Cássio fala sobre preleção destacada por Jair e pede manutenção de postura adotada no Majestoso

Cássio fala sobre preleção destacada por Jair e pede manutenção de postura adotada no Majestoso

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

3.6 mil visualizações 25 comentários Comunicar erro

Discurso de Cássio antes da bola rolar foi elogiado por Jair em entrevista coletiva

Discurso de Cássio antes da bola rolar foi elogiado por Jair em entrevista coletiva

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Deixando a revolta pelos erros de arbitragem de lado, a sensação de jogadores e comissão técnica do Corinthians foi de saldo positivo no Majestoso deste sábado. Após o apito final, Jair Ventura valorizou a atuação de seus comandados e, em sua entrevista, elogiou o discurso de Cássio antes da bola rolar. Perguntado sobre o momento, o arqueiro deu declaração emocionada.

"É particular nosso lá dentro, pode ter certeza que na nossa situação, os mais incomodados somos nós. Por tudo. Estou há sete anos aqui, tento ajudar em todos os sentidos. De coração, estamos em um grande clube brasileiro. Deus sabe que eu fui além do que eu imaginava e eu acho que a gente vai saber o quanto fez pelo Corinthians, o quão grande é o Corinthians, quando parar de jogar futebol. É coisa mais nesse sentido, coisa de vestiário. Todo mundo estava incomodado, todo mundo queria dar uma resposta", afirmou, na zona mista da Arena.

Além da preleção do arqueiro, outro fator destacado por Jair e ressaltado pela camisa 12 foi a participação da Fiel. Ciente das limitações da equipe, a torcida presente na Arena apoiou durante os 90 minutos, tendo influência direta na doação dos atletas dentro de campo.

"Para nós nem é uma surpresa o que a torcida do Corinthians faz, os momentos que ela aparece. Vem ajudando, empurrado. Não só em casa, mas fora também. Eles vão ajudando e nós, dentro de campo, conseguimos dar uma respostas do que a gente quer", valorizou.

"O Corinthians está no meio da tabela, de repente poderíamos ter tido um resultado melhor, mas a arbitragem influenciou. Mas vamos continuar trabalhando, não dá pra abaixar a guarda. A torcida não é a toa que é chamada de Fiel. Está ajudando o Corinthians nos momentos bons e ruins", acrescentou.

Leia também:
Cássio diz que árbitro pediu desculpas por erro contra Corinthians em Majestoso
Andrés detona Coronel Marinho e insinua erros de arbitragem a voto contra VAR
Revoltado, Jadson xinga auxiliar de linha de fundo por gol corinthiano não dado em Majestoso

Confiante pelo desempenho da equipe no empate por 1 a 1 diante do São Paulo, mesmo com um a menos por 45 minutos, o goleiro espera que o ritmo seja mantido nos compromissos seguintes do clube. Neste sentido, a parte emocional é essencial.

"O time mostrou personalidade, jogando um clássico em casa. É algo que vamos manter nos próximos jogos, e vamos pensando jogo a jogo. Mesmo o resultado não sendo o esperado, acho que o Corinthians mostrou empenho, organização e dedicação", concluiu.

Veja mais em: Cássio, Jair Ventura e Majestoso.

Veja Mais:

  • Jogador fez duas temporadas pelo time baiano antes de ir para a Arábia

    Corinthians acerta contratação de meia que trabalhou com Carille na Arábia

    ver detalhes
  • Jogadores que não atuaram diante do Avenida-RS treinaram no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta no CT; Carille esboça time reserva para encarar o Botafogo-SP

    ver detalhes
  • Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

    Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

    ver detalhes
  • Rosenberg foi duramente questionado por conselheiros do clube

    Conselheiros do Corinthians enviam carta para Andrés com críticas a Rosenberg; leia na íntegra

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes