Jadson explica faro de gol 'mais apurado' e comenda saída de Rodriguinho: 'Éramos muito próximos'

Jadson explica faro de gol 'mais apurado' e comenda saída de Rodriguinho: 'Éramos muito próximos'

Por Meu Timão

3.3 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

Jadson e Rodriguinho atuavam lado a lado no meio de campo do Corinthians

Jadson e Rodriguinho atuavam lado a lado no meio de campo do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em alta no Corinthians e cada vez mais decisivo, Jadson mostra em 2018 que ainda tem lenha para queimar. Do alto de seus quase 35 anos de idade, o camisa 10 do Timão passou por ao menos uma mudança significativa da última para a atual temporada, resultando diretamente numa maior "apuração" em seu faro de gol. O próprio meia que o diga!

Em declaração concedida ao portal UOL, Jadson repercutiu os bons números que soma com a camisa do Corinthians. Com participação (gol ou assistência) em um tento a cada dois jogos, o veterano já desponta como quinto maior artilheiro do século no clube, bem como principal goleador da equipe na atual temporada - foi às redes no último domingo contra o Sport.

Em 2018, já são 13 gols. No ano passado, havia marcado dez. A maior eficiência em números ofensivos se justifica, na opinião do próprio meia, à mudança de seu posicionamento - agora vem jogando mais centralizado, ao contrário de 2017.

"Confesso que não penso muito nisso (chance de quebrar recordes). Claro que o gol é o principal objetivo do futebol e é o que todos nós buscamos, mas eu não tenho essa vaidade. Primeiramente, penso em colocar o meu companheiro em uma boa situação pra finalizar. Talvez, o fato de eu estar jogando mais centralizado neste ano, chegando mais dentro da área, esteja me ajudando a ter mais chances de fazer gols", argumentou.

Mudança significativa também enfrentou Jadson no que diz respeito ao elenco alvinegro. Seu principal colega de equipe, Rodriguinho, deixou o clube rumo ao Pyramids, do Egito, no último mês de julho, há quase dois meses. De lá pra cá, claro, a responsabilidade do camisa 10 aumentou. E ele reconheceu sentir falta do ex-colega, ainda que não tenha lamentado:

"Qualquer clube no mundo sentiria a falta do Rodriguinho. Ele é um cara acima da média e, além disso, éramos muito próximos. Mas é o futebol, uns saem e outros chegam. Não podemos lamentar a saída dele e nem de outro atleta. Precisamos dar valor aos que estão no clube e trabalhar cada dia mais pra conseguir as vitórias e ir em busca dos objetivos do clube", discorreu Jadson, cada vez mais se isolando como protagonista de linha do Timão.

Veja mais em: Jadson e Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Corinthians vem de derrota para o Santos na última partida disputada pelo Brasileirão

    Corinthians é ultrapassado, vê Z4 embolar e fica a cinco pontos da vice-lanterna; veja classificação

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá duas opções para assistir ao jogo contra o Vitória

    Dois canais de TV transmitem jogo entre Corinthians e Vitória neste domingo

    ver detalhes
  • Adriana marcou gol da vitória do Corinthians na primeira final do Brasileirão Feminino

    Corinthians vence final fora de casa e fica a um empate de título inédito do Brasileiro Feminino

    ver detalhes
  • Corinthians realizou treinamento com portões fechados para a imprensa neste sábado

    Escalação segue indefinida, e Corinthians tem 22 relacionados para jogo contra Vitória

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes