Jogadores do Corinthians lamentam derrota, mas veem último quarto como caminho para sequência do NBB

1.1 mil visualizações 13 comentários

Por Andrew Sousa e Thaina Barros, no Parque São Jorge

Ricardo Fischer aprovou a atuação alvinegra no último quarto da partida

Ricardo Fischer aprovou a atuação alvinegra no último quarto da partida

Agência Corinthians

O Corinthians fez sua estreia no NBB nesta terça-feira, no Ginásio Wlamir Marques. O apoio da torcida alvinegra, no entanto, não foi suficiente para evitar a derrota corinthiana contra o Sesi Franca, por 80 a 83. Apesar do revés, a sensação não foi de todo ruim. Isso porque a equipe reagiu no último quarto, mostrando que pode mais no decorrer do torneio.

"Essa é a cara do nosso time. Lógico que é impossível fazer 40 minutos assim, mas a gente quer em um bom tempo de jogo mostrar (essa intensidade). Esse último quarto é uma grande virtude nossa. Então, é descansar, que sexta-feira tem um jogo forte contra o Paulistano também", destacou Ricardo Fischer, ao Meu Timão.

"A gente alternou um pouco (a intensidade), teve altos e baixos, mas a pegada foi muito boa. Esse time está em evolução, contou com o apoio da torcida e é daqui para cima", completou o armador Gustavinho.

Leia também:
Corinthians brilha no último quarto, mas não evita derrota em estreia no NBB
Marcelinho 'cogita' jogador de basquete centroavante do Corinthians; ex-são-paulino é cornetado
Corinthians no NBB: elenco renovado, rivais e mais sobre a estreia na elite do basquete nacional

Com o bom quarto final e as alternâncias constantes no placar, o Timão também pôde perceber o que tende a ser a temporada do NBB: um torneio de extremo equilíbrio e decidido, na maioria das vezes, em pequenos fatores.

"Jogo decidido em detalhes, né. Mas foi bom para mostrar a cara do nosso time. Um time que brigou, lutou por todas as bolas. Acho que o NBB tem crescido muito, e os jogos vão ser definidos assim. A gente tem que levar como aprendizado fechar mais o time e manter a intensidade, que é a cara do Corinthians", disse Gustavinho.

"Mandamos uma mensagem para o campeonato que vai ser difícil ganhar aqui (no Parque São Jorge, mas são pequenos detalhes", concluiu Fischer.

A afirmação do jogador é ainda mais positiva analisando a tabela alvinegra. Nas próximas duas rodadas, o Corinthians volta a jogar com o apoio da Fiel , no Ginásio Wlamir Marques. Na sexta-feira, às 20h, a equipe encara o Paulistano, pela segunda rodada do NBB - a entrada é gratuita.

Veja mais em: Basquete.

Veja Mais:

  • Lucas Piton gera enorme expectativa mesmo estando na reserva de Carlos

    Jornal espanhol coloca lateral do Corinthians na lista de maiores promessas do Brasil

    ver detalhes
  • Éderson, que marcou três gols nos últimos quatro jogos, tem vínculo com o Corinthians até 31 de janeiro de 2025; contrato mais longo do clube

    Éderson tem o vínculo mais longo entre os 85 jogadores sob contrato com o Corinthians

    ver detalhes
  • Victor Cantillo e Everaldo treinam com bola no CT Joaquim Grava

    Cantillo treina com bola, e Corinthians inicia preparação para final do Paulista; veja provável time

    ver detalhes
  • Treta Corinthians x Palmeiras nas finais | A escalação de Tiago Nunes pra decisão do Paulista #RMT5

    VÍDEO: Treta Corinthians x Palmeiras nas finais | A escalação de Tiago Nunes pra decisão do Paulista #RMT5

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez confirmou que o Corinthians fará testes na quinta-feira

    Corinthians vai testar elenco após jogo de ida da final do Paulistão; Andrés e FPF confirmam

    ver detalhes
  • Raphael Claus será o responsável pelo apito no Dérbi desta quarta-feira

    Raphael Claus apita primeiro jogo da final do Campeonato Paulista entre Corinthians e Palmeiras

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: