Líder nacional e turbinado por ex-rivais do Corinthians: como o Racing chega à Sul-Americana

Líder nacional e turbinado por ex-rivais do Corinthians: como o Racing chega à Sul-Americana

Por Meu Timão

18 mil visualizações 138 comentários Comunicar erro

Centurión, ex-São Paulo, é uma das armas do Racing para a Sul-Americana

Centurión, ex-São Paulo, é uma das armas do Racing para a Sul-Americana

Divulgação/Racing

O Corinthians não terá vida fácil em seus confrontos inaugurais na Copa Sul-Americana de 2019, previstos para fevereiro. Em sorteio realizado na noite dessa segunda-feira, ficou definido o Racing, da Argentina, como primeiro adversário do Timão no torneio, reeditando as oitavas de final de 2017, ocasião em que os comandados de Fábio Carille foram eliminados.

Diante disso, o Meu Timão traça abaixo uma espécie de raio x com algumas das principais informações a respeito de como o Racing chega para esta nova edição de Sul-Amerciana.

Grande fase na Argentina

O Racing fechou o ano de 2018 na liderança isolada do Campeonato Argentino 2018/19. O time de Avellaneda soma 36 pontos contra apenas 30 do segundo colocado Defensa y Justicia. Os números da campanha chamam atenção: 11 vitórias, três empates e apenas uma derrota nas primeiras 15 rodadas disputadas, estando invicto há seis jogos no certame nacional. A equipe ainda soma a melhor defesa (8) e o segundo melhor ataque (26).

Nas outras competições, que tiveram início no primeiro semestre (parte final da temporada 2017/18 pelo calendário argentino), o Racing acabou eliminado da Libertadores nas oitavas de final para o River Plate, que viria a se consolidar campeão, e ainda decepcionou na Copa da Argentina perdendo logo de cara para o pequeno Sarmiento de Resistencia em maio.

Ei, conheço vocês!

O atual elenco do Racing está recheado de jogadores conhecidos dos torcedores brasileiros. Já jogaram em rivais estaduais do Corinthians: os atacantes Churry Cristaldo (ex-Palmeiras) e Ricardo Centurión (ex-São Paulo) e o lateral-esquerdo Eugenio Mena (ex-Santos e São Paulo). A equipe argentina ainda conta com o zagueiro Alejandro Donatti (ex-Flamengo) e o também atacante Lisandro López (ex-Internacional).

Desse pacotão de velhos conhecidos, destacam-se os jogadores de força ofensiva. Centurión e Cristaldo, por exemplo, são titulares absolutos. Lisandro López, mais do que isso: artilheiro não só do Racing como do Campeonato Argentino, com 12 gols anotados no torneio até aqui.

Mais cascudo e técnico novo (de novo)

Em relação ao Racing que enfrentou o Corinthians um ano e meio atrás pela Copa Sul-Americana de 2017, o atual plantel dos argentinos destaca-se por ser mais cascudo. Na ocasião, a marca da equipe de Avellaneda era a juventude. O então treinador Diego Cocca apostava numa reformulação com jovens apostas naquele elenco em pré-temporada.

Com relação ao técnico, aliás, uma curiosidade se mantém no Racing. Assim como Cocca, o atual comandante também é jovem e ex-jogador. Se aquele tinha 44 anos na ocasião de embate contra o Corinthians, o hoje treinador de Avellaneda, Eduardo Coudet tem a mesma idade. Este último foi meio-campista de 1993 a 2011 e já acumula trabalhos como chefe de comissões técnicas no mexicano Tijuana e no também argentino Rosario Central.

Veja mais em: Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Gustavo deve ganhar aumento e novo contrato, com término em 2022

    Corinthians encaminha renovação de contrato com Gustagol

    ver detalhes
  • Sornoza é o dono da camisa 7 do Timão; sem Jadson, deve engatar sequência como titular

    Sornoza não se vê '100% adaptado', mas celebra início e revela ansiedade pelo primeiro gol

    ver detalhes
  • Méndez deixou a clínica em São Paulo sem falar com a imprensa

    Zagueiro uruguaio realiza exames e deve se apresentar nesta terça-feira no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes