Jogadores do Corinthians lamentam derrota, mas veem último quarto como caminho para sequência do NBB

Jogadores do Corinthians lamentam derrota, mas veem último quarto como caminho para sequência do NBB

Por Andrew Sousa e Thaina Barros, no Parque São Jorge

1.1 mil visualizações 13 comentários Comunicar erro

Ricardo Fischer aprovou a atuação alvinegra no último quarto da partida

Ricardo Fischer aprovou a atuação alvinegra no último quarto da partida

Foto: Agência Corinthians

O Corinthians fez sua estreia no NBB nesta terça-feira, no Ginásio Wlamir Marques. O apoio da torcida alvinegra, no entanto, não foi suficiente para evitar a derrota corinthiana contra o Sesi Franca, por 80 a 83. Apesar do revés, a sensação não foi de todo ruim. Isso porque a equipe reagiu no último quarto, mostrando que pode mais no decorrer do torneio.

"Essa é a cara do nosso time. Lógico que é impossível fazer 40 minutos assim, mas a gente quer em um bom tempo de jogo mostrar (essa intensidade). Esse último quarto é uma grande virtude nossa. Então, é descansar, que sexta-feira tem um jogo forte contra o Paulistano também", destacou Ricardo Fischer, ao Meu Timão.

"A gente alternou um pouco (a intensidade), teve altos e baixos, mas a pegada foi muito boa. Esse time está em evolução, contou com o apoio da torcida e é daqui para cima", completou o armador Gustavinho.

Leia também:
Corinthians brilha no último quarto, mas não evita derrota em estreia no NBB
Marcelinho 'cogita' jogador de basquete centroavante do Corinthians; ex-são-paulino é cornetado
Corinthians no NBB: elenco renovado, rivais e mais sobre a estreia na elite do basquete nacional

Com o bom quarto final e as alternâncias constantes no placar, o Timão também pôde perceber o que tende a ser a temporada do NBB: um torneio de extremo equilíbrio e decidido, na maioria das vezes, em pequenos fatores.

"Jogo decidido em detalhes, né. Mas foi bom para mostrar a cara do nosso time. Um time que brigou, lutou por todas as bolas. Acho que o NBB tem crescido muito, e os jogos vão ser definidos assim. A gente tem que levar como aprendizado fechar mais o time e manter a intensidade, que é a cara do Corinthians", disse Gustavinho.

"Mandamos uma mensagem para o campeonato que vai ser difícil ganhar aqui (no Parque São Jorge, mas são pequenos detalhes", concluiu Fischer.

A afirmação do jogador é ainda mais positiva analisando a tabela alvinegra. Nas próximas duas rodadas, o Corinthians volta a jogar com o apoio da Fiel , no Ginásio Wlamir Marques. Na sexta-feira, às 20h, a equipe encara o Paulistano, pela segunda rodada do NBB - a entrada é gratuita.

Veja mais em: Basquete.

Veja Mais:

  • Jair conta com Romero para surpreender Cruzeiro fora de casa; time viaja à noite

    Jair preserva titulares, e Corinthians não tem treino tático antes de pegar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Livre de incômodo, Douglas deve ser novidade no time titular do Corinthians

    Com retorno de volante, Corinthians relaciona 22 para viagem a Belo Horizonte

    ver detalhes
  • Andrés (à dir.) ao lado do diretor de futebol Duílio Monteiro

    Presidente do Corinthians viaja à Europa em busca de contratações

    ver detalhes
  • Corinthians passou a levar mais torcedores na Arena após diminuição dos valores

    Corinthians diminui valor de ingresso e vê médias de público e renda aumentarem no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes