Justiça suspende penhora de taça do Corinthians no Mundial de Clubes de 2012

Justiça suspende penhora de taça do Corinthians no Mundial de Clubes de 2012

Por Meu Timão

21 mil visualizações 127 comentários Comunicar erro

Corinthians conquistou a taça no Mundial de Clubes no final de 2012

Corinthians conquistou a taça no Mundial de Clubes no final de 2012

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A taça do Mundial de Clubes de 2012 segue sob posse do Corinthians. Foi o que determinou o Tribunal de Justiça de São Paulo, durante a tarde desta sexta-feira, que suspendeu a penhora do troféu por uma dívida do clube com o Instituto Santanense de Ensino Superior. A decisão foi divulgada pelo próprio time alvinegro, por meio de nota oficial.

A decisão judicial veio após pedido de liminar do clube. De acordo com o portal GloboEsporte.com, o Corinthians utilizou como argumento o valor sentimento da taça e não financeiro, que impossibilita sua penhora. "Não há dinheiro que compre a taça do Mundial de Clubes Fifa de 2012", escreveram os advogados do Timão.

A decisão veio com o relator do processo, o desembargador Paulo Pastore Filho. Ainda há margem para recurso do instituto de ensino, que tem até 15 dias para apresentar uma contestação. Um possível argumento será julgado pela 17ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Leia também:
Presidente do Corinthians relata ameaças e volta a defender boicote à Libertadores
Líder técnico do Corinthians, Jadson projeta Majestoso ao Meu Timão: 'Hora da reação é agora'

Ainda sobre a liminar, o departamento jurídico do Corinthians indicou que o Instituto Santanense de Ensino Superior, mais conhecido como UniSant'Anna, tenha agido de má fé ao pedir a penhora da taça. Segundo eles, a intenção da faculdade foi manchar a imagem do clube.

"Expusemos ao Tribunal de Justiça que a taça do Mundial de Clubes pertence à nação corinthiana, é um bem inestimável que representa uma entre tantas outras glórias do nosso clube. Não é razoável que a taça seja penhorada, motivo pelo qual o Tribunal reconheceu a relevância dos nossos argumentos e suspendeu de imediato a ordem de penhora", disse Fabio Trubilhano, advogado do Timão.

Vale destacar ainda que o grupo de defesa corinthiano acusou um dos advogados do grupo de ensino de ser torcedor do arquirrival Palmeiras, o que poderia motivar o pedido de penhora. A afirmação vem com base de uma das fotos do advogado nas redes sociais.

Entenda o caso

Reivindicando R$ 2,5 milhões de suposta dívida de 2008, a universidade havia entrado na Justiça com a solicitação de penhora da taça do Mundial na última quarta-feira. A determinação judicial chegou ao Corinthians no dia seguinte, conforme definido pelo juiz Luis Fernando Nardelli, da 3ª Vara Cível de São Paulo.

A primeira reação corinthiana foi minimizar o ocorrido, por meio de uma nota oficial, na qual indicava que a determinação "feria a ordem legal de preferência dos bens passíveis de penhora com único intuito de gerar efeito midiático infundado." Mais tarde, o presidente Andrés Sanchez, concedeu uma entrevista coletiva, no CT Joaquim Grava, a fim de esclarecer a situação.

No posicionamento, o presidente fez piadas, ironizou os advogados da universidade e prometeu resolver o assunto dentro de 48 horas - prazo judicial do mandado de penhora. A repercussão do processo levou a própria universidade a pedir ao Corinthians para se manisfestar no CT Joaquim Grava. Por meio do pró-reitor administrativo Paulo Linhares, o Instituto Santanense reforçou não ter jamais havido intuito de desrespeitar o clube.

A dívida do Corinthians com a UniSant'Anna teve início dez anos atrás. A instituição alugou um determinado espaço dentro do Parque São Jorge, sede social do clube, onde montou um campus. Contudo, segundo a própria, o Timão passou a impedir o acesso de alunos e funcionários, obrigando-a a buscar indenização.

Confira a ordem de suspensão da penhora da taça do Mundial do Corinthians

Mandado suspensão

Meu Timão

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Com Gustagol (à esq.) em grande fase, Timão pega o Avenida em Itaquera. É matar ou morrer!

    Em duelo inédito, Corinthians tenta avançar à terceira fase da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes
  • Dezenas de corinthianas se reuniram para torcer juntas no último Majestoso

    'A mulher acha que não tem direito': movimento luta por presença feminina na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    VÍDEO: Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes