'Jair do Corinthians' vê mérito em estilo defensivo, mas não abre mão de variações

'Jair do Corinthians' vê mérito em estilo defensivo, mas não abre mão de variações

Por Vinícius Souza e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

18 mil visualizações 59 comentários Comunicar erro

Às vésperas de Dérbi, Jair comandou primeiro treino no Timão nesta sexta à tarde

Às vésperas de Dérbi, Jair comandou primeiro treino no Timão nesta sexta à tarde

Danilo Augusto/Meu Timão

Apresentado pelo Corinthians no início de noite desta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, Jair Ventura respondeu aos jornalistas sobre a principal característica de seu trabalho à frente do Botafogo em 2017: o exímio sistema defensivo do time carioca. Questionado sobre “qual Jair chegava ao Timão” – o do Botafogo ou o do Santos, cuja curta passagem durou 39 jogos e não deixou saudade –, o sucessor de Osmar Loss foi direto ao ponto:

“O Jair Ventura do Corinthians! O treinador de futebol, quando fiz meu primeiro curso, não vira treinador para jogar só de uma maneira. Você joga de acordo com o que tem. Não vai ser o Jair do Santos nem do Botafogo, vai ser o Jair do Corinthians”, antecipou o novo treinador alvinegro.

Os estilos de Corinthians e de Jair, ao menos na teoria, são bastante semelhantes. O clube se acostumou a vencer campeonatos abrindo mão da posse da bola, priorizando a marcação e o contra-ataque. Foi assim no Brasileirão-2017, por exemplo, conduzido por Fábio Carille.

Jair, que levou o Botafogo às quartas de final da Libertadores-2017 de forma parecida, valorizou o fato de ser reconhecido como técnico que sabe como montar boas defesas. Também disse, porém, que pretende lançar mão de outras formas de jogo.

O Corinthians já tem uma maneira de jogar, super vencedora, e isso facilita o trabalho. Lógico que o melhor trabalho vai ficar como referência, mas isso não impede de trabalhar de outras maneiras. O próprio Botafogo jogou com diversos sistemas. É extrair do jogador do melhor momento, independentemente da posição. Chego para ser o Jair do Corinthians, e não de outro clube que passei”, discorreu.

Leia também:
Novo treinador sobre a estreia em pleno Dérbi: 'Seria fácil me ausentar, mas eu gosto de desafios'
Jair Ventura esboça escalação para Dérbi em primeiro treino no Corinthians

“Vou ser bem sincero: hoje o treinador da Seleção Brasileira chegou lá fazendo um jogo defensivo, então isso não pode me incomodar. O Corinthians revelou diversos treinadores jogando dessa maneira. É motivo de orgulho saber que eu arrumo bem uma defesa, fazer o time jogar sem a bola, que é a grande dificuldade. Ninguém gosta de jogar sem a bola, e isso é motivo de orgulho fazer com que os atletas comprem sua ideia”, completou.

Aos 39 anos, Jair Ventura assinou contrato com o Corinthians até o fim de 2019, com opção de renovação automática. Ele estreia no comando técnico da equipe neste domingo, no clássico contra o rival Palmeiras, às 16h, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O que esperar de Jair Ventura no Corinthians

Veja mais em: Jair Ventura, Campeonato Brasileiro, Osmar Loss e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Em noite abaixo tecnicamente, Timãozinho dá adeus à Copa São Paulo; Vasco fará final contra São Paulo

    Corinthians sucumbe nos pênaltis e cai na semifinal da Copinha 2019

    ver detalhes
  • Léo Santos está de volta ao time titular; Corinthians busca primeira vitória após volta de Carille

    Carille saca Marllon e define Corinthians para jogo contra Guarani

    ver detalhes
  • A saída de Romero do Corinthians | #113

    VÍDEO: A saída de Romero do Corinthians | #113

    ver detalhes
  • Gustagol estará outra vez no comando de ataque corinthiano; Carille leva 21 jogadores

    Sem Boselli e Manoel, Carille relaciona 21 jogadores para duelo com Guarani

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes