Sheik cita três técnicos do Corinthians para rebater críticos e projeta 90 minutos contra Santos

36 mil visualizações 79 comentários

Por Meu Timão

Emerson Sheik concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira no CT do Corinthians

Emerson Sheik concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira no CT do Corinthians

Divulgação/Corinthians

Em meio a reclamações de boa parte da torcida neste seu retorno ao Corinthians em 2018, Emerson Sheik rebateu os críticos em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira no CT Joaquim Grava. O veterano de 40 anos de idade será titular contra o Santos, neste sábado.

Leia também: Corinthians indica escalação com apenas três titulares para clássico contra o Santos

Na atual temporada, Sheik disputou 33 jogos, sendo apenas sete deles como titular. Ele soma dois gols. Sofrendo com problemas físicos, o veterano não conseguiu engatar sequência.

"Por tudo que eu fiz nos treinamentos, eu estou bem satisfeito. A ideia (que as pessoas tiveram) é que eu viria a passeio, mas estamos chegando no final da temporada e eu estou podendo ser opção. Antes era o Fábio (Carille), depois o Loss, agora o Jair... Acho que eles não devem estar tão errados", declarou, citando os três técnicos que passaram pelo Timão no ano.

"Acredito em merecimento e tenho certeza que eles têm visto isso. Obviamente gostaria de ter participado e jogado mais, mas precisa ter respeito com as escolhas do treinador, com os jogadores. Vontade de jogar está na veia, não muda nunca", acrescentou.

O fato de ser o jogador mais velho a entrar em campo pelo Corinthians em toda a história não inibe Sheik. Decidido a se aposentar no fim da temporada, o atacante voltou a afirmar ser privilegiado fisicamente, discurso que adota desde seu retorno ao clube.

"Eu sou muito privilegiado pelo meu biotipo. A parte de fisiologia do clube me elogia muito, inclusive a dedicação nos treinos, por conta da idade. Como eu não inicio os jogos, o último foi contra a Chapecoense, na Copa do Brasil, joguei 73 minutos, eu saí do jogo por conta de uma dor que senti, não saí cansado, eles acham que eu consigo jogar bem os 90 minutos", disse.

"Se eu me sentir bem sem cansar, sem sentir absolutamente nada por 73 minutos, não sei se 90 eu consigo, mas estava com muita vontade de continuar jogando. Espero conseguir jogar os 90", finalizou.

Marcado por sua passagem pelo Corinthians entre 2011 e 2015 (com empréstimo ao Botafogo em 2014), Sheik acertou seu retorno ao clube alvinegro, em princípio, por apenas seis meses. Em junho, no entanto, foi decidido pela renovação contratual do atacante.

Veja mais em: Emerson Sheik, Jair Ventura, Osmar Loss, Fábio Carille e Corinthians x Santos.

Veja Mais:

  • Caio Campos, superintendente de marketing do clube e gestor da Neo Química Arena, criticou volta do público nos estádios

    Responsável pela Neo Química Arena sobre público reduzido nos estádios: 'Prejuízo será maior'

    ver detalhes
  • Corinthians acerta contratação de atacante Diogo Vitor

    Corinthians contrata atacante para o Sub-23 que ficou marcado por inúmeras polêmicas em clube rival

    ver detalhes
  • VÍDEO: Novo lateral-direito| 'Se o Brasileirão fosse uma cadeia alimentar...'

    ver detalhes
  • Corinthians Feminino volta a entrar em campo no próximo sábado

    Corinthians assume liderança isolada do Brasileirão Feminino após derrota de rival

    ver detalhes
  • Corinthians começa sua trajetória na Copa do Brasil em outubro

    Corinthians conhece adversário das oitavas de final da Copa do Brasil na próxima quinta-feira

    ver detalhes
  • Timão tem cometido muitos pênaltis no Brasileirão

    Mão na bola faz o Corinthians ter três pênaltis marcados contra si nos últimos quatro jogos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: