Técnico projeta final equilibrada no Brasileiro Feminino e exalta coletivo do Corinthians

Técnico projeta final equilibrada no Brasileiro Feminino e exalta coletivo do Corinthians

Por Meu Timão

690 visualizações 10 comentários Comunicar erro

Técnico Arthur Elias comanda a equipe feminina do Corinthians

Técnico Arthur Elias comanda a equipe feminina do Corinthians

Divulgação/Corinthians/Audax

Neste sábado, o Corinthians enfrenta o primeiro jogo pela final do Campeonato Brasileiro Feminino. A equipe inicia a busca pelo título inédito diante do Rio Preto às 15h (de Brasília), no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto. Para o técnico Arthur Elias, a decisão deve ter um tom parelho - principalmente pela maneira distinta que as equipes finalistas atuam.

"A expectativa para essa final é de um jogo muito equilibrado por ser um adversário difícil que sempre chega, tem ótimas jogadoras, jogadoras experientes. No meu ponto de vista, vai decidir quem conseguir impor melhor a sua maneira de jogar. São maneiras distintas de se jogar futebol e, com certeza, quem conseguir impor seu jeito de jogar vai ter uma tranquilidade melhor no jogo, criar mais chances e ter mais chances de vencer a partida", disse Arthur Elias em entrevista à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Leia também: Após vitória épica, Corinthians visita Rio Preto pelo jogo de ida da final do Brasileirão Feminino

A campanha do Corinthians no Brasileirão, vale destacar, se mantém sólida até aqui. Foram 13 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota até aqui. Além disso, a equipe do Parque São Jorge balançou as redes 42 vezes e sofreu apenas 12 gols. A classificação para a final veio com uma vitória heroica de 4 a 2 sobre o Flamengo, no Parque São Jorge, depois de uma derrota por 2 a 1 no Rio de Janeiro.

"A campanha foi muito boa, fizemos uma primeira fase com muitas vitórias, nos classificamos em primeiro lugar - que era o nosso objetivo -, fizemos um mata-mata com bastante dificuldade, mas que soubemos jogar os jogos de 180 minutos. O fator casa foi importante, principalmente na semifinal contra o Flamengo", valorizou o treinador.

"A equipe foi merecedora de chegar até aqui, de chegar à final. A gente vem trabalhando desde janeiro de forma muito dedicada. As atletas entenderam muito bem a nossa maneira de jogar, aquilo que a gente propõe sempre", completou.

Após o duelo deste sábado, Corinthians e Rio Preto voltam a se enfrentar pelo título nacional no próximo dia 26, no Parque São Jorge. Vale destacar que não há gol qualificado no Brasileiro Feminino. Uma vitória pelo placar mínimo neste primeiro jogo da final, por exemplo, seria decidida nos pênaltis em caso de triunfo simples das adversárias no segundo jogo.

Veja mais em: Corinthians feminino.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes