algum jogador atualmente te chama mais atenção no atual elenco?

O Pedrinho acho que tem muito futuro, joga com personalidade e é muito ousado.

Como está atualmente? Conte um pouco sobre esta sua passagem pelo Alianza Lima.

Estou bem aqui, perto de minha família, meus costumes e ainda consegui ser campeão nacional ano passado, coisa que ainda não havia conseguido em meu país. Já tenho três anos aqui e espero ficar muito mais.

Jogando pelo Alianza Lima, qual foi a partida mais marcante contra clube brasileiro?

Joguei agora na Libertadores contra o Palmeiras. Foi bom porque tenho um bom amigo do outro lado: o Willian Bigode. E voltar para o Brasil também é sempre especial pra mim.

Cachito Ramírez no Allianz Parque: último à direita na fila dos agachados

Cachito Ramírez no Allianz Parque: último à direita na fila dos agachados

Divulgação/Alianza Lima

Gostaria de enfrentar o Corinthians em alguma competição sul-americana?

Gostaria de enfrentar com certeza! Tem um gosto diferente para um jogador fazer um jogo contra seu ex-time.

Sonha um dia voltar a jogar pelo Corinthians?

Não. Um de meus sonhos foi jogar em um time grande do exterior e consegui. Fico feliz com isso.

Tem uma última mensagem para passar aos torcedores do Corinthians?

Para aquela torcida fiel, só posso falar que conseguiram fazer com que eu me apaixonasse pelo seu time e fico muito agradecido a eles (torcedores), tanto pelas cobranças quanto pelos elogios em geral. Vai, Corinthians!

Cachito Ramírez no Corinthians

Período: 2011 a 2012; 2014 (emprestado à Ponte Preta em 2013 e ao Botafogo em 2014)
Jogos: 54
Gols: 5
Amarelos: 4
Expulsões: 1
Títulos: Campeonato Brasileiro (2011) e Copa Libertadores da América (2012)

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Jogos Históricos e Títulos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Thiaguinho deve ser titular do Corinthians neste sábado

    Sem Jadson, provável escalação do Corinthians tem três mudanças para encarar Vasco

    ver detalhes
  • Cerca de 300 torcedores na porta do CT Joaquim Grava na tarde desta sexta-feira

    Organizada do Corinthians grita contra Andrés e se reúne com jogadores, diretoria e Jair

    ver detalhes
  • Jadson está relacionado para o jogo deste sábado contra o Vasco

    Corinthians relaciona Jadson e outros 22 jogadores contra o Vasco; veja a lista

    ver detalhes
  • Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

    [Lucas Faraldo] Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes