Copinha do Brasil? Corinthians aceita vice e descarta reclamação formal por arbitragem

Copinha do Brasil? Corinthians aceita vice e descarta reclamação formal por arbitragem

Por Meu Timão

3.1 mil visualizações 51 comentários Comunicar erro

Decisão entre Corinthians e Cruzeiro ficou no campo: mineiros venceram e foram campeões

Decisão entre Corinthians e Cruzeiro ficou no campo: mineiros venceram e foram campeões

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O Corinthians descartou qualquer possibilidade de reclamar formalmente à CBF contra a arbitragem da final da Copa do Brasil. O Timão, dessa forma, aceita o vice e reconhece o Cruzeiro como campeão. As informações foram publicadas nesta sexta-feira pelo portal Uol.

Leia também: Idealizador do VAR explica critérios adotados e diz que árbitro da final acertou em lances cruciais

Havia expectativa em torno de uma prolongamento da final nos bastidores diante da repercussão negativa que ganhou a atuação do árbitro Wagner do Nascimento Magalhães. Ele consultou o VAR (árbitro de vídeo) em dois lances determinantes da partida. E na opinião de alguns especialistas acabou se embananando em ambas as marcações.

O próprio presidente corinthiano, Andrés Sanchez, reclamou da utilização da tecnologia de vídeo instantes após o término da partida da última quarta-feira. Na ocasião, em entrevista coletiva ainda na Arena, o mandatário já não havia dado sinais de que faria queixa formal.

"O VAR é uma jogada especifica sem interpretação, e hoje o juiz foi as duas vezes pela interpretação. Não pode ter VAR (nesses lances). Não adianta ter tecnologia e ter esses problemas novamente. Não pode dar a falta do Jadson na hora do gol, a mão do Jadson é no ombro ele dá falta no rosto. Pênalti no Ralf é interpretativo, também não precisava do VAR", argumentou Andrés Sanchez, citando o pênalti marcado para o Timão e o gol anulado.

Se todos agissem assim...

A atitude do Corinthians de aceitar o vice-campeonato da Copa do Brasil pode soar estranha para terceiros. O arquirrival Palmeiras é exemplo. Sob orientações expressas do presidente Mauricio Galiotte, o clube se recusou a aceitar a derrota para o Timão na final do último Campeonato Paulista - o torneio foi ironizado pelo mandatário alviverde como "Paulistinha".

Além de reclamações formais contra a arbitragem daquele Dérbi decisivo alegando interferência externa, o Palmeiras batalhou na Justiça nas instâncias paulista e nacional para tentar a anulação da final estadual. Como teve o pedido recusado por ambos os órgãos (tanto TJD quanto STJD), resta ao clube alviverde apelar para a Corte Arbitral do Esporte, na Suíça.

Veja mais em: Copa do Brasil e Arbitragem.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes