Ex-goleiro ídolo do Corinthians e recordista nacional, Jairo pede socorro contra câncer

Ex-goleiro ídolo do Corinthians e recordista nacional, Jairo pede socorro contra câncer

Por Meu Timão

4.6 mil visualizações 69 comentários Comunicar erro

Jairo chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira

Jairo chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira

Arquivo pessoal

Ídolo do Corinthians e tido como um dos maiores goleiros da história alvinegra, Jairo, hoje com 72 anos de idade, pede socorro na luta contra um câncer de rim. O pedido de ajuda financeira aos torcedores que décadas atrás comemoravam com o ex-arqueiro partiu de seu filho, Jairo da Silva Nascimento, em entrevista ao portal Uol publicada nesta terça-feira.

"De uns tempos pra cá, a gente percebeu que ele estava com um emagrecimento muito grande. E a minha mãe é voluntária no Erasto (Gaertner, hospital de Curitiba que trata doentes de câncer) e está acostumada a ver esses sintomas. E levamos para fazer uma bateria de exames", contou Jairo filho.

O ex-goleiro teve diagnosticado um câncer raro de rim. Não se sabe a causa, mas especula-se que a profissão nos gramados pode ter fomentado o quadro por conta das sucessivas quedas. Fato é que o tratamento é caro, com pílulas que custam R$ 300 cada. Não à toa, a família iniciou uma vaquinha online com objetivo de arrecadar R$ 90 mil. A campanha é intitulada "Defenda o Jairo" - para acessá-la, basta clicar aqui.

Também foi disponibilizada aos interessados em ajudar uma conta bancária da Caixa Econômica Federal: AG. 0581 - Operação 013 - Conta: 00004157-4.

"O médico orientou a gente que ele não poderia passar por um tratamento comum. Só com um remédio chamado Votrient, que não é fornecido pelo SUS. É o mais indicado pra ele. Era preciso fazer um tratamento, porque quanto mais efetivo o tratamento, mais tóxico é. Esse remédio ajuda como uma bomba imunológica. Ele está muito debilitado", explicou o filho.

Jairo, apesar de ter sido jogador de futebol, não tem hoje grandes fortunas. Longe disso. Na época em que ele atuava, os salários eram muito distantes dos valores astronômicos atuais.

"É uma pessoa de classe média, como tantas outras. Se ele tivesse jogado até no máximo 10 anos atrás, ao invés de uma campanha de arrecadação, estaríamos fazendo uma de doação, por que naquela época não havia os altos salários", comentou o filho.

Idolatria corinthiana

Jairo chegou ao Corinthians em 1976 e deixou o clube em 1980. O período relativamente curto foi suficiente para colocar o goleiro no hall de ídolos da história alvinegra. Ele revezou com Tobias na meta do Timão nas finais do Campeonato Paulista de 1977, quando a equipe do Parque São Jorge superou a Ponte Preta e saiu da fila de 23 anos.

Seu maior feito com a camisa do Corinthians, porém, foi outro: o recorde nacional que perdura até os dias atuais de 1.132 minutos sem levar gol. A marca foi obtida em 1978. No ano seguinte, ainda seria novamente campeão estadual, antes de sair rumo ao Náutico.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Gustavo deve ganhar aumento e novo contrato, com término em 2022

    Corinthians encaminha renovação de contrato com Gustagol

    ver detalhes
  • Sornoza é o dono da camisa 7 do Timão; sem Jadson, deve engatar sequência como titular

    Sornoza não se vê '100% adaptado', mas celebra início e revela ansiedade pelo primeiro gol

    ver detalhes
  • Méndez deixou a clínica em São Paulo sem falar com a imprensa

    Zagueiro uruguaio realiza exames e deve se apresentar nesta terça-feira no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes