Com gol histórico de Basílio, Corinthians encerrava maior jejum de sua história há 41 anos

Com gol histórico de Basílio, Corinthians encerrava maior jejum de sua história há 41 anos

Por Meu Timão

640 visualizações 20 comentários Comunicar erro

Basílio comemorando o gol que deu fim ao jejum de títulos do Corinthians

Basílio comemorando o gol que deu fim ao jejum de títulos do Corinthians

Reprodução

Qual o peso de um gol? Mesmo sem a resposta exata, a Fiel sabe que aquele marcado por Basílio, no Paulistão de 1977, se aproxima do valor máximo possível. Há exatos 41 anos, o ídolo do Corinthians decidiu a final do estadual contra a Ponte Preta, pondo fim a um jejum de títulos que já durava 23 anos.

No dia 13 de outubro de 1977, em partida disputada no Morumbi, Oswaldo Brandão escalou time que entrou para a história com Tobias, Zé Maria, Moisés, Ademir e Wladimir; Ruço, Basílio, Luciano, Vaguinho, Geraldão e Romeu.

Depois de triunfo por 1 a 0 na primeira partida e derrota por 2 a 1 na segunda, o Corinthians precisava vencer o terceiro e decisivo jogo para acabar com a seca. Mesmo bem em grande parte da partida, a equipe alvinegra só conseguiu soltar o grito de gol aos 36 minutos do segundo tempo.

Leia também:
Trio de jovens do Corinthians tem cabelos raspados em trote no CT; veja o vídeo
Corinthians terá oitavo lateral-direito diferente em dez meses; 75% são improvisados

Em lance memorável para a Fiel, Basílio iniciou a jogada do maior gol de sua carreira. Antes de balançar as redes da Ponte Preta, porém, a bola teimou em entrar. Vaguinho chutou na trave, Wladimir quase marcou no rebote e o camisa 8 aproveitou a sobra - relembre abaixo.

O tento encerrou o incômodo período de 22 anos e oito meses sem conquistas por parte do Timão. No ano passado, vale lembrar, a data completou 40 anos e o clube fez uma série de homenagens aos campeões de 77. Aquele, vale lembrar, foi o 16º Paulistão da história do Corinthians.

Jejum? Não literalmente!

Mesmo com o período de seca eternizado, o Timão não ficou oficialmente sem conquistas nos quase 23 anos que antecedera o Paulistão de 1977. Durante o intervalo, no entanto, a equipe alvinegra não ergueu canecos de grandes competições. Ao todo, foram ao menos 15 conquistas de segundo escalão, como o Rio-São Paulo de 1966 e outros torneios nacionais e internacionais.

A Fiel é f#[email protected]!

A fase difícil na história do Corinthians não afastou a Fiel do clube. Além do crescimento da torcida, os alvinegros provaram estar juntos do time nas finais diante da Ponte Preta. Na segunda partida, mais de 138 mil pessoas compareceram ao Morumbi. No terceiro e emblemático embate, foram 86 mil presentes para comemorar o título e o fim da seca do Timão.

Relembre o gol histórico de Basílio

Veja mais em: Títulos do Corinthians, Jogos Históricos e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jair viu Corinthians ser presa fácil na Arena da Baixada e sofrer nova derrota sob seu comando

    Cássio tem grande noite, mas Corinthians perde mais uma com Jair Ventura

    ver detalhes
  • Aberto pela direita, Pedrinho foi pouco efetivo em revés para Atlético-PR

    Cássio, Pedrinho, Jair: as avaliações da derrota do Corinthians na Arena da Baixada

    ver detalhes
  • Em Curitiba, Fiel viu Timão ser presa fácil mais uma vez em 2018

    Diretoria, elenco, Jair: Fiel aponta culpados por 'segundo semestre de rebaixado'

    ver detalhes
  • Com Jair, Corinthians tem oito derrotas em 17 partidas; clube assume chance de ter Carille em 2019

    Jair Ventura se posiciona sobre possível volta de Carille ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes