Corinthians recebe Universidade no CT, que afirma: 'Não tivemos intuito de desrespeitar o clube'

Corinthians recebe Universidade no CT, que afirma: 'Não tivemos intuito de desrespeitar o clube'

20 mil visualizações 163 comentários Comunicar erro

Luis Paulo Rosenberg e Paulo Linhares, pró-reitor do Instituto Santanense, em coletiva no CT

Luis Paulo Rosenberg e Paulo Linhares, pró-reitor do Instituto Santanense, em coletiva no CT

Rodrigo Vessoni / Meu Timão

Poucas horas após o juiz Luis Fernando Nardelli, da 3ª Vara Cível de São Paulo expedir um mandado de penhora e avaliação da taça do Mundial de Clubes de 2012 e minutos depois de o presidente Andrés Sanchez criticar a ação dos advogados do Instituto Santanense, o Corinthians abriu suas portas para que a Universidade se pronunciasse dentro do próprio CT do clube.

Paulo Linhares, pró-reitor administrativo do Instituto Santanense, foi quem concedeu um pronunciamento ao lado do diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg. O representante da universidade garantiu que um acordo está bem próximo e que a intenção não foi a de desrespeitar o clube, com o pedido de penhora da taça do Mundial.

"A universidade está sob uma nova direção e nosso foco é trabalhar pela educação, assim que assumimos começamos a fazer acordos e um que estamos tratando como prioridade é com o Corinthians. Tivemos uma excelente reunião, daqui pra frente vai ser uma nova história da UniSant'Anna, não tivemos em nenhum momento o intuito de desrespeitar o clube. Essa questão jurídica agora vamos cuidar não de remoer o passado, mas sim tranquilizar a todos e dizer que daqui para frente esperamos uma nova história", garantiu Linhares.

Leia também: Juiz manda Corinthians entregar taça do Mundial; Andrés faz piadas e promete solução em 48 horas

Antes do pró-reitor, Rosenber também falou. Em um tom bastante conciliador, o diretor minimizou a situação e garantiu que tudo será resolvido entre o Corinthians e o Instituto Santanense.

"O Andrés me incumbiu de receber voluntariamente dirigentes da UniSant'Ann para mostrar os fatos do momento. Primeiro, é importante recuperar essa história. A UniSant'Ann entrou no Corinthians na gestão Dualib e houve um entrevero. A universidade foi buscar seus direitos e nesse caminho teve problemas financeiros, encontrou um grupo sólido que adquiriu a universidade. Tão logo nossa gestão assumiu, eles procuraram o Corinthians dizendo que o intuito deles era crescer em São Paulo, ter participação na Zona Leste e que viam com bons olhos a associação com o Corinthians", afirmou.

Assim como fez Andrés Sanchez minutos antes, o diretor de marketing aproveitou a oportunidade para cutucar o Palmeiras com a brincadeira das redes sociais sobre a ausência de uma taça de Mundial no rival.

"Como os ritos jurídicos tem suas normas, justamente agora que estamos perto de um entendimento extremamente vantajoso para a universidade e para os jovens da região, tivemos esse incidente. Eles vieram aqui tranquilizar a família corinthiana que não há nenhuma intenção de se valer de um momento como esse para resolver uma pendência jurídica. Tenho que transmitir aos torcedores que não tem Mundial que não vai ter como comprar a taça do Corinthians", finalizou.

Veja mais em: Ações de marketing, Luis Paulo Rosenberg e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes