Salvo padrão Fifa, Arena Corinthians tem seu maior ganho líquido de renda na final da Copa do Brasil

49 mil visualizações 97 comentários

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni

Torcida do Corinthians lotou Arena para finalíssima da Copa do Brasil

Torcida do Corinthians lotou Arena para finalíssima da Copa do Brasil

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

A Arena Corinthians registrou, na final da Copa do Brasil de 2018, seu maior percentual de ganho líquido de bilheteria em jogos organizados integralmente pelo próprio Corinthians. O levantamento foi feito pela reportagem do Meu Timão após a CBF divulgar o boletim financeiro (borderô) do jogo da última quarta-feira entre Timão e Cruzeiro.

Dos R$ 5.108.151,00 de arrecadação bruta oriunda de bilheteria da finalíssima (maior renda da história do clube), sobrou como renda líquida o montante de R$ 3.942.941,44. Isso significa que 77,19% do que entrou nos cofres do Fundo da Arena por lá seguem após os descontos inerentes às partidas de um clube mandante.

Em quatro anos e meio de funcionamento da Arena Corinthians, tal percentual somente foi superado pelo da inauguração do estádio, na derrota do Timão para o Figueirense pelo Brasileirão de 2014. Na ocasião, contudo, a Fifa arcou com parte dos gastos operacionais, aumentando assim o ganho líquido percentual (78,55%) do Fundo com a bilheteria.

O investimento da Fifa naquele jogo se deu por conta da preocupação com a logística da Arena às vésperas do início da Copa do Mundo de 2014. Os suíços aproveitaram a partida para testar aspectos relacionados à operação do estádio e principalmente segurança.

Perda milionária na final da Copa do Brasil

A fatia milionária (R$ 1.165.209,56) mordida por taxas, impostos e despesas operacionais se divide em dezenas de diferentes destinos. As principais perdas se deram nos 5% destinados à FPF e ao INSS (R$ 255.407,55 para cada um dos dois).

Orientadores (R$ 126.529,96), emissão de ingressos (R$ 107.746,22) e arbitragem (R$ 38.152,89) também se destacam como altas despesas. No caso do gasto com árbitros, cabe destacar que o valor foi quase três vezes maior do que o desembolsado no primeiro jogo mandado pelo Timão na Copa do Brasil, nas oitavas de final, contra o Vitória, quando ainda nem havia a tecnologia do VAR. Há ainda no borderô R$ 308.820,70 discernidos como "despesas diversas", sem maiores detalhes.

Raio X dos maiores ganhos líquidos percentuais da Arena Corinthians

Corinthians 0 x 1 Figueirense - 18/5/2014

Renda bruta: R$ 3.029.801,70
Renda líquida: R$ 2.379.914,22
Percentual da líquida sobre a bruta: 78,55%

Corinthians 1 x 2 Cruzeiro - 17/10/2018

Renda bruta: R$ 5.108.151,00
Renda líquida: R$ 3.942.941,44
Percentual da líquida sobre a bruta: 77,19%

Veja mais em: Arena Corinthians, Copa do Brasil, Ingressos e Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Luan ainda não convenceu a torcida do Corinthians

    Tiago Nunes banca Luan como titular do Corinthians após ausência em estreia no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô durante duelo com Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians sucumbe no segundo tempo e perde de virada para Atlético-MG na estreia do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô marcou o primeiro gol do Corinthians diante o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Jô fica com melhor avaliação em noite de médias baixas no Corinthians; lateral beira o zero

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira comemorou sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Gabriel Pereira comemora estreia pelo time profissional do Corinthians: 'Um sonho de criança'

    ver detalhes
  • Arana e Michel Macedo no duelo entre Corinthians e Atlético Mineiro

    Torcida do Corinthians lamenta derrota no Brasileirão e destaca falta de opções entre os reservas

    ver detalhes
  • Trio foi chamado a entrar quando o placar já estava em 3 a 2 - aí já era tarde

    Análise: Corinthians não soube aproveitar vantagem, levou virada em Minas e podia ter sido goleado

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: