STJD marca para quarta-feira julgamento de pedido de impugnação do título do Corinthians no Paulista

STJD marca para quarta-feira julgamento de pedido de impugnação do título do Corinthians no Paulista

Por Meu Timão

41 mil visualizações 233 comentários Comunicar erro

Corinthians conquistou o Paulista de 2018 com uma vitória sobre o Palmeiras

Corinthians conquistou o Paulista de 2018 com uma vitória sobre o Palmeiras

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) divulgou, nesta segunda-feira, a nova data do julgamento de uma possível impugnação da final do Campeonato Paulista 2018, onde o Corinthians foi campeão sobre o Palmeiras. O processo volta a ser discutido nesta quarta-feira, pela manhã - pouco mais de cinco meses após a decisão no Allianz Parque.

O Palmeiras tenta "melar" o título corinthiano alegando ter se prejudicado com uma suposta interferência externa na não marcação de um pênalti. O rival do Corinthians pediu um julgamento no STJD em julho e processo passou a ser discutido na entidade no último dia 16 agosto.

Contudo, os auditores do STJD, Otávio Noronha, Décio Neuhaus e Ronaldo Piacente, pediram vista do processo e sessão foi remarcada. O julgamento do mérito, que dirá se houve ou não interferência externa, será definido apenas nesta quarta-feira.

Leia também:
Corinthians sonda Diego Tardelli para temporada de 2019, diz portal
Jadson participa de um gol a cada dois jogos do Corinthians; veja números do meia

A impugnação do Dérbi chegou a ser solicitada pelo Palmeiras no TJD-SP (esfera inferior), mas o caso foi arquivado. O órgão sequer abrir uma investigação sobre a acusação, alegando perda do prazo para o clube alviverde pedir o recurso.

Ainda assim, o clube da Barra Funda não desistiu da alegação. A decisão do TJD foi criticada pelo presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, que levantou dúvidas sobre quem teria julgado o caso. O cartola também repetiu o termo "Paulistinha" para se referir ao campeonato, que utilizou após a conquista do Corinthians a fim de diminuir a importância do título.

Relembre o caso

O início da disputa pelo título do Paulista de 2018 aconteceu no dia 31 de março deste ano, na Arena Corinthians. O Palmeiras venceu o Timão como visitante, por 1 a 0, o que lhe deu a vantagem para a definição da final em casa. Porém, a equipe alvinegra alcançou o empate logo nos primeiros minutos do jogo de volta, em pleno Allianz Parque.

O placar seguiu 1 a 0 para os corinthianos até que, aos 20 minutos, a polêmica se instaurou. Ralf desarmou Dudu na área e o árbitro Marcelo Aparecido de Ribeiro Souza, de maneira equivocada, sinalizou um pênalti. A decisão gerou revolta entre os jogadores do Corinthians e o juiz consultou diversas vezes com companheiros de arbitragem sobre o lance. Até que voltou atrás na marcação.

Na sequência, a revolta se moveu para os jogadores do Palmeiras e o Dérbi ficou paralisado por sete minutos. Quando a bola voltou a rolar, o Corinthians segurou o placar mínimo e levou o troféu na disputa dos pênaltis.

As reclamações palmeirenses seguiram após o apito final. O presidente Maurício Galiotte alegou pela primeira vez uma interferência externa na decisão do árbitro em reverter o pênalti contra o Corinthians.

A confusão segue se desenrolando desde então, e agora, deve ser definida no tribunal.

Veja mais em: Dérbi, Campeonato Paulista e STJD.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fagner sofreu terceiro revés seguido para o Cruzeiro e segue perto do Z4

    Com um a menos de novo, Corinthians perde do Cruzeiro e flerta com rebaixamento

    ver detalhes
  • Cássio foi a “boa notícia” do Corinthians em Belo Horizonte

    Cássio é eleito o melhor do Corinthians no Mineirão; dupla beira nota zero

    ver detalhes
  • Douglas foi expulso no fim do primeiro tempo e prejudicou Timão no Mineirão

    Torcida do Corinthians detona Douglas, Avelar e Jair por derrota; veja comentários

    ver detalhes
  • Timão vem patinando sob o comando do técnico Jair Ventura

    Corinthians se segura em 13º, mas pode terminar rodada a dois pontos do Z4

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes