Corinthians perde de três do Flamengo e frustra noite de sexta da Fiel em Itaquera

Corinthians Corinthians 0 x 3 Flamengo Flamengo

Brasileiro 2018

Corinthians perde de três do Flamengo e frustra noite de sexta da Fiel em Itaquera

43 mil visualizações 980 comentários Comunicar erro

Corinthians de Romero acabou goleado em Itaquera

Corinthians de Romero acabou goleado em Itaquera

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Estreia do uniforme dedicado ao ídolo Ayrton Senna, quase 42 mil torcedores nas arquibancadas da Arena, em Itaquera... A noite de sexta-feira tinha tudo para ser de festa. Mas não foi. O Corinthians acabou derrotado por 3 a 0 para o Flamengo em duelo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. A postura alvinegra, principalmente na etapa final, ficou bem aquém daquela adotada nas últimas partidas sob comando de Jair Ventura...

Classificação - Com a derrota, o Corinthians segue estacionado em nono lugar com 35 pontos. A distância para a zona de rebaixamento, por ora, se mantém em seis pontos. O sonho do G6 se mostra cada vez mais distante - dez pontos agora; pode chegar a 13 no sábado.

Escalação - Jair Ventura contou com "força quase máxima". Com desfalque de Fagner, ainda se recuperando de fibrose no músculo posterior da coxa esquerda, e retornos de Danilo Avelar, Douglas e Jadson, poupados no sábado passado contra o América-MG, o Timão entrou em campo com: Cássio (capitão), Gabriel, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas, Ángel Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson.

Escalação Corinthians x Flamengo

Meu Timão

Agenda - O Corinthians gira a chave da Copa do Brasil. Os comandados de Jair Ventura visitam o Cruzeiro na noite da próxima quarta-feira, no Mineirão pela primeira final. Pelo Campeonato Brasileiro, o Timão volta a jogar no sábado que vem, diante do Santos, em clássico com mando dos praianos e agendado para o estádio do Pacaembu.

Primeiro tempo

Corinthians e Flamengo fizeram uma primeira etapa sem gols, mas muito movimentada. Os mandantes mostraram-se eficientes quando tiveram a bola em seus pés. Os visitantes, por sua vez, ficaram com a pelota majoritariamente. Nos 45 minutos iniciais, foram sete finalizações do Timão contra quatro dos rubro-negros.

Talvez a estratégia mais utilizada pelo Corinthians tenha sido a de pressionar o Flamengo logo na saída de bola adversária. Com a marcação alvinegra alta, os defensores rubro-negros encontraram dificuldade para sair jogando e, consequentemente, dar início a boas trocas de passe. Mais do que isso: foi nessa pressão que o Timão arranjou sua melhor chance!

Aos 42 minutos, Willian Arão, pressionado, tentou recuar a bola para o goleiro César. Mateus Vital interceptou o passe e saiu cara a cara com o arqueiro flamenguista, chutando em cima do defensor. No rebote, em chute colocado de Douglas, nova defesa do camisa 37 rival...

Para não dizer que não falamos do Flamengo... O maior susto enfrentado pelo goleiro Cássio ao longo da etapa inicial se deu num cruzamento rasteiro de Willian Arão, que avançou em liberdade pela direita e bateu cruzado em direção à pequena área. A bola passou por todo mundo, sem ser desviada nem por corinthianos nem por flamenguistas.

Segundo tempo

A etapa complementar se desenhava semelhante à anterior: o Corinthians seguia sendo cercado pelo Flamengo. Agora, porém, os rubro-negros davam mais trabalho a Cássio, que precisou espalmar a bola após belo chute de longe de Réver logo aos cinco minutos.

E não é que o Flamengo decidiu apostar de vez em atacar - ao invés de se contentar apenas com a posse de bola... Pior para o Corinthians. Sem esboçar a mesma criatividade ofensiva do primeiro tempo, o Timão passou a apenas se defender. E aí...

Aos 14 minutos, Vitinho cobrou escanteio e Lucas Paquetá subiu sozinho para cabecear em direção às redes de Cássio. Gabriel estava na marcação mas nem sequer pulou. Aí fica difícil defender...

Na sequência, Jair Ventura sacou Clayson e apostou em Pedrinho. O garoto logo tratou de rabiscar frente à marcação e chutar com perigo da entrada da área.

Mas seria o Flamengo quem aumentaria o placar. Novamente em cobrança de escanteio de Vitinho, mas dessa vez após bate e rebate, Lucas Paquetá soltou a bomba e tratou de estufar de novo a meta corinthiana.

Jair Ventura, então, tratou de lançar a equipe ao ataque, tirando o volante Douglas e colocando em campo o atacante Emerson Sheik. Ainda haveria tempo para uma troca de veteranos: Ralf por Danilo. No fim das contas, o Corinthians totalmente lançado ao ataque acabaria ainda castigado com um terceiro gol, anotado por Renê após contra-ataque.

Em relação às últimas atuações, um Corinthians bastante conformado e pouquíssimo incisivo. Sinal de alerta às vésperas das finais da Copa do Brasil...

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Crônica e Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes