Corinthians perde de três do Flamengo e frustra noite de sexta da Fiel em Itaquera

Corinthians Corinthians 0 x 3 Flamengo Flamengo

Brasileiro 2018

Corinthians perde de três do Flamengo e frustra noite de sexta da Fiel em Itaquera

43 mil visualizações 980 comentários Comunicar erro

Corinthians de Romero acabou goleado em Itaquera

Corinthians de Romero acabou goleado em Itaquera

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Estreia do uniforme dedicado ao ídolo Ayrton Senna, quase 42 mil torcedores nas arquibancadas da Arena, em Itaquera... A noite de sexta-feira tinha tudo para ser de festa. Mas não foi. O Corinthians acabou derrotado por 3 a 0 para o Flamengo em duelo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. A postura alvinegra, principalmente na etapa final, ficou bem aquém daquela adotada nas últimas partidas sob comando de Jair Ventura...

Classificação - Com a derrota, o Corinthians segue estacionado em nono lugar com 35 pontos. A distância para a zona de rebaixamento, por ora, se mantém em seis pontos. O sonho do G6 se mostra cada vez mais distante - dez pontos agora; pode chegar a 13 no sábado.

Escalação - Jair Ventura contou com "força quase máxima". Com desfalque de Fagner, ainda se recuperando de fibrose no músculo posterior da coxa esquerda, e retornos de Danilo Avelar, Douglas e Jadson, poupados no sábado passado contra o América-MG, o Timão entrou em campo com: Cássio (capitão), Gabriel, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas, Ángel Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson.

Escalação Corinthians x Flamengo

Meu Timão

Agenda - O Corinthians gira a chave da Copa do Brasil. Os comandados de Jair Ventura visitam o Cruzeiro na noite da próxima quarta-feira, no Mineirão pela primeira final. Pelo Campeonato Brasileiro, o Timão volta a jogar no sábado que vem, diante do Santos, em clássico com mando dos praianos e agendado para o estádio do Pacaembu.

Primeiro tempo

Corinthians e Flamengo fizeram uma primeira etapa sem gols, mas muito movimentada. Os mandantes mostraram-se eficientes quando tiveram a bola em seus pés. Os visitantes, por sua vez, ficaram com a pelota majoritariamente. Nos 45 minutos iniciais, foram sete finalizações do Timão contra quatro dos rubro-negros.

Talvez a estratégia mais utilizada pelo Corinthians tenha sido a de pressionar o Flamengo logo na saída de bola adversária. Com a marcação alvinegra alta, os defensores rubro-negros encontraram dificuldade para sair jogando e, consequentemente, dar início a boas trocas de passe. Mais do que isso: foi nessa pressão que o Timão arranjou sua melhor chance!

Aos 42 minutos, Willian Arão, pressionado, tentou recuar a bola para o goleiro César. Mateus Vital interceptou o passe e saiu cara a cara com o arqueiro flamenguista, chutando em cima do defensor. No rebote, em chute colocado de Douglas, nova defesa do camisa 37 rival...

Para não dizer que não falamos do Flamengo... O maior susto enfrentado pelo goleiro Cássio ao longo da etapa inicial se deu num cruzamento rasteiro de Willian Arão, que avançou em liberdade pela direita e bateu cruzado em direção à pequena área. A bola passou por todo mundo, sem ser desviada nem por corinthianos nem por flamenguistas.

Segundo tempo

A etapa complementar se desenhava semelhante à anterior: o Corinthians seguia sendo cercado pelo Flamengo. Agora, porém, os rubro-negros davam mais trabalho a Cássio, que precisou espalmar a bola após belo chute de longe de Réver logo aos cinco minutos.

E não é que o Flamengo decidiu apostar de vez em atacar - ao invés de se contentar apenas com a posse de bola... Pior para o Corinthians. Sem esboçar a mesma criatividade ofensiva do primeiro tempo, o Timão passou a apenas se defender. E aí...

Aos 14 minutos, Vitinho cobrou escanteio e Lucas Paquetá subiu sozinho para cabecear em direção às redes de Cássio. Gabriel estava na marcação mas nem sequer pulou. Aí fica difícil defender...

Na sequência, Jair Ventura sacou Clayson e apostou em Pedrinho. O garoto logo tratou de rabiscar frente à marcação e chutar com perigo da entrada da área.

Mas seria o Flamengo quem aumentaria o placar. Novamente em cobrança de escanteio de Vitinho, mas dessa vez após bate e rebate, Lucas Paquetá soltou a bomba e tratou de estufar de novo a meta corinthiana.

Jair Ventura, então, tratou de lançar a equipe ao ataque, tirando o volante Douglas e colocando em campo o atacante Emerson Sheik. Ainda haveria tempo para uma troca de veteranos: Ralf por Danilo. No fim das contas, o Corinthians totalmente lançado ao ataque acabaria ainda castigado com um terceiro gol, anotado por Renê após contra-ataque.

Em relação às últimas atuações, um Corinthians bastante conformado e pouquíssimo incisivo. Sinal de alerta às vésperas das finais da Copa do Brasil...

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Crônica e Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes