Avelar salva no fim, Corinthians vira para cima do Sport e vence a primeira com Jair

Corinthians Corinthians 2 x 1 Sport Sport

Brasileiro 2018

Avelar salva no fim, Corinthians vira para cima do Sport e vence a primeira com Jair

54 mil visualizações 745 comentários Comunicar erro

No 'apagar das luzes', Avelar garantiu vitória de virada na Arena Corinthians

No 'apagar das luzes', Avelar garantiu vitória de virada na Arena Corinthians

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Uma derrota, um empate e, agora, uma vitória (daquelas!). O início de Jair Ventura no Corinthians é penoso e requer paciência da Fiel, mas pode trazer alegrias. Na noite deste domingo, na estreia do treinador na Arena Corinthians, em Itaquera, o Timão venceu o Sport de virada pelo placar de 2 a 1, em duelo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Dependente de Jadson, o time alvinegro viu o Sport inaugurar o marcador com Hernane, de pênalti, aos 21 minutos. Jadson empatou o confronto aos 13 do período complementar, em chute colocado de perna esquerda. Já aos 43, Danilo Avelar, sozinho em frente ao gol, decretou a vitória corinthiana em Itaquera!

Situação na Série A

Com a vitória, Corinthians sobe na classificação do Brasileiro. Jair & cia. agora têm 33 pontos e ocupam a oitava colocação. Por outro lado, a distância para o primeiro clube na zona de rebaixamento (Vasco da Gama) é de oito pontos.

De Cássio a Roger

Jair Ventura promoveu duas novidades na escalação: o volante Paulo Roberto, improvisado no lugar de Fagner, na lateral direita; e o retorno do centroavante Roger, desfalque na última quarta-feira porque não pode jogar a Copa do Brasil (já atuou na atual edição do torneio pelo Internacional).

No esquema 4-2-3-1, o Corinthians foi a campo com: Cássio (capitão); Paulo Roberto, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Ángel Romero, Jadson e Clayson; Roger.

Escalação Corinthians x Sport

Meu Timão

O Sport, dirigido por Eduardo Baptista, iniciou com: Magrão; Ernando, Léo Ortiz, Durval e Sander; Marcão Silva, Jair e Neto Moura; Rogério, Morato e Hernane.

Agenda alvinegra

  • O Corinthians volta a campo domingo, diante do Internacional, na Arena, pela 26ª rodada. A bola rola às 16h. A equipe não possui compromisso oficial no meio de semana.

O jogo

O corinthiano mais atento ao Meu Timão já sabia: a equipe de Jair Ventura não poderia ter contra o Sport a mesma postura que adotou no Maracanã no meio de semana. Seria preciso atacar mais na Arena Corinthians para tentar somar três pontos e subir na classificação do Brasileiro.

Com Jadson na armação e um trio de ataque formado por Romero, Clayson e Roger, o Timão começou a partida sem pressa, trocando passes no campo de defesa e esperando o momento certo para surpreender a defesa pernambucana. A primeira grande chance alvinegra veio aos 19 minutos, quando Jadson tirou da cartola cruzamento na medida para Roger. O centroavante, por sua vez, pegou de canela e viu a bola sair à direita do gol de Magrão.

Para piorar, o gol perdido por Roger precedeu o primeiro dos visitantes. Hernane levou tranco de Henrique dentro da área, caiu e sofreu pênalti. Ele mesmo converteu e abriu o placar para o Sport de Eduardo Baptista.

Sozinho na armação, Jadson pouco criou na etapa inicial

Sozinho na armação, Jadson pouco criou na etapa inicial

Reprodução/Premiere

O tento dos pernambucanos escancarou a falta de alternativas do Corinthians, que dependia de Jadson, o único “diferente”, para incomodar a defesa adversária. A equipe rodava a bola na intermediária, demonstrava até certa paciência para tal, mas acabava falhando no passe mais incisivo e cedia o contra-ataque ao time de Recife.

O primeiro chute a gol do Timão de Jair veio aos 42 minutos e saiu dos pés de Douglas. O volante apareceu de surpresa na entrada da área, aproveitou a sobra e emendou de primeira, exigindo belíssima defesa de Magrão. E foi só na primeira etapa...

“Estamos tentando nos impor, mas tomamos o gol de pênalti. Agora eles vão se fechar. Vamos trabalhar para ter a posse, fazer o primeiro e depois virar a partida”, analisou o atacante Clayson, dono de atuação discreta até ali.

Douglas lamenta arremate defendido por Magrão

Douglas lamenta arremate defendido por Magrão

Reprodução/Premiere

Jair não demorou a mexer. Já no intervalo, sacou Douglas para a entrada de Mateus Vital. Também modificou o esquema tático corinthiano, abrindo mão do usual 4-2-3-1 pelo 4-1-4-1, com Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson posicionados atrás de Roger.

Com Vital, o Timão passava a ter um segundo jogador de criação, o que certamente abriria espaço para o camisa 10 não só caprichar no último passe como finalizar em direção à meta do Sport. Dito e feito!

Aos 13 minutos, depois de bate-rebate dentro da área, Jadson pegou sobra dentro da área e bateu chapado, de canhota, para deixar tudo igual na Arena. O meia anotava o primeiro gol do Corinthians na era Jair Ventura.

A partir dali, a equipe da casa tinha cerca de 30 minutos (fora acréscimos) para virar o jogo e conquistar a primeira vitória sob o comando de Jair.

Roger, aos 22 minutos, deu lugar a Pedrinho. O jovem alagoano passou a atuar como ponta pela direita, deslocando Romero para a função de camisa 9.

O corinthiano agonizou até os 43 do segundo tempo. A instantes do fim, Avelar apareceu sozinho na pequena área para decretar o triunfo do Corinthians. Haja coração...

Veja mais em: Crônica, Jair Ventura, Arena Corinthians, Campeonato Brasileiro, Jadson, Henrique e Danilo Avelar.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes