Sem módestia, Dinei se descreve 'super-homem' em final do Corinthians contra Cruzeiro

1.3 mil visualizações 21 comentários

Por Meu Timão

Dinei foi tricampeão brasileiro pelo Corinthians: 1990, 1998 e 1999

Dinei foi tricampeão brasileiro pelo Corinthians: 1990, 1998 e 1999

Divulgação / Corinthians

Corinthians e Cruzeiro iniciam na noite desta quarta-feira, no Mineirão, a decisão do título da Copa do Brasil de 2018. Até aqui, as duas equipes só têm um registro de encontro em finais ao longo de toda a história: o Campeonato Brasileiro de 1998. E o herói daquela conquista alvinegra lembra muito bem seu papel como "super-homem" em dezembro daquele ano.

Leia também: Campeão invicto há 23 anos, ex-xerife do Corinthians confia no tetra da Copa do Brasil

Em entrevista concedida ao jornal Lance! e publicada nesta quarta-feira, o ex-atacante Dinei, hoje com 48 anos, deixou a modéstia à parte e destacou sua participação em todos os cinco gols do Corinthians nos três jogos finais – empates de 2 a 2 e 1 a 1 e vitória de 2 a 0.

"Aquele foi meu ano, os três jogos, cinco gols saíram do meu pé. Eu fui o cara da decisão. No último jogo, tomei nota dez do Lance!. Lembro das notas, minha irmã ainda tem o jornal guardado. Saí na capa de todos os jornais. Mas também, né? Só não fiz chover!", brincou.

Questionado sobre qual o jogo mais marcante naquela trinca decisiva, Dinei citou justamente o embate de ida disputado no Mineirão – palco da primeira final da atual edição da Copa do Brasil. Assim como nas outras duas partidas, o irreverente corinthiano saiu do banco de reservas para fazer a diferença pró-Timão no segundo tempo.

"Foi o do Mineirão. A gente estava perdendo 2 a 0, aí no intervalo o Vanderlei me chamou para bagunçar tudo. Ele disse: 'Vai lá e bagunça'. Fiz o primeiro gol e cruzei para o Marcelinho, ali deu sobrevida. E acho que tem que fazer a mesma coisa agora. Se voltar com o empate, o Corinthians será campeão da Copa do Brasil", recordou.

Antes mesmo daquela final, auxiliado pela então psicóloga do clube Suzy Fleury, o técnico Vanderlei Luxemburgo havia apelado para uma conversa motivacional com Dinei na concentração corinthiana: informou o atacante sobre a possibilidade de ele se tornar o único bicampeão brasileiro da história do clube, já que estava presenta na conquista de 1990. No fim das contas, se tornaria tricampeão – feito igualado por Danilo ano passado.

Saudações Corinthianas já repercutiu feitos de Dinei e Danilo

"Chegou no jogo, a gente perdendo no intervalo e ele: 'Dinei, não vou te falar mais nada, lembra do que falei? Então vou precisar da sua ajuda. Eu entrei no Mineirão como se fosse o super-homem. E daí em São Paulo lá vem o Luxa de novo, com a mesma coisa. Aí no dia 23 de dezembro, dia do último jogo, Luxemburgo me chamou de lado, ele e a Suzy Fleury, falaram tudo de novo: 'Tudo que a gente fez, não vai adiantar, para você entrar para a história se perdermos'. Então eu entrei no Morumbi daquele jeito... No intervalo a torcida me chamou, o Luxa falou e de novo entrei igual o super-homem. Eu estava tão largo que tudo deu certo. Eles entraram na minha mente", finalizou Dinei.

Que o espírito corinthiano de Dinei esteja encarnado em algum(ns) jogador(es) do Timão na noite desta quarta-feira em Belo Horizonte! E vai, Corinthians, uai! Ou seria "aua"?

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Ídolos do Corinthians e Títulos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Léo Natel jogou emprestado no futebol do Chipre

    Léo Natel inicia bateria de exames e já tem data limite para ser anunciado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Neto conversou com a reportagem do Meu Timão nesta segunda-feira

    Ao Meu Timão, Neto indica ponto positivo na gestão de Andrés e valoriza homenagens do Corinthians

    ver detalhes
  • Tiago Nunes e sua comissão técnica podem levar os atletas novamente à Arena Corinthians para treinamentos

    Comissão técnica do Corinthians prepara ações para minimizar estádios sem presença de público

    ver detalhes
  • Banco BMG deve mudar as cores de seu logo no novo uniforme do Corinthians

    Patrocinador desafia torcida do Corinthians e condiciona logotipo preto e branco a novas contas

    ver detalhes
  • De Gil a Jô: quais revelações da base renderam mais gols para o Corinthians no século

    [Tomás Rosolino] De Gil a Jô: quais revelações da base renderam mais gols para o Corinthians no século

    ver detalhes
  • Corinthians ficou no empate por 1 a 1 com o Ituano no último compromisso antes da paralisação

    Governador de São Paulo indica prazo para anunciar retorno do Paulistão; saiba previsão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: