Médico do Corinthians se defende de insinuações flamenguistas e explica situação de Fagner

Médico do Corinthians se defende de insinuações flamenguistas e explica situação de Fagner

Por Meu Timão

14 mil visualizações 70 comentários Comunicar erro

Fagner se recuperou antes do previsto, e flamenguistas não gostaram nem um pouco

Fagner se recuperou antes do previsto, e flamenguistas não gostaram nem um pouco

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A participação de Fagner no treino com bola do Corinthians da última segunda-feira e consequente especulação em torno de sua participação no jogo desta quarta-feira gerou muita reclamação entre torcedores do Flamengo e debate na imprensa esportiva. E por conta disso o médico alvinegro Joaquim Grava foi a público dar sua versão dos fatos.

Leia também:
Corinthians não se preocupa com ameaças jurídicas do Flamengo em relação a Fagner
Andrés acusa presidente do Flamengo de criar climão na Copa do Brasil por campanha eleitoral

Fagner havia sido diagnosticado com lesão muscular na coxa esquerda há quase duas semanas. Na ocasião, o departamento médico do Corinthians previu de três a quatro semanas de recuperação. Por conta disso, a CBF desconvocou o lateral dos amistosos da Seleção Brasileira contra Estados Unidos e El Salvador.

O "problema" é que Fagner desfalcaria o Corinthians contra o Flamengo no jogo de ida da semifinais da Copa do Brasil, marcado para esta quarta-feira à noite no Maracanã. Como se recuperou antes da hora, deve ser relacionado para a partida. Há flamenguistas sugerindo que o Timão mentiu sobre o tempo de recuperação para forçar a desconvocação do lateral.

"Inicialmente, o prazo que nós tínhamos dado eram de duas a três semanas. Só que o Fagner teve uma evolução surpreendente. Ele reagiu muito bem nos últimos dias, ontem (segunda-feira) treinou e hoje fará um treinamento mais específico com bola para ver como ele se sente e se tem condições de jogar ou não. Ele pode também não ter condições de jogo", explicou Joaquim Grava em entrevista ao canal ESPN, antes de, aí sim, se defender mais veementemente das tais insinuações:

"O que me surpreende é essa polêmica dizendo que o Fagner não teve nada. Ninguém no Corinthians faria isso, eu tenho 40 anos de futebol. Antigamente até poderia acontecer que ninguém pautaria, mas hoje é impossível. Tem exames e diversas formas de provar.
Outra coisa, o Fagner foi desfalque do Corinthians por três jogos importantes. Ninguém teria o pensamento de tirar o jogador da Seleção Brasileira para daqui 12 dias ele jogar contra o Flamengo", comentou o médico corinthiano.

Vale lembrar que Fagner realiza na tarde desta terça-feira, novamente no CT Joaquim Grava, seu último treino antes da partida entre Corinthians e Flamengo. Se não não sentir dores na atividade com bola, ele deve ser testado pelo técnico Jair Ventura na formação titular do Timão. O Flamengo, por sua vez, não conta com o convocado Lucas Paquetá.

Veja mais em: Fagner, Departamento Médico e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Pedrinho deve jogar aberto nesta noite; meia tem quatro gols em 52 jogos em 2018

    Com novidades na escalação, pressionado Corinthians revê Cruzeiro no Mineirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Jair conta com Romero para surpreender Cruzeiro fora de casa; time viaja à noite

    Jair preserva titulares, e Corinthians não tem treino tático antes de pegar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Livre de incômodo, Douglas deve ser novidade no time titular do Corinthians

    Com retorno de volante, Corinthians relaciona 22 para viagem a Belo Horizonte

    ver detalhes
  • Andrés (à dir.) ao lado do diretor de futebol Duílio Monteiro

    Presidente do Corinthians viaja à Europa em busca de contratações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes