Cássio pede união do grupo e convoca torcida para embate direto contra o Vasco na Arena

Cássio pede união do grupo e convoca torcida para embate direto contra o Vasco na Arena

Por Meu Timão

1.6 mil visualizações 44 comentários Comunicar erro

Cássio tentou de tudo no jogo contra o Cruzeiro, incluindo ir para a área adversário no fim da partida

Cássio tentou de tudo no jogo contra o Cruzeiro, incluindo ir para a área adversário no fim da partida

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A situação do Corinthians é cada vez mais delicada no Brasileirão. Com a derrota desta quarta-feira, diante do Cruzeiro, por 1 a 0, o Timão pode acabar a rodada com apenas dois pontos de vantagem para a zona de rebaixamento. O resultado, então, multiplicou a importância do embate contra o Vasco, no sábado, às 19h. Ciente do peso da partida, Cássio já convoca a torcida para o duelo.

"Temos que nos unir, mais uma vez. É continuar chamando a torcida contra o Vasco, fazer um caldeirão para empurrar o time. É um confronto direto e, se conseguirmos uma vitória em casa, não dá uma tranquilidade porque ela só vai vir quando a gente estiver fora (da zona), mas a gente precisa", pontuou, na zona mista do Mineirão.

"Tem que unir forças, fazer o que for preciso para que no sábado a gente possa fazer um grande jogo e tentar sair dessa situação", completou.

Leia também:
Cássio é eleito o melhor do Corinthians no Mineirão; dupla beira nota zero
'Não tem chance de o Corinthians cair', crava Jair Ventura após 14ª derrota no Brasileirão

Visivelmente incomodado com a atual situação, Cássio tem executado com frequência seu papel de líder do elenco. A cada erro ou acerto, é possível enxergar uma reação efusiva do goleiro dentro de campo. Mesmo com os desabafos, a união prevalece, segundo o camisa 12.

"É difícil. Acho que, às vezes, me estresso em todos os jogos. Não é para expor alguém, mas para tentar ajudar. É para ajudar. Tudo é válido. Quando acaba o jogo, tudo acabou e todo mundo fica junto. Estádio cheio, a gente tenta ajudar no que for não pode achar culpado. Somos um conjunto e quando acaba o jogo todo mundo se abraça por que somos uma equipe", afirmou.

O jogo contra o Vasco, vale frisar, ganha status de embate de seis pontos. Com 39 pontos, o time carioca aparece uma posição abaixo do Timão, que tem 40. Uma eventual derrota, então, complicaria ainda mais a vida alvinegra, dando tranquilidade a um adversário direto na luta contra o rebaixamento.

Veja mais em: Cássio, Campeonato Brasileiro e Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Carille retornou da Arábia Saudita para assumir o Corinthians em 2019

    Com festa da Fiel, Carille desembarca no Brasil e fala pela primeira vez sobre retorno ao Timão

    ver detalhes
  • Sornoza fez boa temporada no Fluminense; meia já foi finalista da Libertadores com o Independiente del Valle

    Sem envolver jogadores, Corinthians e Fluminense chegam a acordo por transferência de Sornoza

    ver detalhes
  • Corinthians já anunciou cinco reforços para 2019

    Com Ramiro, Corinthians se torna clube da Série A com mais contratações para 2019

    ver detalhes
  • Contratação de Ramiro foi aprovada pela torcida do Corinthians

    Torcida do Corinthians aprova contratação de Ramiro em enquete avassaladora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes