#MeuRacistaSecreto: sete casos de corinthianos vítimas de racismo nos últimos tempos

#MeuRacistaSecreto: sete casos de corinthianos vítimas de racismo nos últimos tempos

Por Meu Timão

4.6 mil visualizações 85 comentários Comunicar erro

Em 2016, torcedores do Cerro Porteño fizeram gestos racistas na Arena Corinthians

Em 2016, torcedores do Cerro Porteño fizeram gestos racistas na Arena Corinthians

Reprodução / SporTV

Uma campanha de combate ao racismo ganhou as redes sociais nesta segunda-feira. Por meio da hashtag #MeuRacistaSecreto, milhares de internautas relataram episódios cotidianos (e geralmente velados) de discriminação racial nos quais são vítimas. Em apoio à causa, o Meu Timão reuniu recentes casos de racismo noticiados por aqui envolvendo o Corinthians.

Cabe lembrar que o próprio clube costuma realizar ações e campanhas contra a discriminação racial. Em 2014, lançou o Dia da Consciência Alvinegra, convocando a Fiel para combater o racismo. Em 2005, os jogadores do Timão disputaram uma partida na Copa do Brasil usando uniforme personalizado com os dizeres "Corinthians Sem Racismo".

Casos recentes de racismo nos quais corinthianos foram vítimas

Vagner Love

Em 2015, o centroavante Vagner Love demorou para deslanchar com a camisa do Corinthians. Nas redes sociais, o jogador era constantemente cornetado por torcedores. O que muitos não sabem é que muitas das críticas se tornavam xingamentos racistas. O Meu Timão, na ocasião, reuniu cinco comentários de internautas que o chamaram de macaco.

Elias

O volante Elias foi alvo de racismo durante um jogo válido pela Libertadores de 2015. O Timão enfrentava o Danubio, do Uruguai, quando o jogador adversário Gonzáles, dentro de campo, chamou o camisa 7 corinthiano de macaco. O atleta do Timão se revoltou no mesmo instante e pressionou o uruguaio questionando "quem é o macaco?".

Menos de um mês depois, o mesmo Elias sofreria mais uma vez xingamentos racistas, desta vez feitas por um internauta por meio das redes sociais.

Gil

Em meio à repercussão do caso de racismo contra Elias, Gil também se manifestou, depois do jogo contra o Danubio, relatando ter sido alvo dos mesmos xingamentos que seu colega de equipe. O uruguaio Gonzáles teria sido também o autor das ofensas.

No ano anterior, Gil já havia sofrido ofensas de cunho racista nas redes sociais. Na ocasião, o zagueiro se manifestou alegando que tomaria medidas judiciais contra o internauta.

Até na base...

Há racismo até nas categorias de base. O garoto Miullen, que atuava no Sub-17 do Corinthians em 2015, sofreu xingamentos discriminatórios durante uma partida contra o Figueirense válida pela Taça BH daquela temporada. A torcida organizada Gaviões da Fiel se mobilizou na época com faixas de apoio ao atacante.

'Negros assustados'

O problema praticamente crônico de racismo em competições sul-americanas vitimou o Corinthians de forma geral em 2016. Antes de enfrentar o Timão pela Libertadores daquele ano, Johan Fuentes, o capitão do Cobresal, do Chile, disse que "os negros estão bastantes assustados por causa do deserto e da altitude", se referindo aos jogadores brasileiros.

André

Na mesma Libertadores de 2016, o atacante André acabou considerado vilão pela eliminação do Corinthians para o Nacional, do Uruguai. Em meio à ira da Fiel, vários torcedores apelaram para ofensas racistas disparadas contra o jogador nas redes sociais. Na época, o Meu Timão identificou ao menos oito comentários preconceituosos.

Gestos de macaco

A torcida do Corinthians foi vítima de racismo na atual temporada, em Buenos Aires, capital da Argentina, durante jogo contra o Independiente, pela Libertadores. Um vídeo gravado por um torcedor do Timão mostrou argentinos imitando macacos e gesticulando em direção ao setor de visitantes, cujas arquibancadas estavam tomadas pela Fiel. Em 2016, na própria Arena Corinthians, um torcedor do Cerro Porteño, do Paraguai, fez o mesmo gesto.

Veja mais em: Torcida do Corinthians e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes