Jair não vê Corinthians dominado pelo Santos, mas admite ameaça do Z4

Jair não vê Corinthians dominado pelo Santos, mas admite ameaça do Z4

Por Vinícius Souza e Rodrigo Vessoni, no Pacaembu

43 mil visualizações 200 comentários Comunicar erro

Sob o comando de Jair, Timão não marca um único gol há quatro jogos

Sob o comando de Jair, Timão não marca um único gol há quatro jogos

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O técnico Jair Ventura tentou explicar os motivos pelos quais o Corinthians somou, na noite deste sábado, contra o Santos, no Pacaembu, sua terceira derrota consecutiva na temporada. Em entrevista coletiva concedida após o clássico, o treinador alvinegro declarou não ter visto, como pontuou um jornalista, domínio da equipe de Cuca sobre o Timão.

Jair inclusive citou estatísticas do revés para embasar seu argumento. Ainda assim, foi crítico ao analisar a situação do Corinthians no Campeonato Brasileiro – time pode terminar rodada em 12º e a menos de cinco pontos da zona de rebaixamento.

“Tivemos com quatro minutos uma finalização com o Emerson, depois uma chance clara com Vital. Se pegar os números, tivemos um pouco mais de posse, 51%, e dez a oito em finalizações. Nós conseguimos competir, não vi essa supremacia toda, esse domínio do Santos, até porque os números mostram isso”, afirmou Jair Ventura.

“Vejo um pouco diferente. A equipe do Corinthians é uma das que menos finalizam, mas não vejo essa discrepância para a equipe do Santos. Tivemos algumas chances, até melhores em relação a outros jogos, mas não suficientes”, acrescentou o comandante corinthiano.

Leia também:
Léo Santos revela desconforto muscular e pedido por saída pensando em final do Corinthians
Torcedores do Corinthians protestam na web após nova derrota; veja mensagens
Pedrinho ressalta bom início do Corinthians e já pede foco na final da Copa do Brasil

O único gol do clássico foi marcado pelo atacante Gabriel, que se aproveitou de boa jogada de Arthur Gomes pela direita e rebote de Walter. O Corinthians teve ainda oportunidades de evitar a derrota em cabeçadas de Gabriel e Marllon, mas não conseguiu superar Vanderlei.

Para Jair, o momento exige dos atletas “algo a mais”. “Falei no vestiário, vocês (imprensa) devem ter ouvido: quando não está sendo suficiente, temos que fazer algo a mais. Não podemos só pensar na Copa do Brasil, é uma final, lógico, é difícil voltar atenção para duas competições, mas não podemos deixar o Brasileiro de lado”, sintetizou.

“Temos só um jogo para conquistarmos o tão esperado título, mas temos que voltar a vencer no Brasileiro, pois a posição não está nada boa”.

O foco do Corinthians agora volta a ser a Copa do Brasil. A finalíssima nacional acontece na próxima quarta-feira, contra o Cruzeiro, na Arena Corinthians, em Itaquera. O Timão necessita de uma vitória por um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis.

Confira os próximos jogos do Corinthians

17 Out, Qua, 21h45 - Corinthians x Cruzeiro - Copa do Brasil
21 Out, Dom, 16h00 - Vitória x Corinthians - Brasileiro
27 Out, Sáb, 19h00 - Corinthians x Bahia - Brasileiro
04 Nov, Dom, 17h00 - Botafogo x Corinthians - Brasileiro
10 Nov, Sáb, 17h00 - Corinthians x São Paulo - Brasileiro

Veja mais em: Jair Ventura, Corinthians x Santos e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez retornou ao Brasil após viagem à Europa por reforços

    De volta da Europa, Andrés Sanchez indica reforços e nega possível saída de Pedrinho do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians afirma que cadeiras da Arena foram quebradas por torcedores do Vasco

    Após vandalismos na Arena, Corinthians faz balanço de estragos e vai pedir ressarcimento ao Vasco

    ver detalhes
  • Jogadores reservas foram a campo no treino de hoje no CT

    Com Vital recuperado, Corinthians inicia preparação para partida contra Atlético-PR

    ver detalhes
  • Carlos Augusto em ação pela Seleção Brasileira Sub-20; lateral é esperado em Curitiba nesta quarta

    Corinthians define logística para contar com Carlos Augusto contra o Atlético-PR

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes