Dida faz aniversário de 45 anos neste domingo; relembre grandes momentos do ídolo do Corinthians

Dida faz aniversário de 45 anos neste domingo; relembre grandes momentos do ídolo do Corinthians

Por Meu Timão

1.6 mil visualizações 36 comentários Comunicar erro

Dida é um dos grandes ídolos do Corinthians

Dida é um dos grandes ídolos do Corinthians

Arquivo/Revista Placar

Quando um torcedor do Corinthians é perguntado sobre o maior goleiro dos 108 anos do clube, uma série de nomes passa a ser lembrada. Um dos primeiros é Dida, considerado um dos maiores da posição em todos os tempos. A passagem do camisa 1 não foi tão longa quanto a de Ronaldo ou Cássio, mas não faltaram grandes momentos.

Bastaram 94 partidas pelo Corinthians para Dida colocar seu nome na história alvinegra com quatro títulos importantes: o Brasileirão de 1999, o Mundial de 2000, a Copa Rio-São Paulo e a Copa do Brasil de 2002. Em todos, o arqueiro teve posição de destaque.

E os momentos de brilho não saem da cabeça dos torcedores que o acompanharam defendendo a meta corinthiana. Basta perguntar sobre a semifinal do Brasileirão de 1999, entre Corinthians e São Paulo. Pegar um pênalti já seria histórico, mas Dida pegou dois. E justo do maior ídolo rival - relembre abaixo.

Para o goleiro, marcado por sua frieza e qualidade, não bastava ser decisivo no cenário nacional. Meses depois de decidir o Brasileirão, o camisa 1 fez história conquistando o primeiro Mundial de Clubes organizado pela FIFA. No torneio, teve decisão por pênaltis. Ou seja, teve Dida brilhante. O camisa 1 defendeu as cobranças de Anelka, do Real Madrid, e GIlberto, do Vasco - veja abaixo.

Em seus 94 jogos pelo Timão, Dida sofreu apenas 122 gols, participando de 53 vitórias, 22 empates e 19 derrotas. A história do arqueiro, vale destacar, é dividida em duas curtas passagem: a primeira entre 1999 e 2000, e a segunda de 2001 a 2002.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jair viu Corinthians ser presa fácil na Arena da Baixada e sofrer nova derrota sob seu comando

    Cássio tem grande noite, mas Corinthians perde mais uma com Jair Ventura

    ver detalhes
  • Aberto pela direita, Pedrinho foi pouco efetivo em revés para Atlético-PR

    Cássio, Pedrinho, Jair: as avaliações da derrota do Corinthians na Arena da Baixada

    ver detalhes
  • Em Curitiba, Fiel viu Timão ser presa fácil mais uma vez em 2018

    Diretoria, elenco, Jair: Fiel aponta culpados por 'segundo semestre de rebaixado'

    ver detalhes
  • Com Jair, Corinthians tem oito derrotas em 17 partidas; clube assume chance de ter Carille em 2019

    Jair Ventura se posiciona sobre possível volta de Carille ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes