Corinthians acerta com IBM, agradece Omni e fala em 'refazer o Fiel Torcedor inteirinho'

Corinthians acerta com IBM, agradece Omni e fala em 'refazer o Fiel Torcedor inteirinho'

Por Lucas Faraldo e Vinicius Souza

95 mil visualizações 451 comentários Comunicar erro

Andrés e Rosenberg prometem grande anúncio com IBM para esta sexta-feira

Andrés e Rosenberg prometem grande anúncio com IBM para esta sexta-feira

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians anunciou, na manhã desta quarta-feira, um acerto com a IBM, tradicional empresa da área de tecnologia e informática. Sem entrar em detalhes, o clube prometeu mais informações em entrevista coletiva agendada para a próxima sexta-feira na Arena. O tema já havia sido debatido recentemente em reunião ordinária do Conselho no Parque São Jorge.

"O Corinthians e a IBM farão um grande anúncio", limitou-se a informar o clube. Estarão presentes na entrevista, em Itaquera, representando o Timão, o presidente Andrés Sanchez e o diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg; representando a IBM, Tonny Martins, presidente da multinacional, e Frank Koja, vice-presidente de serviços de tecnologia da marca no Brasil.

Em entrevista recente concedida ao Meu Timão, o diretor financeiro do clube, Matias Romano Ávila, já havia adiantado a IBM como provável sucessora da Omni por trás do Fiel Torcedor. A nova parceira do clube ajudará na gestão do programa de sócios-torcedores. Ainda não se sabe se haverá outras funções atreladas à empresa de tecnologia e informática.

"Nós vamos tirar a Omni. Já tiramos (...) A Omni administra o Fiel Torcedor, que pega o Corinthians. E faz mal isso. Sabe por quê? A Omni tem 100 pessoas fazendo isso. Nós vamos fazer dentro de casa com 35. Ela não pode errar. Ela faz o melhor que ela pode fazer. Ela paga tudo do dinheiro que entra e o que sobra, 50% vem pro Corinthians", argumentou.

Em contato com a reportagem do Meu Timão posteriormente à publicação deste texto, Rosenberg enfatizou a gratidão do Corinthians à Omni, negando haver qualquer tipo de "expulsão" da prestadora de serviços, mas sim uma transição por conta das diferentes necessidades que o programa Fiel Torcedor tem atualmente.

"A Omni foi uma das parceiras mais bem sucedidas que a gente teve. Não tem programa de sócio-torcedor mais bem sucedido que o nosso. A qualidade do atendimento pessoal que eles dão ao sócio-torcedor é algo exemplar. O que acontece é que a Arena tem tudo para ser de primeiro mundo, para isso precisa de um investimento tecnológico. A Omni é uma empresa de saber, não de investir", declarou o diretor de marketing.

"Foi uma transferência absolutamente pacífica. O torcedor não perde nada. Nunca houve uma situação de expulsão. Mas sim de transição. Não é que troquei duas concorrentes. Troquei uma prestadora de serviços pela maior empresa de tecnologia do mundo (...) Somos muito gratos pela Omni por ter trazido o Fiel Torcedor até aqui e por ter facilitado essa transição junto ao Corinthians e à IBM", acrescentou.

Recebendo metade do lucro do Fiel Torcedor e até pouco tempo atrás credora do clube, a Omni está junto com o Corinthians há dez anos, sendo a criadora do programa. O mais recente contrato, renovado durante a gestão de Mário Gobbi Filho, tem validade até o fim de 2019, mas foi rescindido de forma amigável por ambas as partes. A IBM deve assumir as funções em conjunto com o Timão a partir do próximo mês de janeiro.

De acordo com Matias Ávila, a intenção de firmar parceria com a IBM é promover uma espécie de revolução no Fiel Torcedor. Líder em anos anteriores no ranking Torcedômetro, o programa corinthiano perdeu espaço para rivais e hoje ocupa a quarta posição, com 116.754 associados. A intenção é a partir do ano que vem é promover um boom de inscritos.

"Nós vamos refazer o Fiel Torcedor inteirinho. O Fiel Torcedor está ligado a outras coisas. 300 mil pessoas vão ao estádio uma vez por ano, não é mais que 300, um cara vai dez, 20 vezes, tem um que vai uma vez só. Nós temos que fazer 30 mil pessoas por jogo e fazer uma puta arrecadação. E tem de ter o ingresso mais barato, o ingresso médio e o ingresso caro"

"O Fiel Torcedor tem que ter uma classificação não por pontuação, mas de você poder comprar no custo daquilo que você paga. Eu sou sócio, eu pago e vou quando quero. Funciona desse jeito. Essa é a engenharia e a inteligência que a IBM e outros vão nos auxiliar, você montar uma arrecadação correta com um contingente de pessoas corretas."

Veja mais em: Fiel Torcedor, Diretoria do Corinthians e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Fábio Carille confirmou relação dos atletas que vão à Arena nesta quarta; bola rola às 21h30

    Com Díaz, Carille relaciona 23 corinthianos para segunda fase da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Gustavo deve ganhar aumento e novo contrato, com término em 2022

    Corinthians encaminha renovação de contrato com Gustagol

    ver detalhes
  • Sornoza é o dono da camisa 7 do Timão; sem Jadson, deve engatar sequência como titular

    Sornoza não se vê '100% adaptado', mas celebra início e revela ansiedade pelo primeiro gol

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes