Postura defensiva do Corinthians diante do Flamengo é alvo de críticas de comentaristas esportivos

Postura defensiva do Corinthians diante do Flamengo é alvo de críticas de comentaristas esportivos

Por Meu Timão

80 mil visualizações 617 comentários Comunicar erro

Casagrande, Petkovic e Cléber Machado criticaram a atuação do Corinthians contra o Flamengo

Casagrande, Petkovic e Cléber Machado criticaram a atuação do Corinthians contra o Flamengo

Foto: Reprodução / SporTV

O Corinthians arrancou empate sem gols diante do Flamengo na noite da última quarta-feira, em partida válida pela ida das semifinais da Copa do Brasil. A postura reativa da equipe, com um ferrolho armado e sistema defensivo fortalecido, foi motivo de críticas dos comentaristas Casagrande e Petkovic, no programa Seleção SporTV, nesta quinta-feira.

"Eu estou sempre de preto, mas hoje tem um significado. Estou de luto pelo jogo de ontem, luto pelo Corinthians e luto pelo futebol brasileiro", condenou Walter Casagrande, que foi jogador do Timão nos anos 1980.

"Tá vendo a cor do meu paletó? É uma homenagem ao futebol de Flamengo e Corinthians", continuou Petkovic.

Leia também:
Léo Santos reconhece melhor atuação pelo Corinthians, mas joga 'bomba' para Jair Ventura
Jair explica escalação com três volantes e convoca Fiel para decisão na Arena Corinthians
Henrique vibra com 'sucesso estratégico' do Corinthians no Maracanã

Vale destacar os números da partida: o Flamengo teve 70% de posse e o Corinthians 30%; a equipe carioca finalizou 21 vezes na partida, enquanto o Timão apenas três.

Cléber Machado teve postura mais contida e, perguntado por Petkovic se Fagner e Romero, que atuaram pelo lado direito, não deveriam ter atacado mais, o narrador da TV Globo respondeu emendando que não havia nenhum jogador para auxiliar na criação por ali.

"Eu quero saber quem vai dar a bola para os dois (Fagner e Romero), quem vai colocá-los para correr?", indagou.

Em sequência, Cléber Machado concordou com a crítica dos demais comentaristas do programa em relação ao desempenho e postura do Corinthians, mas aproveitou para criticar o excesso de cruzamentos do Flamengo e a falta de ultrapassagens ofensivas do rival do Timão.

"Eu tô concordando com vocês completamente ao que foi o jogo em relação ao Corinthians. Quando a gente for falar do Flamengo, eu gostaria de discutir também o desempenho. Um time que joga do meio campo pra frente e cruza 782 bolas (na área). Eu não vi um cara do Flamengo fazer ultrapassagens e passagens", exclamou o narrador.

As críticas não pararam por aí. Casagrande entendeu que o Corinthians foi ao Maracanã não só para se defender, mas para renunciar a jogar futebol. E entendeu que o alto valor dos ingressos deveria ser compatível à qualidade do jogo, que, segundo o comentarista, vem sendo muito ruim, sobrando até para o futebol brasileiro em um contexto geral.

"Isso não é retranca, é renunciar a jogar futebol. O torcedor paga ingresso caro para ir a um estádio como o Maracanã. Se fosse teatro, cinema, o cara saia e pedia ingresso de volta. Você paga ingresso esperando um jogaço, aí chega e não tem nada, é levantar e ir embora, e eles (torcedores) não vão porque são duas torcidas apaixonadas", completou Casagrande.

Veja mais em: Jair Ventura e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Fiel deve comparecer em ótimo público à Arena neste sábado à noite

    Torcida abraça Corinthians, e Arena deve receber 30 mil em jogo diante do Vasco

    ver detalhes
  • Gustavo está entre os jogadores mais decisivos do país em 2018

    Emprestado pelo Corinthians, Gustavo brilha de novo e chega a 30 gols na temporada 2018

    ver detalhes
  • Richard foi apresentado ao lado de Robinho no Fluminense; ambos vieram do Atibaia-SP

    Contratado de graça pelo Fluminense, Richard pode custar R$ 8 milhões ao Corinthians

    ver detalhes
  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes