Otimismo do Corinthians com patrocínio contrasta com fracasso inédito desde era Kalunga

Otimismo do Corinthians com patrocínio contrasta com fracasso inédito desde era Kalunga

68 mil visualizações 260 comentários Comunicar erro

Corinthians jogou boa parte da temporada sem estampa no espaço principal do uniforme

Corinthians jogou boa parte da temporada sem estampa no espaço principal do uniforme

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A diretoria do Corinthians está otimista sobre o eventual anúncio do novo patrocinador máster da equipe de futebol profissional para o início de 2019. Esse foi o discurso adotado por Matias Romano Ávila e Roberto Gavioli, responsáveis pelas finanças do Timão, em entrevista concedida nessa quarta-feira no Parque São Jorge. A fala tranquila dos dirigentes, contudo, contrasta com um fracasso inédito em mais de duas décadas do clube alvinegro.

Leia também:
Conselho do Corinthians se reúne e aprova previsão orçamentária de 2019
Veja quanto o Corinthians espera ganhar com patrocínios em 2019

Pela primeira vez desde a histórica era Kalunga (entre 1985 e 1994), quando passou a estampar de forma fixa a marca de empresas patrocinadoras, o Corinthians passou um ano inteiro sem um parceiro máster em definitivo. A camisa alvinegra, afinal de contas, não tem um patrocínio de médio ou longo prazo no espaço peitoral desde abril de 2017.

A última patrocinadora máster do Corinthians foi a Caixa Econômica Federal, que estampava a marca do banco estatal desde o fim de 2012. Foi a parceria mais longínqua de uma empresa com o Timão desde a Pepsi, que perdurou de 2000 a 2004. Nenhum patrocínio, até os dias atuais, superou os dez anos ininterruptos da Kalunga nas décadas de 80 e 90.

Chama atenção o fato de justamente a Caixa ter sido a marca mais próxima de estampar o espaço principal do uniforme corinthiano de forma fixa em 2018. Em meados de agosto, enquanto renegociava as parcelas da dívida da Arena, a diretoria do Timão havia aproveitado para encaminhar um acordo para o retorno do banco estatal como patrocinador máster. No fim das contas o negócio não avançou, e o Corinthians encerrou o ano "em branco".

Vale lembrar que, pontualmente, algumas empresas e/ou parceiros do Corinthians estamparam suas marcas no espaço máster da camiseta ao longo desta temporada. Destaque para a fabricante de automóveis Renault, que desembolsou cerca de R$ 1 milhão para expor sua imagem no uniforme alvinegro na final da Copa do Brasil.

Patrocínios principais do Corinthians desde era Kalunga

  • 1985-1994: Kalunga
  • 1995-1996: Suvinil
  • 1997-1998: Excel
  • 1999-2000: Batavo
  • 2000-2004: Pepsi
  • 2005-2007: Samsung
  • 2008: Medial Saúde
  • 2009: Batavo
  • 2010-2012: Hypermarcas
  • 2012: Iveco
  • 2012-2017: Caixa

Veja mais em: Patrocinador do Corinthians, Diretoria do Corinthians e Especiais do Meu Timão.

Veja Mais:

  • Maior campeão, com dez títulos, Timão tenta ser um dos semifinalistas da Copa São Paulo

    Corinthians pega Grêmio por vaga na semifinal da Copinha; saiba tudo

    ver detalhes
  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Manoel posa com manto na sala de imprensa do CT; defensor é a oitava contratação para 2019

    Manoel recebe conselho de Mano e diz quando deve estar pronto para estrear no Corinthians

    ver detalhes
  • Agora em definitivo: Boselli é esperado no Brasil nesta sexta-feira

    Boselli inicia viagem para se reapresentar ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes